5 conselhos para sair da depressão pós-parto

Não é fácil ser mãe, e superar a depressão pós-parto leva tempo, mas não é impossível. Estes conselhos lhe serão úteis para começar a se sentir melhor.

4,348 views   |   14 shares
  • Ter um recém-nascido conosco é maravilhoso, tudo muda ao nosso redor, inclusive nós mesmas. No primeiro artigo sobre depressão pós-parto ("Será que eu tenho depressão pós-parto?") eu a ajudei a identificar se o que você está sentindo, tanto física como emocionalmente, é somente parte do seu desenvolvimento como mãe ou se de fato você tem depressão pós-parto. Se você tiver chegado à conclusão, com a ajuda de análise médica e psicológica, que você tem depressão pós-parto, não se desanime. Este artigo é para você: há muitas coisas que você pode fazer para começar a se sentir melhor agora, e começar a desfrutar do seu bebê e do seu papel como mãe.

  • É importante mencionar, pois recebi perguntas sobre isto, a minha opinião sobre tomar remédios durante essa fase. Cada pessoa é diferente, assim como suas circunstâncias, mas na minha opinião, você deve primeiro tentar as coisas que você pode fazer sem a ajuda de medicamentos e, se essas coisas não forem suficientes depois de um tempo razoável (de um a dois meses) e do seu melhor esforço, então você pode tentar incluir a ajuda de medicamentos. Meus motivos são os seguintes:

  • Os medicamentos são apenas uma ajuda, não irão solucionar o problema

  • Pense nos medicamentos como se fossem um band-aid para ajudar com os sintomas, mas que não eliminam a causa deles. Então, de qualquer forma, você terá que fazer o que lhe é recomendado aqui, assim como o que seu médico e/ou terapeuta recomendar; dessa forma, se os conselhos funcionarem sem o auxílio dos medicamentos, melhor ainda! Isso me leva ao próximo ponto.

  • Qualquer medicamento tem efeitos colaterais desagradáveis

  • Sim, mesmo quando você só toma a dose mínima. Você pode apresentar alguns desses sintomas: ficar com a boca seca, insônia, inibição do apetite sexual, aumento de apetite, dores de cabeça, dificuldade de concentração, etc.

  • A maioria dos medicamentos psicotrópicos não lhe permite amamentar seu bebê

  • Isso ocorre porque as substâncias passam de você para o seu leite e consequentemente ao seu bebê, que não pode ingeri-las sem que essas façam mal a ele. Claro, esse é apenas um aspecto negativo, se você estiver amamentando seu bebê.

  • Independentemente se você decidir tomar a medicação ou não, estes conselhos lhe serão úteis para começar a se sentir melhor:

  • 1. Procure um grupo de apoio

  • Advertisement
  • É absolutamente essencial não se isolar de familiares e amigos. Procure o apoio de familiares que possam lhe ajudar, especialmente durante esses primeiros três meses. Suas amigas também podem apoiá-la por entenderem o que você está passando e podem reafirmar que ter um bebê é extremamente difícil - independentemente do quanto você o ame-. Quanto mais apoio você tiver, mais fácil será lidar com essa transição. É importante citar que esse grupo de apoio não virá até você: você tem que buscá-lo e aceitar sua ajuda. Lembre-se de que, como mães, nós a entendemos melhor do que você pensa.

  • 2. Tenha uma vida saudável

  • É muito fácil esquecermo-nos de nós mesmas quando temos a vida dessa pequena pessoa em nossas mãos, mas tem algo que não podemos esquecer: não podemos cuidar dessa pequena pessoa, se estamos caindo aos pedaços. Sua aparência física está diretamente relacionada a como você se sente emocionalmente. Por esse motivo é essencial que você se alimente bem (siga a rotina de quando estava grávida de comer mais vezes e porções menores). Durma quando o bebê dormir; suas obrigações podem esperar, sua saúde não. Faça exercícios em um nível que você se sinta confortável: caminhada ou ioga trazem muitos benefícios depois da gravidez e ajudam você a se sentir feliz e satisfeita.

  • 3. Tenha momentos só para você

  • Todos precisam de momentos sozinhos de vez em quando, isso é especialmente verdade depois de ter um bebê com você o tempo todo. Peça ajuda a alguém. Ou quando o bebê dormir, aproveite para se sentar e concentrar-se em sua respiração, em ler um bom livro, ou o ideal seria sair de casa mesmo que fosse por pouquinho tempo e limpar-se da rotina e fadiga.

  • 4. Não se esqueça das coisas que lhe trazem alegria

  • É muito importante que você não se esqueça de que mesmo sendo mãe, você também continua sendo mulher; não se esqueça de fazer as pequenas coisas que lhe davam prazer antes de o bebê nascer; você precisa delas agora mais do que nunca. Não precisam ser grandes coisas, mas as coisas simples. Por exemplo, quando eu tive meu filho e estava meio deprimida com tudo o que eu tinha que fazer e o cansaço que me dava, às vezes eu o colocava no carro e saia para dirigir cantando minhas músicas favoritas. Quando estou bem, eu sempre canto no carro, fazer isso nessas ocasiões me ajudou a relaxar e lembrar de que ainda era eu mesma.

  • 5. Seja paciente consigo mesma

  • Ser mãe, seja pela primeira vez ou com mais crianças em casa, precisa e exige muitas mudanças. Tenha paciência com a forma como você lida com essas modificações, e na forma que você se desenvolve como mãe. Não se sinta mal quando você estiver sentindo frustração, raiva e desespero com uma tarefa tão grande; isso é normal, acredite. Aprenda com essas emoções e siga em frente sabendo que isso não irá durar para sempre.

  • Advertisement
  • Não é fácil ser mãe, e superar a depressão pós-parto leva tempo, mas não é impossível. Por favor, lembre-se de que o que você sente não vai embora somente porque você quer, você precisa ser muito criteriosa em sua recuperação, acreditando firmemente que você tem o potencial e a coragem para isso.

  • Traduzido e adaptado por Sarah Pierina do original Consejos para salir de la depresión pos-parto, de Denhi Chaney.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Denhi Chaney é formada pela Universidade de Brigham Young com mestrado em Terapia de Casal e Familiar. Ela também é esposa e mãe de um filho.

5 conselhos para sair da depressão pós-parto

Não é fácil ser mãe, e superar a depressão pós-parto leva tempo, mas não é impossível. Estes conselhos lhe serão úteis para começar a se sentir melhor.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr