Como adaptar-se quando um parente mais velho passa a morar com você

Dicas e sugestões para evitar quedas e outros acidentes com a terceira idade.

299 views   |   shares
  • Quando um familiar mais velho vai morar em sua casa, normalmente é necessário fazer algumas mudanças para mantê-lo em segurança. As pessoas idosas, geralmente, não gostam de se sentir dependentes ou que estão incomodando, por isso, tudo que facilite sua mobilidade e independência é bem-vindo. Preparar um ambiente seguro, minimizando os riscos de quedas e outros acidentes, é um grande investimento no bem-estar dele, pois além de fraturas, o trauma de uma queda pode causar um bloqueio psicológico do medo de cair, proporcionando um declínio da funcionalidade, com alterações na postura, no equilíbrio e sociabilização, podendo evoluir para um estresse e depressão. (Ver fisioweb.com.br) Seguem algumas dicas para fazer uma inspeção ergonômica em sua casa:

    • Evitar todo tipo de obstáculos no caminho. Isso precisa ser conferido regularmente, e no caso de quem tem crianças em casa, praticamente o tempo todo, pois qualquer carrinho ou peça de brinquedo pode ser o início de um desiquilíbrio. Deixe livre o espaço onde o/a idoso(a) circula.

    • Evite os tapetes, mas se for mesmo usar é bom fixá-los no chão, pois mesmo os antiderrapantes podem se dobrar nas pontas e ocasionar tropeções. Se alguma parte do chão da casa estiver irregular, precisa ser arrumado ou escondido debaixo de um móvel pesado.

    • A cama não pode ser muito alta em relação à altura da pessoa, para que os pés possam ser bem firmados antes de levantar e o interruptor da luz deve estar ao alcance da mão, para que não seja preciso caminhar no escuro.

    • Considere a instalação de barras de apoio no banheiro, tanto no vaso sanitário (que não pode ser muito baixo) como no boxe, para o banho, elas são extremamente úteis.

    • Se houver degraus que possam ser substituídos por rampas, de leve inclinação é mais indicado, mas se for impossível evitar escadas, é necessário ter corrimões e cores chamativas nos beirais dos degraus. A pessoa deve ser orientada a descer as escadas de lado e ser acompanhada por alguém que possa apoiá-la no percurso.

    • Tudo que ele/ela for mexer, deve estar em uma altura adequada, para que não seja preciso se abaixar nem se esticar muito, e principalmente, para que não surja a “brilhante” ideia de subir em um banquinho ou cadeira.

    • Mesas e outros móveis que sejam utilizados como apoio devem ser fixados na parede, as cadeiras devem ser resistentes, confortáveis e ter apoio para os braços.

    • O/a idoso(a) deve passar longe de pisos molhados ou escorregadios e a cera deve ser banida.

    • Se ele/ela quiser cozinhar, evite as facas afiadas, pois mesmo que ele/ela se sinta capaz, a habilidade com as mãos vai sendo prejudicada com o tempo e pode ser perigoso.

    • Para melhorar o equilíbrio e até mesmo a disposição ou astral, é muito recomendável a prática da arte marcial chinesa – tai chi chuan, por ser baseado em movimentos lentos e controlados. No entanto, se o/a idoso(a) estiver apresentando muito desequilíbrio e/ou tontura, isso pode ser efeito de algum medicamento, converse com o geriatra dele(a).

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Suzana A. Ribeiro é autora dos livros: O Elo Forte, uma história contada por quatro gerações, Um Sonho Distante, o que existe além da memória e está escrevendo o terceiro volume da série.

Website: http://escritorasuzanaribeiro.blogspot.com.br/

Como adaptar-se quando um parente mais velho passa a morar com você

Dicas e sugestões para evitar quedas e outros acidentes com a terceira idade.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr