Como perdoar quando sua esposa teve um caso

Perdoar é sempre a melhor opção, mas mesmo perdoando você tem duas escolhas a fazer: manter ou não seu casamento.

12,193 views   |   73 shares
  • Nem sempre uma traição significa o fim de tudo, embora no início possa parecer que sim. É natural que no primeiro momento sua vontade seja de terminar com tudo, de ir embora, dar novo rumo à vida. Mas qualquer atitude precipitada pode se reverter em grande arrependimento; melhor mesmo é deixar passar o choque antes de qualquer decisão.

  • 1. Perdoar

  • Acredito que perdoar seja sempre a melhor opção, afinal pelo perdão descarregamos grande peso emocional. Entretanto, perdoar não significa continuar junto. Assim, mesmo perdoando você tem duas escolhas a fazer: romper ou manter seu casamento. O importante é que você avalie a situação com muito cuidado.

  • 2. Separação

  • Se você optar pela separação, procure agir de forma a tornar essa situação o menos difícil possível. O fim de um relacionamento é sempre triste e frustrante, pois representa o fim de sonhos, de expectativas e ilusões que foram inspiradas nessa união. Se a sua opção for separar-se de sua esposa, quanto mais distante você conseguir ficar dela melhor; isso facilita certamente a distância emocional que você precisa para reconstruir a sua vida.

  • 3. Reconstruir a relação

  • . Mas se ainda existe entre vocês afetividade, você poderia estar considerando a segunda hipótese; ou seja, perdoar e reconstruir essa relação. Não se trata de acomodar-se numa relação que não satisfaz e nem de perdoar indistintamente. A indulgência representa uma postura que poderá resultar em vantagens psicológicas individuais e para o casal. É preciso olhar a relação com outros olhos e considerar o que pode ser melhorado. Se o casal consegue ver além da traição, pode refazer o vínculo e crescer com a crise.

  • É equivocada, ainda, a ideia de que perdoando você perderá o respeito de sua esposa, o mais comum é que aconteça exatamente o contrário; esposas infiéis costumam dar valor a essa capacidade do parceiro, o que pode modificar de modo positivo a essência do vínculo. Perdoar é uma demonstração de força interna e de capacidade de reformulação. É preciso avaliar bem a situação, o medo de parecer bobo ou coisa assim pode atrapalhar o projeto que você tem em mente.

  • 4. Retomada da confiança

  • A retomada da confiança é necessária na edificação dessa nova relação, porque a relação nunca mais será a mesma e, nesse caso, é melhor que não seja mesmo. Após uma traição, a pessoa tem a oportunidade de direcionar a relação à realidade e abandonar ilusões, podendo até perceber que desprezou indícios da infidelidade por confiar cegamente. O caminho para reconquistar a confiança é longo e delicado, mas é absolutamente possível trilhá-lo. E de mais a mais, mesmo nas melhores relações, ninguém exerce controle sobre a outra pessoa e, portanto, não existem garantias eternas de fidelidade em nenhuma relação.

  • Advertisement
  • 5. Trabalhar a autoestima

  • É muito importante também que você não se culpe, mesmo que o casamento de vocês estivesse ruim, nada justifica uma traição. E, de mais a mais, a infidelidade é sempre fruto da fraqueza, insegurança, vício comportamental e de uma gama de questionamentos pessoais da pessoa. Assim, mesmo o cônjuge fiel tendo investido muito no casamento, não pode impedir que o outro tenha um envolvimento extraconjugal por causa de seus próprios problemas.

  • Outro fator fundamental é ter em mente que perdoar não é esquecer, o que está gravado na memória não há como ser simplesmente apagado. Mas essa impossibilidade pode se transformar numa coisa positiva, afinal, mesmo sendo dramática, a experiência é válida e você, certamente, crescerá com ela. Entretanto, cuidado para não cair na tentação de ruminar o episódio a cada discussão, pois isso pode condenar a sua intenção de manter seu casamento. Apegue-se no que sua esposa tem de bom, naquilo que você admira nela; ela não perdeu todas as qualidades por cair nesse deslize.

  • Por fim, não se iniba em procurar ajuda profissional caso não esteja conseguindo agir da forma que considera mais apropriada na realização de seu propósito. O importante é que você consiga superar esse trauma, crescer e encontrar ainda mais satisfação na vida.

  • Acredite: você pode e, acima de tudo, merece!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Como perdoar quando sua esposa teve um caso

Perdoar é sempre a melhor opção, mas mesmo perdoando você tem duas escolhas a fazer: manter ou não seu casamento.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr