Mostrar que nos importamos pode mudar uma vida

Muitas vezes uma pessoa só precisa ser ouvida e aceita para mudar drasticamente seu rumo de vida, e nós podemos ser quem vai ouvi-las.

1,854 views   |   shares
  • Em um mundo tão voltado para o lado financeiro, tão preocupado com ganhos, muitas vezes o valor das pessoas é medido por quanto dinheiro elas têm. Na correria frenética do dia a dia, as demonstrações de amor, carinho e gentileza são atropeladas sem ao menos percebermos. Pensamos estar agindo certo, fazendo o mais importante e acabamos na verdade deixando o que é realmente importante de lado.

  • Quem não gosta de um carinho? Um abraço? Um olhar de aprovação? Um consolo numa hora triste? Quem não gosta de se sentir importante para alguém? Com certeza todos nós gostamos, até aqueles que parecem mais fechados e duros, na verdade esses são os que mais precisam de nossa gentileza e bondade e muitas vezes podem até não dizer, mas valorizam isso que faz bem a eles, como a todos nós.

  • A aparência de uma pessoa não é capaz de nos dizer o tamanho do potencial dela, os erros muito menos, todos nós falhamos. Importando-nos realmente com uma pessoa podemos mudar a vida dela, mas para nos importarmos de verdade temos que agir.

  • Temos a oportunidade de agir o tempo todo, desde as pessoas que amamos e com quem convivemos até as pessoas com quem temos pouco ou o mínimo contato, como a pessoa à nossa frente na fila do supermercado.

  • Na maioria das vezes as pessoas só precisam que alguém as aceite como são e tentem entender o seu jeito e ponto de vista. Podemos pensar diferente, mas devemos buscar entender os outros, quando agimos assim tudo fica muito mais fácil e a probabilidade da pessoa aceitar uma correção é maior do que se gritarmos e exigirmos.

  • Veja algumas ideias de como nos importamos de verdade:

  • 1. Ser mais gentil e carinhoso é o primeiro passo

    • Que tal ligar para uma amiga que há muito você não vê e até "ficou sabendo" que estava passando por problemas?

    • Escrever em uma folha todas as qualidades do seu cônjuge ou filho e entregar junto com um bombom.

    • Visitar algum conhecido ou um parente doente ou que viva só.

    • Levar um presentinho de boas-vindas a um novo vizinho ou colega de trabalho.

    • Convidar alguém ou uma família que sempre estão sozinhos para um jantar em sua casa.

    • Dar carona àquela pessoa que você sabe estar indo próximo ao lugar que você vai.

    • Na maioria das vezes não precisamos dar dinheiro às pessoas, e sim carinho e atenção.

  • 2. Ouvir de verdade o que as pessoas têm a dizer

    • Muitas vezes ouvimos, mas não prestamos atenção ao que nos dizem. Devemos nos lembrar de que cada um dá valor ao que lhe é importante e caro, por isso é trágico quando dizemos ou tratamos o problema de alguém como menor, como uma coisa boba ou simplesmente o negligenciamos. Esqueçamo-nos de nós e nossa experiência e tentemos ver como a pessoa está vendo, para assim ajudar de verdade. Para nós adultos um problema no colégio é bobeira, pois já passamos e sabemos que não é nada, mas para o adolescente que está passando o problema pode ser um monstro. Tratarmos levianamente o assunto deixará tudo pior e o fará pensar que ele, o adolescente, não é importante para nós.

    • Fico triste quando vejo pessoas rindo das crianças quando estão irritadas. Claro que até irritadas elas são charmosas, mas muitas vezes as ouço dizer: "Parem de rir, não é brincadeira!" Mas ninguém as ouve, então elas gritam e saem do sério e levam uma bronca pelo mau comportamento; mas me diga, quem na verdade está tendo um mau comportamento? Temos que ouvir a todos, crianças, adolescentes, adultos e idosos, cada um tem o que dizer e tem sentimentos.

    • Temos que parar de rotular as pessoas: crianças são ingênuas, adolescentes são rebeldes e idosos são gagás e nós adultos somos tolos quando deixamos de ouvi-los e aprender com cada um deles, pois todos têm algo a ensinar.

  • Advertisement
  • 3. Agir prontamente

    • Não devemos esperar para amanhã ou para a próxima oportunidade, devemos agir agora. No começo pode ser difícil, mas é uma questão de boa vontade e treino, sim, treinar, aproveitar cada oportunidade e assim isso se tornará um hábito e quando perceber você estará fazendo coisas que nunca imaginou e ajudando mais pessoas do que pensava ser possível, assim você se tornará alguém mais feliz.

    • Fazer o bem só traz o bem de volta para nós, se você vê alguém muito querido e admirado pode ter certeza que ele faz algo para merecer esse reconhecimento. Faça você também.

  • Quando nos importamos podemos mudar a vida de alguém, e com certeza estaremos mudando a nossa para melhor.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Tatiane Bellini mora em Porto Ferreira Sp Brasil.

Mostrar que nos importamos pode mudar uma vida

Muitas vezes uma pessoa só precisa ser ouvida e aceita para mudar drasticamente seu rumo de vida, e nós podemos ser quem vai ouvi-las.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr