Formas de lidar com um cônjuge agressivo

Num relacionamento a dois, sempre coexistirão duas realidades emocionais, a dela e a dele.

11,440 views   |   34 shares
  • Os comportamentos paralelos têm sua origem na infância. Meninos e meninas possuem perspectivas diferentes de enxergar as mesmas coisas. Meninas exteriorizam seus sentimentos. Meninos passam ao largo, as mesmas emoções. Sentimentos provindos da dor ou medo, por exemplo, produzem comportamentos diferentes.

  • Recentemente, nos jogos olímpicos de Londres 2012, numa partida de hockey sobre a grama, uma jogadora recebeu, sem querer, da adversária, uma pancada com o taco. Imediatamente as jogadoras das duas seleções pararam o jogo e se preocuparam com a atleta caída. Numa partida de futebol masculino, quando um jogador é atingido, mesmo sem querer, se o juiz não parar o lance, a partida segue seu ritmo.

  • Quando essas perspectivas se cruzam no casamento, cada uma, unilateralmente, assume seu papel. O da mulher: gerenciar as emoções. O do homem: pouco dá importância a isso.

  • O que fazer, então, quando surge uma disputa? Casado há 29 anos, vi e vivi algumas técnicas que ajudam a suavizar e mesmo resolver conflitos. Elas funcionam.

  • Homens: Não se calem abruptamente

  • Numa discussão, cada um quer ter sempre a última palavra. Às vezes, o homem se cala meramente por não querer “continuar” a discussão, a mulher, todavia, entende isso como uma afronta e o tiro masculino sai pela culatra. Entenda que a mulher não está fazendo um mero ataque pessoal, mas demonstrando a sua intensidade emocional. A mulher está muito mais propensa a se acalmar quando entender que o marido a compreendeu do que se ele concordou com ela.

  • Mulheres: Tenham foco

  • Normalmente, as mulheres tendem a intensificar a causa emocional do assunto. Melhor trocar isso pelas razões do assunto. Ao invés de destilar a raiva, melhor é explicar por que aquilo a desgosta. O homem entenderá melhor sob esse prisma.

  • Foquem no assunto em questão

  • Não desenterrem mágoas antigas. Mantenham-se no foco atual do desentendimento. Importante saber que a intensidade emocional pode ser apenas um sinal do valor que ele ou ela dá àquele assunto.

  • Busquem e conservem a calma

  • Obviamente, quando se está no calor de uma discussão, o que se menos pensa é ter calma. Então, respire fundo (uma e mais vezes) e oxigene seu cérebro. Esse simples ato facilita o raciocínio, permitindo uma visão mais realista e adequada da situação ou problema.

  • Reproduza a mensagem

  • Numa discussão é constante a troca de argumentos. Experimente reproduzir o que o outro disse. Repita a queixa dele com suas palavras. Quando exprimimos a queixa do outro, nos damos a oportunidade de sentir e entender melhor o outro ponto de vista. Quando ela diz, por exemplo: “Você sempre deixa a toalha molhada na cama porque você não se importa com o que eu digo” e você repete essas palavras, as chances de você entender melhor o que ela está expressando aumentam bastante.

  • Advertisement
  • Assim, sugiro antes que venha uma discussão qualquer, medite sobre essas técnicas, enquanto está emocionalmente calmo e consegue entender isso bem.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Irineu dirige uma empresa de recursos humanos que presta serviços na área educacional para escolas e faculdades, em Curitiba/PR. Pratica corrida de rua, diariamente.

Formas de lidar com um cônjuge agressivo

Num relacionamento a dois, sempre coexistirão duas realidades emocionais, a dela e a dele.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr