Como o Evangelho de Cristo nos ajuda a sermos bons pais

Temos a incumbência de cuidar e proteger os filhos de Deus que nos foram confiados na mortalidade. Veja como o Evangelho de Cristo nos ajuda nessa missão.

2,496 views   |   5 shares
  • Vivemos numa época de mudanças aceleradas. Em poucas décadas, a humanidade experimentou transformações que nunca provou em toda a sua história. Obviamente, uma descoberta leva à outra. O desenvolvimento industrial, dos meios de transporte e de comunicação, entre outros, sofreram inovações espantosas. As tecnologias mudam tão rapidamente que mal podemos nos acostumar com as novidades – em pouco tempo já estão obsoletas.

  • Uma preocupação, porém, ocupa as nossas mentes: o que fazer para impedir que os valores morais e espirituais se tornem obsoletos?

  • Sobre isso, Élder L. Tom Perry disse: “Com todas as rápidas mudanças que ocorrem a nossa volta, trabalhamos e oramos sinceramente para garantir que os valores do evangelho de Jesus Cristo sejam preservados. Alguns deles já estão sob risco de se perderem. No topo da lista desses valores, sendo, portanto, os principais alvos do adversário, estão a santidade do casamento e a importância central da família. Eles proveem uma âncora e o porto seguro do lar onde cada filho do amoroso Pai Celestial pode ser influenciado para o bem e adquirir valores eternos.”

  • O Plano de Salvação de nosso Pai Celestial continua o mesmo. O Evangelho deve ser preservado de qualquer “modernização”. Os pais ainda têm a obrigação de alimentar, educar e guiar seus filhos no caminho da retidão.

  • Diante das constantes transformações do mundo, como assegurar que nossos filhos permaneçam no caminho estreito e apertado que conduz de volta ao lar celestial? Como o imutável Evangelho de Cristo pode nos ajudar nessa missão? Veja a seguir:

  • Casando-nos

  • A união entre homem e mulher, legal e legitimamente casados, ainda é e sempre será o modelo divino de casamento. De igual maneira, constituir uma família e ter filhos sempre será um mandamento, conforme dado a Adão e Eva no Éden. Os filhos nascidos desse casamento encontrarão uma segurança que não pode ser encontrada em nenhum outro lugar.

  • Considerando o ensino do Evangelho no lar uma responsabilidade

  • Não podemos nos esquivar da responsabilidade de ensinar o Evangelho aos nossos filhos. Esses ensinamentos estão se tornando cada vez mais necessários no mundo atual. Nossos filhos estão na mira do maligno. Precisamos proporcionar-lhes uma proteção espiritual.

  • Pedindo orientação do Senhor em seu chamado como pais

  • Advertisement
  • Muitas vezes, sentimo-nos impotentes diante de situações difíceis relacionadas à paternidade ou maternidade. Cada etapa da vida de um filho vem acompanhada de surpresas e dificuldades. Precisamos da ajuda do Senhor para saber como ajudá-los e orientá-los corretamente.

  • Passando momentos especiais em família

  • Precisamos, regularmente, tirar um tempo para fazer coisas juntos. Esse tempo pode ser dedicado ao lazer, ao trabalho, ao aprendizado secular e espiritual e à adoração. Passear, assistir um filme, ir a uma partida esportiva, fazer uma faxina, cuidar do jardim, orar, ler as escrituras sagradas e ir à igreja são coisas que, quando feitas em conjunto, tornam as relações familiares mais estreitas.

  • Uma atitude simples como sentar diariamente à mesa para fazer, pelo menos, uma das refeições diárias juntos produz resultados surpreendentes nas relações familiares.

  • Quando uma família é unida, os filhos tenderão a valorizar mais os conselhos dos pais e a colocar em prática o que têm sido ensinados e aconselhados a fazer.

  • Definindo regras familiares claras

  • As regras familiares são um suporte importante para o bom andamento de um lar. Regras bem definidas orientam toda a família, especialmente, as crianças e jovens. No artigo 5 regras que você tem que ter em casa, encontramos alguns exemplos. Outras regras podem estar relacionadas à nossa crença religiosa. Podemos incluir a observância dos mandamentos, o cuidado com o corpo e o que deve ou não ser ingerido, por exemplo.

  • Criando tradições familiares

  • Podemos criar tradições que se tornarão o selo da nossa família. Essas tradições serão perpetuadas de geração em geração e serão como um legado familiar. Elas podem estar relacionadas a alguns ensinamentos do Evangelho, como, por exemplo, o serviço ao próximo. Uma sugestão é preparar uma cesta de natal para doar a uma família carente todos os anos. É um tipo de ação marcante, tanto para quem dá quanto para quem recebe, e é uma lição prática de como o Evangelho de Cristo traz felicidade.

  • O Senhor confiou-nos o cuidado de Seus filhos na mortalidade. Eles serão nossos na eternidade se cumprirmos bem nossas responsabilidades. É nosso dever fazer o melhor que pudermos para ajudá-los a entender que os assuntos da eternidade são como sempre foram: sagrados.

  • Advertisement
  • Que a modernidade continue melhorando a nossa vida em vários aspectos. Todavia, lutemos para que ideias distorcidas e equivocadas a respeito das relações familiares não passem por cima daquilo que consideramos eterno e imutável. Se basearmos nossos valores no Evangelho de Jesus Cristo estaremos protegidos contra ideias que podem contaminar a nossa forma de pensar, ver e nos relacionar com o que é eterno.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Como o Evangelho de Cristo nos ajuda a sermos bons pais

Temos a incumbência de cuidar e proteger os filhos de Deus que nos foram confiados na mortalidade. Veja como o Evangelho de Cristo nos ajuda nessa missão.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr