Como agir quando há inveja entre irmãos

A rivalidade e a inveja entre irmãos são dois problemas que já ultrapassam a história. Mas apesar de antigas e comuns, não devem, jamais, ser ignoradas pelos pais.

21,792 views   |   108 shares
  • A inveja entre irmãos não teve início há alguns anos ou não se limita a famílias isoladas. Ela é histórica e tão comum que já foi retratada em contos de fada, mitológicos e bíblicos. Apesar disso, não significa que ela mereça ser ignorada ou precise de pouca atenção. O irmão que sente inveja está mostrando que está infeliz, e se sentindo inferior e menosprezado.

  • O significado da inveja fraterna

  • A definição simplificada da inveja é desejar ou cobiçar algo que pertence a outro. Segundo especialistas no assunto, a inveja entre irmãos ocorre geralmente porque o irmão que inveja o outro sente que não possui a mesma atenção, carinho ou atenção dos pais. Por isso, surge uma rivalidade tão intensa, que pode se tornar crônica. É comum que irmãos passem a vida toda acreditando que outro irmão é mais privilegiado e sempre foi mais amado pelos pais. Juntamente com a inveja, acaba surgindo também a competição, quando os irmãos fazem os esforços mais vorazes para conquistar o que o outro possui.

  • Como evitar essa competição e, por consequência, a inveja

  • Quaisquer pais e mães afirmam convictamente que não existe amor maior ou menor por um do que por outro filho, por isso negam que há um filho preferido. Mas geralmente, embora não seja proposital, um dos pais, ou ambos, acaba demonstrando uma preferência por um dos filhos, ao despender mais atenção para um do que para outro, ao eleger um obediente e um desobediente, por exemplo, ou ao instigar a competição dizendo “seja mais como seu irmão”. Embora tais atitudes não sejam pensadas ou percebidas, elas muitas vezes acontecem, e ocasionam males emocionais àquele que se considera menos favorecido.

  • As atitudes dos pais para evitar a competição e a inveja fraterna precisam de muita atenção e dedicação, afinal, muitas pessoas foram criadas nesse sistema de competição dentro de casa, e estão levando os mesmos costumes aos filhos. Por isso os pais:

    • Devem procurar despender o mesmo grau de atenção e afeto a todos os filhos;

    • Devem procurar enxergar as qualidades dos filhos e não enaltecer os defeitos;

    • Jamais devem usar um dos filhos como parâmetro de qualidade. Se um filho é mais obediente, não deve ser usado como exemplo para os outros;

    • Devem procurar elogiar todos os filhos quando forem merecedores, jamais se esquecer dos méritos de cada um;

    • Não devem impor aos filhos mais velhos que por serem mais velhos são obrigados a dar exemplo aos mais novos e esquecer que todos os filhos precisam aprender e respeitar juntos as mesmas regras;

    • Devem procurar entender que cada filho tem uma personalidade diferente, por isso não devem ser comparados uns aos outros;

    • Se perceberem que há uma rivalidade muito acirrada, devem procurar ajuda com um profissional para que busquem estabelecer harmonia familiar, antes que o problema fique agravado demais.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Márcia Denardi é jornalista, musicista e uma mãe e esposa loucamente apaixonada pelos filhos e pelo marido. Tem como objetivo profissional usar a informação para fortalecer as famílias. Curta a fan page www.facebook.com/blogmarciadenardi.

Website: http://marciadenardi.blogspot.com

Como agir quando há inveja entre irmãos

A rivalidade e a inveja entre irmãos são dois problemas que já ultrapassam a história. Mas apesar de antigas e comuns, não devem, jamais, ser ignoradas pelos pais.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr