Sobrevivente do tiroteio em Las Vegas conta como foi protegida por marinheiro que conheceu duas horas antes

Ela nunca iria imaginar que aquele belo rapaz que ela acabou de conhecer salvaria a sua vida.

21,417 views   |   29 shares
  • A jovem americana Renee Cesario, de 23 anos, conheceu Brendan Kelly, um oficial da marinha americana, de 21 anos, apenas duas horas antes que o cantor Jason Aldean subisse ao palco no festival Route 91 Harvest, em Las Vegas, no último domingo.

  • Renee veio com amigos de Riverside County, Califórnia, para o festival naquele fim de semana. Quando encontrou Brendan no evento, convidou-o para se juntar ao grupo.

  • O casal deixou os amigos para trás e se aproximou do palco para ver o show mais de perto. Mal haviam começado a cantar e dançar, quando ouviram um barulho que mais parecia fogos de artifício, contou Renee em uma publicação na página do Facebook "Love What Matters". O barulho parou e o cantor continuou a se apresentar, até reiniciar e ele sair correndo do palco.

  • Decisão rápida e instinto protetor

  • "Antes de saber o que estava acontecendo, Brendan levou-me ao chão e me deu cobertura [protegeu-a com seu próprio corpo] dos tiros. Os disparos pararam novamente, ele olhou em volta para ver o que estava acontecendo e os disparos continuaram. Ele me olhou e disse: 'Temos de sair daqui. Não podemos ficar aqui. Não é seguro.' Então, ele puxou o meu braço para me tirar do meio da multidão", relatou Renee. "Não tínhamos ideia de quem estava morto ou vivo. Apenas começamos a correr. Ele ficou me dizendo que tudo ia ficar bem e que era para continuar correndo até ficarmos em segurança", relembra.

  • A aflição da família

  • Por volta das 22h, a irmã de Renee, Jenn, recebeu um telefonema de seu pai, que também estava no show. Ele contou a ela que estava havendo um "tiroteio maciço" e ele estava escondido atrás de um carro, mas não sabia onde estava Renee. "Minha irmã não estava atendendo o telefone, pensei que ela estivesse morta", disse Jenn (à esquerda na foto), à CBS News.

  • Advertisement
  • Então, Jenn recebeu uma mensagem de um número desconhecido. Era Renee. Brendan havia lhe emprestado o telefone para que ela pudesse avisar a família que estava bem e que havia perdido o celular enquanto corria. "Quando finalmente conseguimos conversar, senti um grande alívio ao ouvir sua voz do outro lado na linha, e ver que ela não estava ferida", disse a irmã à CBS News. "Eu fiquei muito mal sem saber se ela iria ficar segura".

  • Renee faz questão de dizer que ela saiu ilesa desse tiroteio, que foi o maior ataque a tiros da história dos Estados Unidos, graças à bravura e à abnegação de Brendan. Além de protegê-la daquela situação de alto risco, ele não saiu de perto dela a noite toda depois disso.

  • Mais tarde, naquela mesma noite, Jenn enviou uma mensagem de gratidão ao rapaz pelo que fez por sua irmã: "Muuuito obrigada, do fundo do meu coração, por cuidar da minha irmã... de verdade. Tenha uma noite segura!"

  • Ele respondeu: "Absolutamente, é isso que fazemos, cuidar dos nossos e daqueles à nossa volta. Fico feliz por estar ao lado dela nesse momento difícil".

  • "Você é incrível!", complementa a irmã.

  • Que tipo de pessoa é Brendan

  • A CBS News tentou contatar Brendan, mas não conseguiu. Então, conversou com alguns de seus amigos mais próximos da Marinha, que contaram que ele não é o tipo de pessoa que busca reconhecimento ou fama. Ele faz mais o tipo "herói anônimo". "Ele faz isso porque ele é um homem genuinamente bom e um herói americano", comentou um amigo nas redes sociais.

  • Advertisement
  • Em uma breve entrevista à American Military News, o jovem contou um pouco do que aconteceu. Ele disse que enquanto as pessoas pensavam que se tratava de fogos de artifício, ele rapidamente percebeu que eram balas, por isso atirou-se no chão e protegeu a moça com o seu corpo. Em seguida, ele olhou para a sua direita e viu uma mulher morta. Foi quando soube que precisava sair rapidamente da "zona de combate".

  • Brendan acredita que sua fé é outra razão pela qual ele e a jovem, assim como muitos outros, ainda estão vivos.

  • "O Brendan jamais entenderá como sou grata"

  • Renee postou no Facebook: "Sou tão abençoada por estar em casa e viva. O Brendan jamais entenderá como sou grata por ele ter salvado a minha vida no domingo à noite. Ele foi realmente enviado até mim por Deus! Meu coração está com os demais sobreviventes, com aqueles que não sobreviveram e com todas as famílias afetadas por esta terrível tragédia."

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Sobrevivente do tiroteio em Las Vegas conta como foi protegida por marinheiro que conheceu duas horas antes

Ela nunca iria imaginar que aquele belo rapaz que ela acabou de conhecer salvaria a sua vida.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr