3 dicas para conversar com um jovem desobediente

Quando não existe entendimento entre pais e filhos e isso se manifesta na desobediência dos filhos, o melhor a fazer é buscar novas alternativas.

8,118 views   |   42 shares
  • Muitos pais reclamam que seus filhos são desobedientes e não se importam com que eles dizem. Na verdade, quando se estabelece esse conflito muita coisa já aconteceu e precisa ser revista para que o entendimento se faça. O livro "Criando Adolescentes" de Michael Carr-Gregg e Erin Shale traz a seguinte questão: "É difícil comunicar-se de verdade com alguém a quem não se conhece bem. Você conhece seu filho?"

  • Se você é pai ou mãe e sente que seus filhos não lhes dão ouvido, este artigo é um convite para pensar em novas possibilidades, afinal essa relação é fundamental para o bem-estar da família e desenvolvimento sadio dos filhos. As dicas abaixo podem ser valiosas:

  • 1- Desconstrua a animosidade

  • Ficar se lamentando, brigar e reclamar com seu filho já provou que não deu certo, portanto, mude de estratégia e desconstrua a ideia: "Meu filho não me escuta". Toda mudança começa no pensamento e você precisa acreditar na possibilidade de se fazer ouvir. Tente o inverso, ao invés de querer que seu filho escute você, proponha-se a escutá-lo. Para tanto é importante criar um ambiente acolhedor, um momento tranquilo e propor isso a ele. Procure não repetir palavras que já foram usadas e não fizeram efeito do tipo: "Vamos conversar", "Senta aqui" ou qualquer frase que o leve a pensar num discurso. Diga algo como: "Filho, eu preciso ouvir você" ou "Você tem um minutinho para mim?".

  • Essa forma de colocar a situação deixará seu filho mais flexível, mas lembre-se de se preparar para que ele sinta sua disposição sincera. Então diga que tem pensado muito e chegou à conclusão que não o tem ouvido e peça para ele falar sobre o desentendimento de vocês. Ouça com muita atenção e, mesmo que você se sinta de alguma forma agredido, não revide; diga apenas que vai pensar no que ele disse.

  • 2- Reflita sobre o que ouviu

  • Quando realmente estiver pronto e se sentindo sereno, diga a seu filho que pensou muito sobre o que ouviu. Caso você tenha chegado à conclusão que errou e, isso é muito provável, reconheça e peça sinceras desculpas. Com certeza essa sua postura fará com que ele reflita sobre os próprios atos e esteja mais receptivo para ouvir o que você tem a falar. Então fale de seus sentimentos, de suas preocupações; não acuse e nem menospreze; fale do que você sente em relação aos atos dele. Diga algo do tipo: "Quando você me ignora, eu sofro muito" ou "Precisamos mudar nosso relacionamento e só podemos fazer isso juntos". Pedir a ajuda dele é muito interessante, pois você o estará valorizando.

  • Advertisement
  • 3- Discipline com afetividade

  • Ao expor com carinho o motivo de suas preocupações, fale claramente sobre o que você não aceita no comportamento dele. Bom mesmo é selar acordos com ele, isso funciona muito bem porque compromete a ação dele. Mantenha o foco no presente e estabeleça um futuro de maior entendimento, para tanto diga que está sempre à disposição para conversarem e esteja realmente. Muitos adolescentes aborrecem seus pais para chamar a atenção deles; preze os momentos que passam juntos, encontrando maneiras divertidas e bem-humoradas. Não menospreze o poder do elogio, demonstre admiração e confiança por seu filho, assim você estará contribuindo para a boa autoestima dele e a vontade de fazer cada vez melhor.

  • Vale pensar sobre a citação de Elaine M. Ward: "Os pais só precisam seguir três regras: amar, impor limites e permitir que os filhos sejam o que querem ser". E lembre-se que para tanto muito entrosamento é preciso!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

3 dicas para conversar com um jovem desobediente

Quando não existe entendimento entre pais e filhos e isso se manifesta na desobediência dos filhos, o melhor a fazer é buscar novas alternativas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr