Como amar os nossos inimigos

Acabar de uma vez por todas com as inimizades e esforçar-se para que ninguém lhe considere um inimigo é uma grande obra a ser realizada nesta vida. Ela afetará muitas pessoas para o bem, inclusive você.

1,683 views   |   6 shares
  • Toda a humanidade está em busca da felicidade. Uns procuram-na num lugar, outros noutro. O fato é que de uma forma ou de outra todos querem ser felizes.

  • A fórmula da felicidade é mais simples do que se imagina. A felicidade não está relacionada ao dinheiro, ao status, à fama, ou a qualquer outro fator externo. A verdadeira felicidade vem de dentro para fora. Ela é determinada pela forma como encaramos e reagimos aos fatos da vida, pela forma como nos comportamos, pelas escolhas que fazemos. O mundo pode estar um caos a nossa volta, entretanto, se estivermos com nossa consciência tranquila de que estamos fazendo o nosso melhor, poderemos encontrar paz e felicidade.

  • O tipo de sentimentos que nutrimos pode influenciar na nossa busca pela felicidade. Muitas pessoas sentem-se tristes, desanimadas, irritadas, insatisfeitas, ou simplesmente não conseguem encontrar a paz, e não percebem que esses sentimentos podem estar relacionados à mágoa, à falta de perdão, aos desafetos que elas cultivam. Muitas delas guardam rancor por décadas, e não percebem que esta é a fonte de sua insatisfação.

  • Cultivar esse tipo de sentimento pode trazer consequências físicas e psicológicas. A frase “oressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra”,atribuída a Shakespeare, pode ser considerada de forma literal,pois estudos mostram que as pessoas rancorosas têm tendência para apresentar mais problemas de saúde. Essas pessoas tendem a desenvolver doenças autoimunes (condição em que o sistema imunológico passa a atacar o próprio organismo).

  • Os profetas antigos alertavam: “Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” Efésios 4:3. O nosso grande mestre Jesus Cristo foi além, ao dar-nos o seguinte mandamento: “Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus.Mateus 5:44.

  • Advertisement
  • Se perdoar nossos inimigos é não somente um mandamento dado pelo Salvador, mas uma advertência da própria medicina para a manutenção da nossa saúde, não há porque relutar em fazê-lo. Entretanto, surge uma grande dúvida: fazer as pazes com uma pessoa que nos magoou já é tão difícil, como conseguir amá-la?

  • A seguir daremos algumas sugestões, num passo a passo, que poderão lhe ajudar na missão de restabelecer uma amizade e desenvolver amor pela pessoa:

  • 1 – Tente enxergar os dois lados da moeda

  • Quando acontece algo que gera mal-estar entre as pessoas, é comum que tudo o que a pessoa faça ou diga seja visto pela outra com desconfiança. Pondere a respeito do seguinte:

    • Você interpretou corretamente o fato que lhe motivou a sentir antipatia pela outra pessoa?

    • Será que você não está vendo coisas onde não há?

    • Será que o que a pessoa falou, que tanto te magoou, não tinha algum fundamento?

    • Se há o envolvimento de uma terceira pessoa: será que ela lhe contou o ocorrido de fato ou ouviu direito? Será que ela entendeu exatamente o que foi dito ou feito?

    • E se a pessoa estiver arrependida?

    • E se ela só estiver esperando que você dê uma abertura para ela se desculpar?

  • 2 – Converse com a pessoa

  • Converse francamente com ela sobre aquilo que lhe causou tanta mágoa. Tente esclarecer os fatos. Ainda que ela tenha dito ou feito algo que lhe pareceu ofensivo, releve. As pessoas têm opiniões diferentes sobre um mesmo assunto. Aprenda a conviver com as divergências de opinião. Perdoe se ela te magoou e deixe o orgulho de lado e peça perdão, mesmo que você não se sinta culpado.

  • 3 – Esqueça o ocorrido e procure motivos para admirá-la

  • Depois dos pedidos de desculpa, esforce-se para esquecer o que aconteceu. Passe a olhar a pessoa com bons olhos. Identifique as qualidades que você admira nela. Dê-lhe elogios sinceros. Fale bem dela para outras pessoas. Sempre que os defeitos parecerem gritantes, olhe para dentro de si e busque seus próprios defeitos. Você verá que ela não está só.

  • 4 – Faça algo pela pessoa

  • Uma das melhores formas de desenvolver amor pelas pessoas é servindo-as. Descubra algo que ela esteja precisando, uma ajuda ou um favor e faça isso por ela. Veja alguns exemplos:

    • Cuidar do filho dela, enquanto ela faz algo importante.

    • Lavar a louça quando ela estiver atarefada.

    • Ajudá-la a consertar alguma coisa.

    • Levar ou buscar seus filhos na escola, quando ela não puder.

    • Emprestar uma quantia, quando ela estiver precisando.

    • Fazer um bolo ou algo que ela goste de presente.

    • Ou simplesmente fazer uma visita para conversar.

  • Advertisement
  • Ao servi-la, vocês se aproximarão mais e você acabará desenvolvendo naturalmente um amor semelhante àquele que você sente por seus irmãos ou outros familiares.

  • 5 – Peça ajuda divina

  • Em cada etapa do processo, peça a ajuda do Senhor para se livrar do rancor que você está sentindo ou dos resquícios desse ou de outros sentimentos ruins que ainda possam existir. Peça também a Ele que enterneça o coração daquela pessoa para que ela esteja suscetível a uma reconciliação.

  • Quando tomamos uma decisão tão nobre quanto esta, tudo conspira a favor. Se houver humildade e o desejo sincero de perdoar e ser perdoado, a probabilidade de que uma reconciliação aconteça é muito grande. A partir da reconciliação, o caminho fica favorável para que uma amizade surja (ou ressurja) e, com o tempo, um amor fraternal pode brotar para condecorar essa amizade.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Erika Strassburger mora no Rio Grande do Sul, tem bacharelado em Administração de Empresas, escreve e traduz artigos para o site Família, é cristã SUD, pintora amadora de telas a óleo e mãe de três lindos guris, o mais velho com Síndrome de Down.

Website: http://erikastrassburger.blogspot.com.br/

Como amar os nossos inimigos

Acabar de uma vez por todas com as inimizades e esforçar-se para que ninguém lhe considere um inimigo é uma grande obra a ser realizada nesta vida. Ela afetará muitas pessoas para o bem, inclusive você.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr