4 maneiras fáceis de planejar financeiramente a vinda de um bebê

Aprenda 4 maneiras que lhe ajudarão com controle e disciplina a fazer da chegada do seu bebê um momento mágico e sem preocupações financeiras.

15,620 views   |   20 shares
  • Ter um bebê pode ser o sonho de muita gente, mas engana-se quem acha que não precisa se planejar financeiramente. Existem situações em que a gravidez é inesperada e consequentemente o tempo para se preparar fica mais curto, mas mesmo assim irá requerer alguma preparação, mesmo que essa preparação comece assim que vocês souberem que estão grávidos.

  • Para aqueles que são mais precavidos, quando decidem que chegou a hora de aumentar a família, já devem ter um plano de ação que cuida do lado financeiro.

  • Ter um bebê implica em muitos gastos com enxoval, fraldas, leite, remédios, escola etc.

  • Se o casal fizer um planejamento financeiro consciente poderá aproveitar esse momento mágico sem maiores preocupações com a questão financeira.

  • Quando não há nenhum planejamento e se vai vivendo como disse o sambista Zeca Pagodinho "deixa a vida me levar",pode ser que algumas situações negativas ocorram e o casal acaba por deixar de curtir preciosos momentos por problemas financeiros.

  • É importante salientar que durante a gravidez 20% do orçamento familiar fica comprometido com cuidados destinados à criança. No primeiro ano de vida essa porcentagem sobe para 25% e vai aumentando conforme a criança vai crescendo.

  • Planejamento financeiro, o que é?

  • Segundo o SEBRAE, planejar significa traçar metas, elaborar planos direcionados ao projeto que se almeja pôr em prática.

  • Então, se o projeto é ter um filho você precisará traçar metas que lhe Possibilitarão a realização desse projeto de forma satisfatória.

  • Planejamento financeiro, como fazer?

    1. O primeiro ponto a ser considerado é avaliar quanto tempo você tem até a chegada do bebê, essa informação será crucial para se estabelecer as metas.

    2. Digamos que você planeja começar a tentativa de engravidar daqui a um ano, então serão 12 meses para juntar algum dinheiro. Uma boa dica, segundo o consultor Reinaldo Domingos, seria o casal destinar o equivalente a 10% da renda mensal e esse hábito deve continuar sempre, ter uma reserva financeira é imprescindível.

    3. Durante a gestação os gastos aumentarão para cerca de 20%, então o ideal nesse caso é aproveitar todos os recursos disponíveis para economizar. O chá de bebê é uma ótima oportunidade. Quando eu estava grávida do meu primeiro filho fiz um chá de fraldas e não precisei gastar com esse ítem durante todo o primeiro ano do meu filho.

    4. Outra dica legal é aproveitar móveis, você pode reciclá-los, assim dá um charme todo especial e será bem mais econômico.

  • Advertisement
  • Com controle e disciplina a chegada do seu bebê pode ser um momento mágico e sem preocupações financeiras.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

4 maneiras fáceis de planejar financeiramente a vinda de um bebê

Aprenda 4 maneiras que lhe ajudarão com controle e disciplina a fazer da chegada do seu bebê um momento mágico e sem preocupações financeiras.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr