8 cuidados para quem quer abrir seu próprio negócio

Empreender pode ser a realização de um sonho ou o início de um pesadelo.

350 views   |   shares
  • No Brasil, surgem todos os anos cerca de 600 mil novos empreendimentos, de acordo com dados do Governo Federal. Segundo o SEBRAE, existem atualmente mais de 1,5 milhão de empreendedores no país.

  • Seja devido a um sonho de trabalhar com o que ama, ou de não ter patrão, seja por necessidade de aumento ou de construção de renda, os empreendedores podem encontrar grandes dificuldades para que seu negócio se torne rentável e de futuro. Além dos problemas de capital inicial, formalização da empresa, localização, alvarás e licenças, ainda existem os riscos de o negócio iniciar e fechar por erros ou imperícia do empreendedor.

  • De acordo com vários experts do empreendedorismo, aqui estão os 8 cuidados para quem deseja abrir seu próprio negócio.

  • 1. Tenha um plano de negócios

  • Um plano de negócios é um documento para orientar o empreendedor ao buscar informações sobre o seu ramo de atuação, clientes, concorrentes, pontos fortes e fracos do negócio, etc. É tão importante que o SEBRAE disponibiliza gratuitamente um Manual de como elaborar um plano de negócios aqui. Ele é como um mapa que pode guiar o empreendedor ao seu destino, mostrando se o negócio é viável em longo prazo, desafios a serem vencidos entre outras questões.

  • Em momentos de crise econômica, planejar as despesas e reduzir os custos ao máximo é essencial, diz Felipe Cataldi, sócio fundador da plataforma de gestão para empresas de comércio eletrônico Betalabs. "Foco em execução é essencial para fazer o negócio andar, porém o empreendedor não pode se perder nos problemas diários e deixar de pensar no crescimento da empresa. Sem planejamento e visão de futuro a empresa pode estagnar".

  • 2. Seja visível e encontrável

  • Quem abre uma empresa tem que ser visto, tem que ser encontrado. Por isso é importante investir em propaganda e marketing, de acordo com Jonathan Long em artigo ao portal Entrepreneur.com. Muitas pessoas pensam que se abrirem uma loja virtual vão ser facilmente encontradas em pesquisas do Google. Nem de longe isso é verdade.

  • Advertisement
  • 3. Evitar gastos no início

  • Um escritório ou loja modernos na região mais nobre da cidade pode parecer atraente e benéfico ao seu negócio, mas pode ser desnecessário. Pagar salários altos no início também é contraproducente já que o foco precisa ser cortar gastos no início. Marcio Roberto Andrade, da Contazul, dá dicas para diminuir custos aqui.

  • 4. Escolher o sócio certo

  • Segundo Felipe Cataldi, da Betalabs. Todos devem encontrar aliados, "pois diferentes perfis complementares geram uma enorme sinergia que traz insights mais assertivos para o negócio", afirma. Para Jonathan Long, a relação entre sócios é como casamento. É preciso que todos estejam na mesma página.

  • 5. Conhecer o seu público-alvo

  • Sem o conhecimento do seu mercado e do seu cliente não é possível saber a sua viabilidade e aceitação de seu produto no mercado. Há que se conhecer, além do mercado e da concorrência, o público a quem seu produto se destina. Assim, é mais fácil criar campanhas que visem atingir o consumidor certo. "O primeiro ponto é entender a sua ideia, medir o tamanho do mercado, as possibilidades de aplicação e qual é a forma mais rápida de fazer o seu negócio começar a dar dinheiro", afirma André Pontual, sócio fundador da NoBeta.

  • 6. Perseverança

  • Nem tudo será um mar de rosas, mas isso não significa desistir. Segundo Guillermo Reid, CEO e cofundador da desenvolvedora de soluções tecnológicas para seguradoras WDEV: "empreender requer otimismo para os 'nãos' ao longo do caminho. É preciso ser adaptativo, ágil, pensar fora da caixa. Em momento de crise como este é preciso focar os investimentos no que de fato importa, fazendo o mínimo possível para que o modelo de negócio gire", afirma Reid.

  • 7. Tenha um plano de monetização

  • Dinheiro parado é dinheiro perdido, é o que diz Hugo Teixeira, consultor financeiro do site senhormercado.com.br. Para Hugo, deixar dinheiro parado é como guardar no colchão ou deixar na conta-corrente. Ele desvaloriza. Múltiplas entradas pode ser a solução para manter seu negócio funcionando até que ele comece a dar lucro e "se pagar". Eduque-se sobre como investir e criar fundos rentáveis em curto e longo prazo.

  • Advertisement
  • 8. Aprenda a gerir o próprio negócio

  • Segundo Cristina Redis, consultora de administração do SEBRAE - SP, é importante não ser apenas o "dono" do negócio, mas saber gerir, estando sempre atento ao que acontece no mercado, aproveitar oportunidades e prevenir contra ameaças. Segundo Cristina, "tem gente que entra com uma boa ideia e acha que ela vai se perpetuar. Mas não, o mercado está sempre se movimentando e tem que estar esperto para se adequar a ele". Analisar os acontecimentos dentro da empresa, definir o pró-labore, fidelizar clientes são algumas das habilidades necessárias ao gestor eficiente.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

8 cuidados para quem quer abrir seu próprio negócio

Empreender pode ser a realização de um sonho ou o início de um pesadelo.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr