Como a união familiar pode ajudar a vencer tempos difíceis

Nenhum desafio da vida é capaz de derrubar uma família forte o bastante, desde que todos estejam de mãos dadas e cabeça erguida.

23,025 views   |   271 shares
  • Imagine-se andando em uma pequena estrada de pedra ladeada por belas flores, riachos e cachoeiras. Ao final desse pequeno trajeto você se depara com uma porta gigantesca. Logo acima dela há um letreiro de ouro onde está escrito “Abra a porta e seja bem-vindo ao lugar mais belo e agradável que existe”. Você tenta abrir a porta de todas as formas mas não consegue porque ela é pesada e forte demais. Ao lado direito dessa porta você avista uma placa de instrução com a seguinte mensagem: “Regra única: você jamais conseguirá abrir essa porta sozinho”.

  • Você então precisa tomar uma decisão. Pode ser que, com raiva, faça várias outras tentativas em vão de abrir sozinho a porta. Pode ser que pare para pensar em uma forma de burlar essa “regra”. Ou, se realmente entendeu o recado, você volta pelo caminho e vai buscar ajuda de pessoas que você ama e confia. Quando retorna à porta, com um pouco mais de esforço e apoio das pessoas que foi buscar, você consegue abri-la e deslumbra a mais bela visão que já encheu seus olhos.

  • Mãos unidas, fardos mais leves

  • O significado primordial dessa analogia está no fato de que as coisas mais difíceis e valiosas de nossas vidas não podem ser conquistadas de forma individual. É necessário o apoio das pessoas que amamos, especialmente da família. Caso contrário haverá frustração ao longo da jornada. Quando essas pessoas nos ajudam, o fardo se torna um pouco mais leve e os problemas tornam-se possíveis de se resolver por mais complicados que sejam. Mas atente para alguns detalhes importantes:

  • Tome cuidado com o orgulho

  • a opinião de um não deve prevalecer sobre a de todos os outros. Na união não deve haver lugar para opiniões egoístas e autoritárias. Humildade e consenso permitem cabeças mais frias e sensatas na hora de enfrentar as tempestades da vida. Todos têm direito de expor sua opinião, mesmo que ela não agrade a todos. Escutar a opinião permite que haja confiança mútua, e consequentemente, fortalece a união.

  • Adquira paciência

  • Primeiro

  • segundo

  • esse atributo precisa existir nos dois sentidos da palavra. Primeiro: é importante adquirir paciência para que se evite perder o controle. Em momentos difíceis a chance de descontrole emocional é maior do que em períodos de calmaria. Além disso, o descontrole pode ocasionar mágoas e a perda de confiança. O segundo sentido está no fato de que nem sempre aquilo que esperamos vem de acordo com nossa vontade. Por isso, é importante que se aprenda a não enxergar somente o objetivo final, mas principalmente as lições aprendidas com os reveses da jornada. O que não significa ficar parado esperando que tudo se resolva de forma milagrosa, sem empenho. No entanto, saber esperar que o resultado venha no seu devido tempo e não quando nós desejamos, ensina lições valiosas, além disso, evita ansiedade excessiva e frustração.

  • Advertisement
  • Seja persistente

  • enfrentar e vencer desafios exige muito, mas vale todo o esforço, não desista. A persistência torna a família mais forte e mais unida.

  • Mantenham todos o mesmo foco

  • geralmente a desunião acontece porque cada membro tem objetivos diferentes em relação ao futuro da família. Claro que cada um possui compromissos e metas diferentes no que se refere aos seus objetivos pessoais como estudo, trabalho e gostos. No entanto, é importante que todos procurem encontrar uma forma de manter o foco no que se refere ao futuro geral da família. Querem construir uma família alegre e bem sucedida? Vejam o que deve melhorar para que esse objetivo seja alcançado e lutem para conseguir alcançá-lo.

  • Diálogo e amizade

  • qualquer desafio fica mais fácil de ser resolvido se a amizade e a conversa prevalecerem ao autoritarismo. Muitos pais acreditam que os filhos têm que obedecer sem questionar. É claro que os filhos têm que ser obedientes, mas sempre deve haver diálogo e explicação para cada regra. Quando há autoritarismo demais a tendência é que os filhos criem uma barreira que os afastará cada vez mais dos pais. Se os pais mantêm abertura para que os filhos abram seu coração e dêem sua opinião, sempre haverá amizade e os filhos nunca perderão a confiança nas pessoas que mais lhes querem o bem. O autoritarismo sufoca e ninguém aguenta ficar sufocado.

  • A união familiar permite que um ajude o outro em momentos de desânimo. Quando um está para baixo o outro ajuda a levantá-lo novamente. Se todos segurarem as mãos sempre, mas especialmente nos momentos mais difíceis, não haverá desafio forte o bastante que possa derrubar a família ou que seja intransponível.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Márcia Denardi é jornalista, musicista e uma mãe e esposa loucamente apaixonada pelos filhos e pelo marido. Tem como objetivo profissional usar a informação para fortalecer as famílias. Curta a fan page www.facebook.com/blogmarciadenardi.

Website: http://marciadenardi.blogspot.com

Como a união familiar pode ajudar a vencer tempos difíceis

Nenhum desafio da vida é capaz de derrubar uma família forte o bastante, desde que todos estejam de mãos dadas e cabeça erguida.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr