8 ferramentas para ser mais fiel ao cônjuge

Veja como ser mais fiel ao seu cônjuge e assim mais feliz em seu casamento!

13,020 views   |   1 shares
  • Se você abriu este artigo para ler, isso é um ótimo sinal, significa que você deseja melhorar como cônjuge e que entende que algumas coisas em suas atitudes precisam ou devem ser melhoradas para que o casamento se torne um relacionamento ainda mais bonito, harmonioso e saudável.

  • Ser fiel significa ser constante, verdadeiro, leal, honesto, sincero, devotado, com real propósito, força interior e princípio. Podemos dizer que uma pessoa fiel é valente, tem força, capacidade de superar seus próprios desafios, alguém com determinação de fazer o certo, ainda que outros não estejam fazendo. Uma pessoa fidedigna tem grandeza no coração, entende que não é perfeita, mas se esforça com grande valentia para ser alguém sempre melhor para fazer seu cônjuge e filhos felizes.

  • Existem muitas pessoas fiéis que embora enfrentem tentações, decidem continuar firmes, pois sabem que todo o resto é passageiro e transitório, menos o alicerce de construção familiar. Isso pode sim durar para sempre.

  • Portanto podemos nos perguntar: “Como posso ser mais fiel ao meu cônjuge”?

  • 1. Amor

  • Dentro do relacionamento onde há esse verdadeiro sentimento, ou que pelo menos compreenda a importância dele, é preciso agir com amor. Tenha atitudes corretas e se esforce para não decepcionarem um ao outro. Se você não tem atitudes gentis e afetuosas para com seu parceiro, dificilmente se entenderá com o mesmo. A maior excelência de todas as ações é alcançada com amor e fidelidade!

  • 2. Respeito

  • Para ser mais fiel ao cônjuge é preciso respeitar a si mesmo e ao casamento, aos votos que um dia você fez perante o altar, ou o comprometimento de amor e fidelidade que fez quando o relacionamento estava no auge do contentamento e satisfação. Você precisa entender que sem respeito nenhum relacionamento se sustenta. O respeito consiste em perseverar em todas as promessas que um dia você fez e continuar firme, mesmo quando houver crises.

  • 3. Controle seus pensamentos

  • Tenha autocontrole. Controle seus pensamentos a respeito de tudo. Isso é relativo à sua própria conduta, e não à do outro. Uma pessoa que tem domínio sobre suas emoções consegue lidar melhor com as situações de estresse. Se por acaso pensamentos negativos começarem a invadir sua mente a respeito de seu cônjuge mude-os, comece a pensar justamente o contrário, como:

    • Ele (o cônjuge) é lindo sim.

    • Ele é gentil e amável.

    • Não me canso deste casamento, porque ela já aguentou muito de mim.

    • E se eu ficasse doente? Ele certamente cuidaria de mim.

    • Ele me faz feliz.

    • Eu é que preciso melhorar!

    • Como ele se sentiria se soubesse disso?

    • Fico tranquilo conscientemente pensando dessa forma?

    • E qual o valor que dou para o meu casamento?

  • Advertisement
  • 4. Controle seus apetites e desejos

  • Para você é fácil ficar olhando e até cobiçar alguém na rua, no trabalho? Alguém que não seja seu cônjuge é mais interessante e envolvente? Algo além de seu cônjuge lhe seduz? Bem... É hora de avaliar isso, se você não controla seus apetites e paixões, você facilmente será enredado em qualquer armadilha, onde cometer o adultério será questão apenas de tempo.

  • É preciso muito autocontrole de sua parte, não se envolver ou se deixar levar por algumas situações que “pareçam” prazerosas. Elas colocam toda uma vida em risco, sua família sofrerá com qualquer decisão errada que você venha a tomar e as consequências sempre serão desastrosas.

  • Meu pai uma vez me disse que o divórcio sempre é uma decisão ruim. Muitos saem feridos e machucados, há sempre muita dor, os filhos sofrem. A família sempre acaba perdendo e no fim da vida você percebe que essa decisão só seria válida quando não houvesse mais saída, não sendo o caso, toda busca para salvar o casamento e resgatá-lo é válida!

  • 5. Faça uma autoavaliação do que necessita mudar e melhorar

  • Todos temos muito o que melhorar e modificar em nossas próprias atitudes. Isso requer de nós paciência, mas também agilidade e ação ao mesmo tempo. Protelar, adiar, deixar para depois, só dificultará a busca e conquista do crescimento e felicidade verdadeira dentro do maior laço: o familiar.

  • 6. Valorize o elo familiar

  • Passe mais tempo com a família, saia mais com seus filhos, priorize essa convivência, os momentos de refeição que desfrutam juntos, o acordar pela manhã com um beijo nos lábios e o sorriso para o cônjuge. Abrace com mais entusiasmo e jamais se despeça com raiva e ressentimentos, esse é um método que tenho utilizado em meu próprio casamento e como tem dado certo.

  • 7. Os olhos

  • Já diz o ditado que os olhos são as janelas da alma, portanto se você direciona seus olhos para coisas salutares e dignas, sua alma se encherá de nobreza e será capacitada com maior força, produzindo em si um desejo constante de fazer o que é correto.

  • 8. Arrependa-se dos erros e não volte a cometê-los

  • Cometeu erros graves no relacionamento? Então o único bálsamo que trará paz e harmonia dentro do casamento é o arrependimento e mudança de conduta.

  • Aliás, ser verdadeiro com seu cônjuge será a melhor decisão, ainda que seja penoso contar algum deslize, fraqueza ou ato. Se você quer mudar e ser realmente feliz com quem escolheu, é preciso ser honesto, saber conversar, ainda que seja uma decisão difícil.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

8 ferramentas para ser mais fiel ao cônjuge

Veja como ser mais fiel ao seu cônjuge e assim mais feliz em seu casamento!
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr