Muito drama na vida? O problema pode ser você

Quem, eu? Eu não poderia ser a fonte de todo este drama - poderia? Melhore a sua vida familiar deixando o drama para trás.

3,551 views   |   15 shares
  • Drama. Não exatamente do tipo cinematográfico, mas drama emocional que pode se transformar em algo digno dos "casos de família". Brigas na saída da escola, trauma familiar ou problemas de comunicação na melhor das hipóteses - todos nós temos sido envolvidos de uma forma ou de outra. Frequentemente ouvimos as pessoas dizerem que não querem mais dramas em suas vidas. Mas, o que causa o drama? É alguma força externa ou é causado pelos outros? Ou, poderia, eventualmente, ser você mesmo (surpresa!)?

  • As possíveis causas do drama (avaliação não profissional pode ser necessária para diagnosticar):

  • Comunicação, ou melhor, a falta de comunicação

  • A pérola de sabedoria frequentemente citada, "O que temos aqui é falha na comunicação.", (filme de 1967 Cool Hand Luke), resume uma das principais fontes de drama. Má comunicação que leva a muitos problemas - intenções mal interpretadas, declarações mal formuladas e sentimentos feridos. Com as mensagens de texto, redes sociais e a falta de comunicação face a face, esta epidemia está correndo solta. Se for preciso haver uma conversa séria, é melhor deixá-la fora do Facebook, Twitter e mensagens de texto. Faça uma chamada telefônica ou, melhor ainda, converse face a face. Há tantos sinais vocais e físicos que são uma grande parte da comunicação eficaz (você não pode interpretar erradamente o que significa um soco no rosto como você interpretaria alguém lhe escrevendo em maiúsculas).

  • Ofender-se facilmente

  • Tendo em conta que a comunicação eletrônica é ineficaz, precisamos ser menos facilmente ofendidos. Peça esclarecimentos, se necessário. Dê aos outros o benefício da dúvida ao se comunicar online ou através de mensagens de texto. Além disso, mesmo se alguém está sendo mesquinho online, ainda temos uma escolha de tornarmo-nos ou não hostis e verbalmente abusivos. O melhor é deixar de lado e não colocar mais lenha na fogueira. O único calor humano que pode vir da situação é o de seu sangue fervendo.

  • Sinais que você pode ser um rei ou rainha do dramalhão (baseado naquilo que se refere a você - sem ser sua sogra - para os resultados finais):

    1. Não importa quão boa a sua vida é, você escolhe ver as coisas negativas que acontecem. É como reclamar que a sua bela rosa tem espinhos.

    2. Alguém sempre parece estar fazendo algo para aborrecê-lo. Estão sempre de olho em você - tentando tornar sua vida miserável e insuportável. Como podem fazer uma coisa dessas?

    3. Você gosta de fofocar sobre os outros - especialmente se a pessoa não tem ligação com você e é uma história realmente "quente". Quem não gosta de uma boa ficção para contar?

    4. Você presume se alguém não fala com você por certo tempo que essa pessoa o odeia ou pelo menos tem raiva de você. Afinal, ficar em silêncio sempre denota ódio, certo?

    5. Como o "Chiqueirinho" da turma do Charlie Brown, que tem sempre uma nuvem de sujeira a segui-lo, você pode ser a causa de todo o drama se uma "nuvem" de negatividade estiver sempre ao seu redor. Você está sempre no centro da "sujeira".

    6. Quando algo ruim acontece em sua vida, você quer logo compartilhá-lo com todos de perto e de longe. Você joga a isca quando e onde for possível fisgar alguma simpatia. Afinal, a miséria sempre quer companhia.

    7. A maioria - se não todas - de suas atualizações do Facebook ou do Twitter são declarações enigmáticas e vagas contra alguma pessoa anônima ou talvez imaginária. O que acaba causando mal-estar em sua lista de amigos. Todos tentando descobrir se são culpados de ofender a "vossa majestade" (Rei e rainha do dramalhão) e tentando evitar um "cortem-lhe a cabeça!".

    8. Você sempre pensa que irritou ou ofendeu alguém. Claro, você é inocente. Certifica-se de pedir desculpas profusamente, independente de ser verdade ou não. Sufoca-os com bastante bondade (e depois os apunhala pelas costas para se certificar de que fez o que devia).

    9. Você tem sempre um sorriso largo para todos, mas, em seguida, diz coisas terríveis sobre a pessoa pelas costas. Suas duas caras deveriam ser esbofeteadas.

    10. Você sempre assume que tudo que você ouve é verdade e, em seguida, reage de forma exagerada. O céu desaba!

    11. Se seu copo está meio vazio, se a vida lhe dá limões, se chove no dia do seu desfile ou você só encontra bichos na sua maçã, você pode ser um míssil de drama. Você espera por uma explosão para espalhar cinzas e brasas ardentes em cima de tudo o que há de bom na vida.

    12. Você pode ser a fonte do drama desnecessário se você habitualmente remove e adiciona novamente as pessoas no Facebook. A eliminação geralmente acontece depois que eles dizem algo sem importância, mas com o qual você não concorda. Só se pode supor que você continue adicionando novamente as pessoas, porque você está morrendo de fome de mais drama. As pessoas normais apenas ocultam as mensagens ou aqueles a quem não querem ver.

    13. A vida de uma realeza do drama é geralmente cheia de "montículos" vistos através de uma grande lupa que só eles podem ver. Eles criam uma "montanha" do nada e se comprometem a ter certeza que todo mundo saiba o quão ruim é a sua vida.

    14. Você sempre se pega dizendo, "Eu odeio drama", no entanto, está sempre enchendo pratos de mais drama para servir a todos? Sim, você é uma realeza do drama.

    15. "Por que tudo de ruim acontece comigo?" "Por que todo mundo está sempre pegando no meu pé?" "Por que eu?" Coisas ruins acontecem com todas as pessoas, mas a maioria simplesmente escolhe se erguer e seguir em frente. A realeza do drama escolhe chafurdar na tristeza.

  • Advertisement
  • O quão dramático sou?

  • Conte um ponto para cada uma das situações acima que descreva você e verifique sua pontuação abaixo:

  • 0-2: Pouco dramático. Você está bem. Mantenha-se assim.

  • 3-6

  • : Dá um tempo, relaxe.

  • 7-10

  • : É você está bastante irritado. Considere o uso de um bloco de gelo para esfriar a cabeça.

  • 11-15

  • : Parabéns! Você é um rei/rainha do drama. Aqui está a sua coroa (de espinhos, é claro).

  • Apenas diga não ao drama. Se você é a fonte, tente ver o lado positivo em vez de revirar o lixo. Melhore a sua vida familiar deixando o drama para trás. Ser o ofendido e um mau comunicador são áreas que podem ser melhoradas. Há esperança. Fique fora da vida alheia, não faça fofocas e tente focar no bom em lugar do ruim na vida. Há uma diferença entre verdadeiramente ter um momento difícil na vida e fazer parecer que a sua vida é toda ruim.

  • Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original Too much drama? It might be you, de Wendy Jessen.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Em seu "tempo livre", ela gosta de ler (ou ouvir livros de áudio uma vez que ela não tenha tempo para ler), escrever, bloggar, exercitar-se, ensinar a língua de sinais, interpretar para surdos, e passar tempo com seu belo hubbie, Rick. É autora de vários e-books, inclusive, "Positive Parenting: Desenvolvimento de Disciplina sem gritar, irritante, Spanking ou Time-Outs" (www.firstratefamily.com), "Língua de sinais para Bebés e além", (www.signing4babies.com), "Tradições e Rituais felizes de família" e "Celebrando a maternidade", (www.celebratingmother.com) Você pode se inscrever on-line para o boletim gratuito "Positive Parentingem www.firstratefamily.com

Website: http://www.firstratefamily.com/

Muito drama na vida? O problema pode ser você

Quem, eu? Eu não poderia ser a fonte de todo este drama - poderia? Melhore a sua vida familiar deixando o drama para trás.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr