Aprendendo e ensinando: como ser uma mãe melhor

Aprendendo com a bagagem que trazemos da nossa criação e com o erros do dia a dia, para não repeti-los.

2,360 views   |   2 shares
  • Uma sensação maravilhosa

  • Ser mãe é algo maravilhoso e indescritível. Uma sensação de preenchimento e de satisfação. Lembro-me muito bem até hoje quando meu filho nasceu, e já fazem oito anos; da minha alegria daquele momento único de celebração da vida.

  • Conflitos e expectativas

  • Pensando neste momento, me lembro de todos os medos, conflitos e expectativas que foram geradas. Uma mistura de várias emoções e, é claro, da responsabilidade de criar aquele bebê inofensivo até se tornar um adulto responsável por sua vida.

  • Como começar esta jornada e dar seguimento até seu filho completar a maturidade? O primeiro que pensamos inevitavelmente, é sobre toda a bagagem que trazemos da nossa criação; como crescemos e, logicamente, como não queremos cometer os mesmos erros dos nossos pais. Os bons ensinamentos, os bons exemplos que tivemos deles, já fazem parte dos nossos valores e princípios; e aquelas experiências que não foram tão boas, queremos mudar e proporcionar algo melhor aos nossos filhos.

  • Aprender com o dia a dia

  • Ser uma mãe melhor é aprender no dia a dia com os próprios erros. Afinal, não existe uma regra que se aplique a todos. Vivenciando os erros, aprendemos não somente a sermos melhores mães, mas também crescemos como indivíduo. Principalmente as mães de primeira viagem, desconhecem muitas coisas das etapas de crescimento das crianças. E para todas nós em geral, cada etapa é uma descoberta, e aprendemos a lidar com ela em tempo real.

  • Leitura e conhecimento de cada etapa

  • Procuro sempre ler a respeito das atitudes e comportamentos correspondentes a idade do meu filho, tenho aquele livro da Larousse com todas as etapas do crescimento das crianças, inclusive a adolescência; e elucida de forma bastante clara o que nos espera e como devemos agir diante de determinados desafios.

  • A leitura em geral, a própria busca na internet sobre temas pertinentes a idade do nosso filho, nos ajuda a aprender sobre determinado assunto e como lidar com ele.

  • Questiono-me muito, o tempo todo, de como poderia ser uma mãe melhor para meu filho.

  • Aprendo com ele o tempo todo, o que me dá lições muito ricas. As crianças têm o dom da inocência e do aprendizado natural, com isso eles não têm preconceito nem pré-julgamentos de coisas que não sabem, nem de pessoas. São francos, transparentes, não conseguem mentir, não é mesmo? Conseguem se concentrar nem que seja por alguns segundos totalmente naquela brincadeira, naquele jogo, e como aprendem rapidamente tudo. Percebendo tudo isso, procuro não influenciar seu aprendizado fora da escola, o deixo livre para sua busca, mas sempre questiono qual foi a lição que aprendeu com aquela atividade.

  • Advertisement
  • Encontrar o equilíbrio

  • Encontrar o equilíbrio entre o amor, o carinho, os exemplos positivos e de valores e os limites; é a grande equação a ser seguida por todas.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Márcia Diniz é Wellness, Professional & Mental Fitness Coach.

Proprietária da MD Coaching em São Paulo. Formada pela Sociedade Brasileira de Coaching, membro do The Inner Game School of Coaching e da ICF.

Aprendendo e ensinando: como ser uma mãe melhor

Aprendendo com a bagagem que trazemos da nossa criação e com o erros do dia a dia, para não repeti-los.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr