Não sabe o que fazer para o jantar? 6 passos para planejar o cardápio da família

Usar um cardápio familiar planejado ajuda na economia de dinheiro. Tudo o que se necessita é de disciplina, metas realistas e criatividade.

1,940 views   |   shares
  • Usar um cardápio familiar planejado economiza dinheiro, alivia o estresse e não é difícil como alguns possam acreditar. Tudo o que se precisa é de disciplina, metas realistas e criatividade.

  • Estes seis passos simples ajudarão qualquer família, com qualquer orçamento, a criar um cardápio para tornar as refeições em casa mais fáceis.

  • 1. Faça um inventário

  • : Olhe em sua cozinha para o que você tiver na mão. Isso também lhe dará a chance de passar e descartar quaisquer produtos com datas vencidas que estejam tomando espaço na prateleira de seus armários ou cozinha. Além disso, procure os livros de receitas disponíveis. À medida em que passar por seus armários e despensa, faça uma lista do que tiver que possa ser incorporado em refeições saudáveis e simples. Junto com isso, passe pelos livros de receitas e pelas receitas que tiver e procure pelos ingredientes típicos que elas exigirem. Tenha em mente os tipos de refeições que sua família come regularmente e considere maneiras de torná-las mais saudáveis. Uma vez que isso seja feito, esta é a parte mais demorada do desenvolvimento de um cardápio saudável - mas é uma necessidade importante, uma vez que queira saber o que tem em mãos e quais receitas poderá colocar no seu planejamento de cardápio.

  • 2. Crie um cardápio de duas semanas

  • : Há muitas maneiras de fazer isso. Muitos programas de computador, como o MS Outlook, têm calendários que funcionam bem para o planejamento de cardápio. Depois de fazer o inventário de todos os itens em sua despensa e prateleiras, pense em receitas saudáveis que utilizem atualmente o que você tem na mão. Com os livros de receitas favoritas na mão, procure pelas receitas específicas e veja quais os ingredientes que são necessários. Se você precisar comprar dois ou três itens, mas tiver a maioria dos ingredientes, inclua essas receitas em seu cardápio de duas semanas. Você então utilizará os alimentos que tem em sua despensa em vez de desperdiçá-los. Esse planejamento também ajudará a diminuir a conta do supermercado, incorporando o que você já tem em casa.

  • 3. Controle da porção e das sobras

  • : Lembre-se, uma alimentação saudável não é apenas a respeito de dieta e perda de peso. É também o controle das porções. Além disso, esteja ciente de quanto alimento realmente está sendo desperdiçado. Por exemplo, você compra um lote de produtos, só para ter que limpar a geladeira e jogar tudo fora? Coloca as sobras no frigorífico, só para voltar e ver um projeto científico bem encaminhado?

  • Advertisement
  • O desperdício de alimentos no Brasil é estimado entre 1 bilhão de reais por ano, o suficiente para alimentar 500.000 famílias. Para evitar o desperdício de alimentos, o controle das porções é muito importante. Um dos melhores recursos para consultar (e você pode colocar isso em sua geladeira) é uma placa de porcionamento. Esta dica vem do site WebMD e dá a quantidade adequada de alimentos que devem ser colocados no prato. Além de evitar o desperdício de alimentos em casa, você ficará aliviado ao perceber que sua conta de supermercado não será mais um holocausto nuclear saindo de sua conta bancária agonizante. O que isto significa, simplesmente, é que quando se começa a comprar os itens do cardápio, se gasta realmente menos no supermercado.

  • 4. Faça mudanças e introduza novos pratos

  • : Consistência é sempre bom, principalmente quando se tratar de poupar dinheiro e desenvolver um planejamento sólido de um cardápio saudável. No entanto, nunca se limite às mesmas entradas em cada refeição. Mude um pouco o cardápio e procure novos itens que possam ser incorporados com o que se tem em mãos e que seja barato para comprar. Consulte livros de culinária, sites, jornais locais, e até mesmo amigos para encontrar novas receitas. Mesmo assim, você poderá alterar a receita em si para criar um prato inteiramente novo.

  • 5. Crie pratos adicionais a partir de uma refeição

  • Isso é bom quando há sobras. Fez peitos de frango demais? Corte os peitos de frango cozidos em forma de cubos e faça sanduíches de salada de frango para o almoço do dia seguinte, ou melhor ainda, omeletes de frango. Sobrou purê de batatas? Pegue a receita favorita de escondidinho de carne moída com batatas de sua mãe ou avó. Reaproveitar as sobras em um item de cardápio diferente ajudará a poupar dinheiro e a colocar mais itens no cardápio. E a melhor maneira de alcançar este objetivo é incluí-lo em seu planejamento de refeições. Por exemplo, faça arroz, frango e brócolis para o jantar, e saiba que haverá sobras de frango, arroz e brócolis - então redirecione cada item em duas ou três refeições separadas. Do frango poderá sair um sanduíche de salada de frango para o almoço, do arroz poderá ser feita uma sobremesa de pudim de arroz para a noite seguinte, do brócolis poderá ser feita uma sopa caseira de creme de brócolis com o sanduíche de salada de frango.

  • Advertisement
  • 6. Desenvolva o seu armazenamento de alimentos

  • : Isto é muito mais fácil do que se poderia pensar. Cada vez que você fizer compras, adicione pequenas quantidades de itens não perecíveis para colocar em sua prateleira, na despensa ou armário. Desta forma, como você usa os itens de seu estoque, poderá facilmente substituí-los e garantir que haja produtos extras à disposição. Isto virá a calhar quando no decorrer da vida você não for capaz de comprar a mesma quantidade de alimentos que antes. Criar um armazenamento de alimentos ajuda a poupar dinheiro a longo prazo.

  • Esses seis passos funcionam com qualquer orçamento. Planejar um cardápio familiar acessível exige um pouco de tempo e disciplina. No entanto, uma vez que a consistência seja estabelecida, uma alimentação saudável torna-se acessível a qualquer tamanho de família e situação econômica.

  • Timothy Berman

  • Timothy Berman é um escritor freelance e bloga em www.mormonapologeticstudies.org

  • Traduzido e adaptado por Ana Maria Castellano do original Don't know what to make for dinner? 6 steps for planning a family menu, de Timothy Berman.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Timothy Berman é escritor freelance e escreve para o blog abaixo.

Website: http://www.mormonapologeticstudies.org

Não sabe o que fazer para o jantar? 6 passos para planejar o cardápio da família

Usar um cardápio familiar planejado ajuda na economia de dinheiro. Tudo o que se necessita é de disciplina, metas realistas e criatividade.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr