Cuidados adequados para os diferentes animais de estimação

Dicas para cuidar dos diferentes animais de estimação como alimentação, higiene bucal, banho, identificação entre outros.

1,405 views   |   shares
  • Um novo filhotinho, seja ele um cachorrinho, um gatinho ou ainda um pássaro geralmente é a alegria de nosso lar.

  • Todo animal necessita de cuidados, atenção e carinho. É mais um membro da família, e não exigem muito, apenas dedicação e amor. Não pedem muito em troca e são sempre uma companhia muito agradável.

  • Existe uma infinidade de animais que podem ser escolhidos para trazer ainda mais alegria ao lar. Veremos alguns cuidados com cada um deles e o que é necessário para trazer mais conforto ao animalzinho, segurança e prevenção ao dono.

  • 1- Escolha da espécie e raça

  • Esse é o primeiro passo. É importante buscar e pesquisar qual a melhor espécie e raça para cada família, adaptação, temperamento, todos os pontos positivos e negativos evitando ser pego despreparado no futuro.

  • 2- Espaço

  • O espaço também influirá muito. Se a família mora em apartamento, o melhor são raças menores. Existe uma infinidades delas: Yorkshire Terrier, Lhasa Apso, Poodles Toy, Shitzu. E ainda gatos, coelhos, hamsters, porquinhos-da-índia, pássaros, entre outros.

  • 3- Nome

  • Todo animal precisa de um nome. Lembre-se de escolher um nome em que todos da família gostem, evite nomes muito difíceis de ser pronunciados ou longos demais. Os cachorros, principalmente, associam mais rápido nomes menores.

  • 4- Alimentação

  • A alimentação é essencial para a nutrição e sobrevivência animal, procure dar alimentos compatíveis com cada raça, exemplo:

  • Pássaros

    • Alpiste, sementes de girassol, algumas folhas como alface, acelga, tomate, vai depender de cada espécie de pássaro.
  • Cães e gatos

    • Comem ração, alguns veterinários preferem recomendar uma alimentação mais saudável como arroz, verduras e carnes magras bem cozidas, inclusive quando o animal está doente ou debilitado e não sente-se atraídos pela ração costumeira.
  • Coelhos e hamster

    • Para eles existe tanto ração, como sementes, folhas e verduras, como a famosa cenoura, eles gostam muito dos talos das leguminosas e verduras, que podem ser dadas se bem higienizadas com água e sabão.
  • 5- Produtos para higiene

  • Algumas pessoas gostam de usar produtos para dar cheiro aos animais como os perfumes, xampus, cremes, sabonetes, entre outros. Mas deve ser levado em consideração se o animal tem alergia, e caso não tenha, é importante não fazer uso frequente e demasiado desses produtos para que não venha a desenvolver nenhuma dermatite (problemas de pele), ou alergia, já que seu olfato é muito sensível.

  • Advertisement
  • Alguns sinais demonstram que o animal irritou-se com a loção passada: Fungar muito, espirro, engasgo, o animal roça o corpo em paredes, panos e sofás, escorrimento demasiado no nariz, olhos lacrimejantes, vômito ou diarreia, esses podem ser um dos sinais que o animal não aceita bem o produto. O melhor é levá-lo ao veterinário e procurar produtos menos ofensivos, antialérgicos e a confirmação dos sintomas, que só pode ser feita através de exames laboratoriais. Vale lembrar que todo e qualquer produto de higiene deve ser especial para animais: neutro e hipoalergênico.

  • 6- Banhos

  • Os banhos são importantes para deixar seus bichinhos mais limpos e saudáveis. O melhor é consultar um veterinário assim que o animal vier para o seu lar para aprender a melhor opção para aquela espécie. Por exemplo:

  • Coelhos

    • O mais seguro é limpar o coelhinho com toalhinhas vendidas nos pet shops ou com uma toalha úmida em temperatura morna, mas não é preciso ensopar a toalha, assim limpa o coelho sem o matar ou constipar. Os coelhos devem ser limpos com muito cuidado. Se houver dúvidas procure atendimento veterinário, pois os coelhos são demasiado sensíveis às temperaturas apesar do espesso pelo.
  • Pássaros

    • Basta que você sempre troque a água dos pássaros que eles mesmos se refrescam quando sentem necessidade.
  • Gatos

    • Os gatos estão sempre lambendo seus pelos, isso é uma forma que eles utilizam para tomar banho, porém é também preciso dar banho neles, para evitar fungos e bactérias que podem alojar-se na pele por falta de limpeza, parasitas e bolas de pelo que vão parar no estômago. Os banhos devem ser dados pelo menos uma vez por mês. "Como os gatos têm o olfato mais sensível que os cães, perfumes podem desencadear crises de asma ou bronquites", diz a veterinária Fernanda Fragata em uma matéria publicada pela revista Saúde.
  • Sendo de qualquer raça ou espécie, ao dar banho, muito cuidado com olhos, ouvidos, boca e nariz, pois caso entre água nos ouvidos pode causar inflamações.

  • 7- Higiene bucal

  • A higiene bucal é importante nos animais para evitar tártaro, cáries e problemas como mau hálito. Assim como os seres humanos, os animais precisam desses cuidados para ter qualidade de vida. A escova e a pasta de dente devem ser compradas com indicação veterinária.

  • Advertisement
  • 8- Identificação

  • Nos apegamos aos nossos filhotes e os queremos sempre por perto, mas às vezes podemos nos deparar com fugas repentinas. Parece que alguns adoram fazer esse tipo de coisa, dando susto em seus donos. No entanto, existem soluções para isso como a coleira com identificação onde constam endereço e telefone de contato dos donos, existe também um microchip que é implantado na pele do animal, caso ele se perca os donos tem como localizar sua posição através do chip.

  • 9- Segurança animal

  • É importante saber o que pode trazer riscos à vida de seu animalzinho, principalmente se eles são ainda filhotinhos. Pois são como bebezinhos, só vão entender o que você ensinar. Então cuidado com as piscinas sem a tela e cobertura de proteção, se ele for muito pequeno, pode cair e afogar-se; ou com plantas venenosas como a famosa comigo-ninguém-pode. Como gostam de morder tudo o que veem pela frente, podem comer uma planta venenosa e intoxicar-se.

  • 10- Adestramento e local das necessidades

  • É importante que desde pequenos saibam onde devem fazer suas necessidades. Dependendo do animal pode-se usar jornais, areia, feno ou pó de serra. A paciência servirá de grande ajuda, pois alguns filhotes aprendem rápido outros demoram mais. Quando fizerem suas necessidades em locais errados não é preciso bater no animal, agindo com violência. Limpe e desinfete o local e fale em alta voz repreendendo-o. Ele entenderá que fez algo errado e que seu dono não aprovou. Quando fizer algo correto, o dono deve parabenizá-lo, incentivando-o a manter aquele hábito, pode dar carinho ou petisco como recompensa.

  • 11- Vitaminas e antivermífugos

  • A introdução de vitaminas é importante para manter a saúde animal, principalmente se é uma fêmea que acabou de ganhar filhotinhos. Mas todo animal deve, vez ou outra, segundo orientação do veterinário, ingerir vitaminas, baseadas no peso dele. Os remédios antivermífugos ajudam a combater ou erradicar a infestação dos vermes que podem ter. É importante saber que se o animal estiver com verminose e não for tratado pode vir a falecer, então é melhor prevenir-se. Alguns sinais podem ser notados como muita remela nos olhos, fadiga, apatia, vômitos ou diarreias. Isso não quer dizer que um desses sintomas definirá ser verminose, o melhor, se houver dúvidas de qualquer tipo, é consultar o especialista animal e tratar o mais breve possível.

  • 12- Vacinas

  • É essencial para o equilíbrio na saúde do animal e segurança da família o controle das vacinas e estar atentos aos tipos e datas de revacinação. Todo ano os animais devem ser vacinados. Existem vacinas contra a raiva e também contra algumas viroses como a parvovírose, cinomose, hepatite, adenovírus, entre outras. Não é preciso assustar-se, as vacinas são completas e feitas para evitar essas doenças, a maioria nem é transmitida para o homem, mas é imprescindível para o bem-estar do animal. Porém, se não evitados e combatidos, podem vir a matá-lo ou deixar sequelas para toda vida. Essas vacinas custam em torno de R$ 30,00 cada aplicação. Quando filhotinho, será necessário 03 aplicações; já quando adulto, de 01-02 vezes ao ano. O governo também faz campanhas de vacinação contra a raiva, e a vacina distribuída aos animais é gratuita, mas o cão e gato só devem receber a vacina contra raiva a partir dos 3 meses de idade aproximadamente.

  • Advertisement
  • 13- Amor e tempo

  • Um amigo como um bichinho, podendo ser um cachorro, um gato, passarinho, coelho ou hamster, pode ser uma boa fonte de amor e companhia em seu lar. Além de tudo o que ele dá à você como, carinho, atenção e sendo uma boa companhia, ele também precisa de retribuição em forma de cuidados e passeios.

  • Cuide bem de seu animal e ele cuidará de você.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

Cuidados adequados para os diferentes animais de estimação

Dicas para cuidar dos diferentes animais de estimação como alimentação, higiene bucal, banho, identificação entre outros.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr