6 atitudes para ter um casamento enraizado no amor

6 sugestões de como fazer o amor criar raízes a ponto de não sucumbir com o casamento rumo à rotina e a falta de interesse entre o casal.

40,199 views   |   15 shares
  • Quando somos jovens e nos casamos, o amor é o leme da relação. Os opostos que se atraíram rápida e facilmente, provavelmente serão o mesmo motivo para se repelirem mais tarde na mesma velocidade, ou seja, quando a rotina do dia a dia invade a vida a dois, os filhos chegam e as obrigações aumentam, o amor primeiro tende a ficar de lado muitas vezes, sobrecarregado de responsabilidades.

  • Aqui 6 sugestões de como fazer esse amor criar raízes a ponto de não sucumbir com o casamento rumo à rotina e a falta de interesse entre o casal:

  • 1. A responsabilidade é dos dois

  • Tanto você como seu cônjuge precisam estar cientes das responsabilidades e papéis que cada um assumirá, antes de casados. Ter boa atitude de forma a não deixar que coisas pequenas influam no relacionamento, mas decidir crescer e aprender com as experiências que terão é ponto chave para a manutenção do casamento. Isso depende dos dois quererem, conversarem sobre o assunto, e trabalharem juntos, unindo-se nos momentos bons e ruins em prol da relação e da família.

  • 2. Dignidade, integridade e respeito mútuo

  • Proteger o amor é não fazer nada que o machuque. Traições, vícios, pornografia, mentiras, desculpas, trabalho exagerado. Tudo isso pode macular o sentimento puro da união.

  • 3. Altruísmo e desejo

  • Não ser egoísta em momento algum, seja no dia a dia ou entre quatro paredes, buscar a felicidade do outro traz carinho nos gestos diários. O desejo de fazer o outro sentir-se amado cria uma corrente de ações que perpetuam o amor. Melhore a si mesmo e ajude o outro a sentir-se bem com ele mesmo.

  • 4. Valorização do sentimento

  • O amor é algo que é usado hoje em dia para definir uma porção de coisas. Tente substituir a frase "Eu amo sorvete!" para "Eu gosto muito de sorvete". Quando falar que ama seu cônjuge, nunca se esqueça que o amor por seu cônjuge é especial, não como qualquer outra coisa.

  • 5. Paciência e gratidão

  • Ser grato pelo outro espanta o orgulho e traz a atitude correta ao relacionamento. Decida não julgar e não cobrar. Proteja o sentimento das fraquezas um do outro. Aguardem por momentos tristes, difíceis, já preparados, que a união traz a força e não o contrário.

  • 6. Perdão e esperança

  • Quando entendemos que o amor também progride e deve ser cuidado e preservado, a comunicação flui, o perdão impera, e a esperança de dias melhores trazem paz na hora em que mais precisamos.

  • Decida não criar jamais uma raiz de amargura, mágoa e nunca desista de seu amor. O amor cresce com o entendimento e a paciência. Vale a pena investir nesse sentimento.

  • Advertisement
  • Prepare seu solo, nutra a semente, e cuide de sua pequena muda, e continue cuidando até que ela se torne uma grande árvore e lhe traga muitos frutos.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

6 atitudes para ter um casamento enraizado no amor

6 sugestões de como fazer o amor criar raízes a ponto de não sucumbir com o casamento rumo à rotina e a falta de interesse entre o casal.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr