7 princípios de vida ensinados pelas escrituras sagradas

Você já se perguntou se os princípios contidos nas escrituras sagradas podem ser aplicados em nossas vidas, ainda hoje?

16,367 views   |   37 shares
  • Há 6 anos dois jovens bateram na porta de minha casa e ensinaram-me a respeito do evangelho de Jesus Cristo. Em meio aos ensinamentos que, de modo entusiasmante eles me falavam, lembro-me de ter-lhes feito uma pergunta que os deixou por poucos segundos atônitos. Perguntei-lhes, como Deus, com sua infinita bondade poderia deixar-nos continuar vivendo num mundo tão cáustico? Por que temos que padecer de tantos sofrimentos?

  • A resposta que obtive foi muito inspirada, pois eles me disseram que Deus é um pai amoroso e devido a esse infinito amor que tem por nós, enviou-nos a este mundo para sermos testados, humilhados, desafiados; para enfrentarmos dores, pesares e diversos tipos de sofrimentos. Mas, em nenhum momento Deus disse que enfrentaríamos tudo isso sozinhos! E como prova dessa verdade, Ele, com toda Sua sabedoria, deixou-nos as escrituras sagradas que contêm Sua palavra e relatos de povos de diferentes épocas.

  • De acordo com Boyd K. Packer, um renomado educador e especialista religioso, as escrituras “ensinam para onde devemos ir e o que fazer. Elas oferecem esperança e conhecimento.”

  • Você já se perguntou por que devemos seguir conselhos escritos há tanto tempo? Ou se os princípios contidos nas escrituras sagradas podem ser aplicados em nossas vidas, ainda hoje?

  • Se essas perguntas permeiam sua mente, você precisa ler a resposta que temos pra você. Separamos 7 princípios que respondem suas perguntas, confira:

  • O princípio da fé

  • Quantas vezes achamos ser impossível cumprir um determinado objetivo ou conseguir vencer as adversidades que nos rodeiam? Sim! É preciso pôr nossa fé à prova. Mas não fomos os primeiros a fazer isso. Ao examinarmos as preciosas escrituras, veremos lições de vida de pessoas como nós que exerceram o princípio da fé. A exemplo disso, temos Jó, e com ele aprendemos a conservar a fé em meio às maiores adversidades.

  • O princípio da obediência

  • Com o exemplo de Abraão, podemos aprender o princípio da obediência a Deus. Este profeta entregaria o próprio filho em sacrifício por que Deus assim havia pedido. Que grande modelo de obediência a ser seguido nos dias atuais.

  • O princípio da pureza pessoal

  • Todos conhecemos a história de José do Egito, que em certa ocasião foi tentado por uma mulher sedutora, e este rapaz não cedeu a esta armadilha e manteve-se puro. Se passarmos por situações parecidas que ponham nossa castidade e pureza pessoal em prova, podemos e devemos seguir o exemplo deste jovem.

  • Advertisement
  • O princípio da coragem

  • Enfrentar nossos temores ou tomar uma decisão que pode nos levar à morte, são exemplos de momentos em que ter coragem é fundamental. A exemplo deste princípio, houve uma mulher chamada Ester, que enfrentou a possibilidade de morrer para salvar todo seu povo.

  • O princípio da perseverança

  • Com Paulo, aprendemos a permanecer constantes no evangelho. Ele que foi humilhado, apedrejado, passou fome, andou maltrapilho, foi vítima de acusações falsas e desleais e mesmo assim não vacilou depois de conhecer a verdade advinda da luz do evangelho de Jesus Cristo.

  • O princípio do sacrifício

  • Este, apresentado a nós pelo próprio Salvador. Quem melhor do que Ele para servir de exemplo a este princípio que é a maior das provas de amor já feita por toda a humanidade em uma única vez? Ele que suportou as piores dores, bebeu a amarga taça, sangrou por cada um de seus poros, entregou Sua própria vida pra que toda a humanidade vivesse. Nas escrituras sagradas, podemos aprender como pôr em prática esse precioso princípio. Não precisaremos entregar nossa vida por ninguém, mas podemos sacrificar nosso tempo em benefício de outras pessoas.

  • O princípio da fidelidade

  • De todas as histórias de pessoas que demonstraram algum tipo de fidelidade encontradas nas Sagradas Escrituras, a que mais tem encantado as pessoas se refere a 2 mil jovens, totalmente despreparados no que se refere a guerras e armas, abandonarem o conforto de suas casas e de suas famílias, renunciarem a suas diversões e se engajarem em prol da liberdade de seu povo. E quando perguntaram o porquê dessa decisão, eles afirmaram que suas mães os haviam ensinado que se eles não duvidassem o Senhor os protegeria. E, milagrosamente, nenhum deles se feriu durante a batalha, porque o Senhor estava com eles. Que princípio maravilhoso temos com o exemplo desses jovens. Com eles, vemos o valor que tem a fidelidade, tanto aos ensinamentos de nossos pais, como aos ensinamentos de Deus.

  • Às vezes não damos o devido valor às escrituras e deixamos de apreciar a rara oportunidade que temos de possuí-las. Todas as lições sobre os princípios éticos e espirituais, tão necessários neste mundo, estão nas escrituras. Não importa quão turbulenta esteja sendo nossa vida, precisamos examinar as escrituras e seguir esses e os demais princípios que existem nelas. E teremos paz, é isso que diz Boyd K Packer, “(...) a paz pode ser estabelecida no coração de cada um daqueles que se voltam para as escrituras e destravam as promessas de proteção e redenção que nelas são ensinadas.”

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Jarleyde Oliveira é graduada pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, é professora de crianças e adolescentes - Matemática.

7 princípios de vida ensinados pelas escrituras sagradas

Você já se perguntou se os princípios contidos nas escrituras sagradas podem ser aplicados em nossas vidas, ainda hoje?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr