Garota veio ao Brasil para fugir da guerra, mas quando chegou encontrou quem tinha perdido no seu país natal

A vida lhe surpreendeu e mostrou que sempre é possível recomeçar.

4,150 views   |   11 shares
  • Algumas histórias reais parecem ser tiradas de livros de ficção, talvez porque seja difícil de acreditar que vivemos num mundo onde haja tamanha discrepância. Muitas vezes preferimos acreditar que as guerras e suas consequências acontecem muito longe de nós, mas a verdade é que onde haja um só ser humano em situação difícil, toda a humanidade está comprometida.

  • Essa entrevista da UOL nos apresenta Isabel Antonio, de 16 anos, nascida na República Democrática do Congo. Há dois anos, em plena guerra civil, a menina se perdeu dos pais e foi obrigada a fugir apenas com a irmã mais nova. Conta que: "Foi terrível. Passamos três dias escondidas em uma mata, só nós duas, sem nada, achando que nossa mãe tinha morrido. Por sorte, encontramos um grupo de missionárias brasileiras, que prometeu nos salvar".

  • Advertisement
  • A surpresa

  • Isabel e a irmã deixaram para trás parentes, lembranças, lar... Quando voavam para o Rio de Janeiro não tinham a menor ideia do que seria de suas vidas no Brasil. Pelas voltas que a vida dá, essas que muitos chamam de destino e eu de Providência Divina, acabaram seguindo para São Paulo e foi então que os nomes da mãe e dos outros quatro irmãos foram encontrados na lista de refugiados no Brasil.

  • Sobre o reencontro Isabel exclamou na entrevista que: "Todos estavam salvos, morando em um abrigo. Foi muito inesperado. E o primeiro encontro com a minha mãe foi muito especial. Foi uma verdadeira bênção. Nunca pensei que pudesse acontecer tão fácil. Foi a primeira vez que me senti segura e feliz estando em outro país.

  • A superação

  • As dificuldades não terminaram por aí. Embora fortalecida pelo reencontro, a família passou por muitos problemas. Tudo melhorou quando, enfim, a mãe conseguiu um emprego e juntos passaram a morar em uma casa alugada. Isabel conheceu o "Coral Somos Iguais" e teve a chance de mostrar seu talento para o canto. A menina refugiada conta na entrevista que: "Cantar hoje é o que me dá força, me relaxa e me ajuda a esquecer tantas agonias que enfrentei. Posso dizer hoje que encontrei a paz no Brasil". Isabel é uma das fortes concorrentes no programa de calouros "The Voice", onde além de soltar a voz para a música, também pôde contar a sua história.

  • A lição

  • Isabel cita como ensinamento de tudo o que viveu: "... o respeito à diversidade étnica e religiosa, que deseja ao seu próprio país, e também a descoberta do acolhimento". Sem dúvida a cantora nos inspira o seu aprendizado e nos faz acrescentar lições do tipo:

    • É preciso estar atento, sempre existe uma chance, novas possibilidades.

    • Nada é impossível, no máximo improvável.

    • Sobreviver exige grande esforço.

    • A esperança deve ser mais forte que as dificuldades.

  • Essa lista poderia se alongar muito, mas não é sobre quantidade que estamos refletindo, e sim sobre como se inspirar a partir de experiências tão ricas vindas de uma pessoa tão jovem.

  • Que Deus abençoe a Isabel e nos ilumine na edificação do mundo que desejamos para o nosso próprio bem e de todos.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr