Como ensinar as crianças com diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2, que antes era uma doença de adultos, está fazendo cada vez mais vítimas entre crianças e adolescentes. Vejas suas principais causas e como orientar a criança sobre a doença.

923 views   |   shares
  • Em torno de 90% dos portadores de diabetes têm a tipo 2. Essa, até há bem pouco tempo, era uma doença de adultos. Há algumas décadas, somente 3% das crianças com diabetes tinham a tipo 2. Hoje em dia, porém, esse índice subiu para assustadores 30%. Em adolescentes a situação é ainda mais alarmante, os casos de diabetes tipo 2 ultrapassam 45%. É um fenômeno novo que está ocorrendo.

  • O que antigamente era bonitinho de se ver, uma criança gordinha, hoje é um fator que gera grandes preocupações. O falecido médico endocrinologista Dr. Linneu Silveira, em entrevista ao Dr. Drauzio Varella, afirma que a criança gordinha deixou de ser considerada saudável "porque estamos entendendo melhor as consequências negativas do excesso de peso na infância, entre elas a incidência de diabetes tipo II e a puberdade precoce. Na maioria dos casos, quando o diabetes é diagnosticado numa pessoa gorda, já se instalaram sérios comprometimentos arteriais. Seu diagnóstico reflete a existência de um processo que inclui a queda do sistema de defesa e do HDL, o colesterol limpador das artérias. Combater a obesidade é conduta indispensável para prevenir esses problemas. "

  • O número de casos desse tipo de diabetes em crianças e adolescentes está crescendo na mesma medida que cresce o índice de obesidade infantil e juvenil. Apurou-se, recentemente, que 20% das crianças entre 5 e 9 anos estão acima do peso.

  • Vamos entender mais sobre essa doença:

  • Como age a diabetes tipo 2?

  • Ela afeta entre 60-90% das pessoas obesas. Ela incide mais sobre as pessoas com mais de 40 anos. Esse tipo de diabetes ocorre por dois motivos:

    • O pâncreas produz insulina normalmente, porém as células não conseguem metabolizar a glicose. Essa anomalia é conhecida como "resistência insulínica"

    • O organismo não produz insulina suficiente.

  • A insulina é um hormônio responsável por levar o açúcar para dentro das células. Quando não há insulina suficiente para fazer o trabalho, ou ela não é reconhecida, a glicose se acumula no sangue, então teremos essa doença que causa sérias complicações.

  • Advertisement
  • Quais as principais causas da diabetes tipo 2?

  • Fatores genéticos (hereditários).

    • Obesidade.

    • Sedentarismo.

    • Maus hábitos alimentares.

    • Privação do sono.

    • Estresse.

    • Desnutrição ou excesso de ganho de peso da mãe durante a gestação.

  • Quais seus principais sintomas?

    • Fadiga.

    • Aumento da sede e do apetite.

    • Vontade de urinar mais vezes.

    • Infecções frequentes.

    • Visão embaçada.

    • Dificuldade de cicatrização.

    • Dormência nos pés.

    • Furunculose.

  • Quais as principais complicações da doença?

    • Doenças cardiovasculares.

    • Disfunções cognitivas.

    • Disfunção erétil.

    • Complicações neurológicas.

    • Infecções glandulares.

    • Cegueira.

    • Amputação de membros.

  • O que ensinar a uma criança com diabetes do Tipo 2?

  • 1 - Ajude-a a entender a doença, o que é, quais os sintomas e quais os cuidados que ela precisa ter para se manter saudável.

  • 2 - Lembre-a de que ela poderá ter uma vida normal, desde que se cuide.

  • 3 - Ela pode aprender sozinha a testar e registrar sua glicemia, e a tomar medicamentos quando for necessário.

  • 4 - Ensine-a a apreciar os alimentos saudáveis. Fale sobre os seus benefícios e o que ela ganhará ao ingeri-los.

  • 5- Ensine-a a identificar os alimentos que fazem mal e rejeitá-los quando lhe são oferecidos.

  • 6 - Ela precisa se lembrar de comer pequenas porções várias vezes ao dia. É importante que ela tenha um cardápio definido pelo nutricionista. Ela deve vigiar-se para seguir o cardápio.

  • 7 - Dê-lhe instruções para que tome cuidado com as brincadeiras, evitando correr perigos desnecessários, que podem lhe causar cortes ou outros machucados.

  • 8 - Deixe que ela escolha uma atividade física para praticar. Se ela estiver muito acima do peso, o ideal é uma atividade com baixo impacto, como a hidroginástica. Se ela seguir a dieta corretamente e exercitar-se regularmente, ela emagrecerá. Ao perder peso e continuar com as mesmas práticas saudáveis, ela terá grandes chances de não precisar fazer uso de medicamento.

  • Uma criança com diabetes tipo 2 pode sentir-se inferiorizada por estar acima do peso e ainda por ter a doença. "As complicações e apreensões decorrentes de diabetes podem aumentar o risco de depressão", afirma Dra. Sherita Hill Golden, autora e professora associada de medicina na Universidade Jonhs Hopkins. A família tem um papel fundamental na manutenção do equilíbrio emocional da criança, pois a forma como ela lida com a situação influenciará a criança na aceitação ou negação da doença.

  • Advertisement
  • Leia também o artigo Como ensinar as crianças com diabetes tipo 1 para aprender as terminologias relacionadas à doença.

  • Fontes: Wikipédia, Sociedade Brasileira de Diabetes, Instituto da Criança com Diabetes, Blog de Educação em Diabetes, Dr. Drauzio Varella.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Como ensinar as crianças com diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2, que antes era uma doença de adultos, está fazendo cada vez mais vítimas entre crianças e adolescentes. Vejas suas principais causas e como orientar a criança sobre a doença.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr