Não espere o outro tomar a iniciativa de salvar seu casamento: Tome você!

Muitas vezes tudo o que um casamento precisa é que um dos cônjuges tome a iniciativa de buscar salvá-lo.

88,251 views   |   480 shares
  • Muitos conflitos conjugais tomam grande dimensão pela inabilidade dos cônjuges para o diálogo e a conciliação. Movidos por emoções como a raiva, a rejeição e o ressentimento fecham-se cada vez mais dentro de si mesmos e se afastam um do outro. Sofrimentos inenarráveis acontecem a partir disso!

  • O casal perde muito quando se isola um do outro, pois deixa de dividir a vida e bloqueia a comunicação. Assim não há como se entenderem e é nessa situação que se encontram muitas pessoas que mesmo amando seus cônjuges não sabem como salvar o próprio casamento.

  • Se esse é o seu caso, acredite: você pode mudar essa situação, tome você essa iniciativa!

  • Quando tomar a iniciativa de salvar seu casamento

  • Não espere que seu cônjuge procure entender você; busque por si analisar seus sentimentos e o porquê de muitas vezes agir de forma a complicar a situação entre vocês. Questione interiormente quantas vezes você age e depois se arrepende, o que move você, quais são seus sentimentos. Lembre-se de que ninguém poderá fazer por você o trabalho que lhe compete de autoconhecimento.

  • Procure analisar qual a razão de se envolver em emoções destrutivas; veja que elas não lhe ajudam em nada e ainda promovem um círculo vicioso muito perigoso em sua relação. Se você não sente satisfação no casamento, tem ressentimentos e se envolve em rejeição, é bem provável que seu cônjuge esteja sentindo a mesma coisa.

  • Aplique o melhor da comunicação e assertividade

  • Se seu casamento está em zona de risco, culpar seu cônjuge não vai ajudar em nada e ainda vai aumentar a sua irritabilidade. Procure equilibrar seus pensamentos, pois, eles são motivadores das suas ações e uma relação amorosa é sempre construída a dois. Trocando pensamentos hostis por amigáveis você estará colaborando positivamente no sentido de harmonizar o relacionamento.

  • Mantenha a calma

  • Quanto mais complicada é a situação, maior a necessidade de manter a calma. Gritos, discussões ou mesmo o desprezo só irão piorar ainda mais as coisas. Sendo assim, inicie o processo de salvar o seu casamento a partir da serenidade em suas próprias atitudes.

  • Mesmo quando exista a necessidade da crítica, aja com afetividade. Ninguém gosta de ser criticado, assim, busque expressar o que desagrada você de forma a não causar qualquer tipo de humilhação. Expresse seu desejo de entendimento entre vocês com carinho e peça a ajuda de seu cônjuge, afinal, ele também tem que participar disso. Com respeito de ambas as partes a compreensão será possível.

  • Advertisement
  • Retome o diálogo usando empatia

  • Busque retomar o diálogo, não aceite qualquer tipo de provocação para uma nova briga. Fale com seu cônjuge, mas acima de tudo, ouça o que ele disser com o intuito de entendê-lo. Muitas pessoas têm tanta dificuldade em expressar seus sentimentos que acabam fazendo de forma equivocada, mas diante de alguém disposto a entender, desarmam-se e tomam coragem de expor o que realmente lhes vai à alma. Compreenda; simples assim!

  • Mude a si mesmo

  • Você não tem o poder de operar transformações em seu cônjuge, mas pode e deve operá-las em si mesmo. Dessa forma, você poderá inspirá-lo a também promover a mudança necessária para que a harmonia se faça entre vocês. Considere que mais importante do que ter razão é sentir satisfação interior e, de mais a mais, ninguém tem razão em tudo, não é mesmo?

  • Tomando a iniciativa da reconciliação, você se surpreenderá com a reação de seu cônjuge, pois é bem possível que seja isso mesmo que ele quer, mas não sabe como fazer.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Não espere o outro tomar a iniciativa de salvar seu casamento: Tome você!

Muitas vezes tudo o que um casamento precisa é que um dos cônjuges tome a iniciativa de buscar salvá-lo.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr