Coisas divertidas para fazer com crianças que você toma conta

Criança precisa ser estimulada e perceber que está tendo atenção, assim ela normalmente se distrai facilmente desde que essas duas ações estejam presentes e quando o cuidador tem a sensibilidade de preparar atividades.

3,919 views   |   shares
  • Criança precisa ser estimulada e precisa perceber que está tendo atenção da pessoa que está lidando com ela. Criança, normalmente, se distrai facilmente desde que essas duas ações estejam presentes. Quando o cuidador tem a sensibilidade de preparar atividades que agucem a sua curiosidade, terá sucesso e facilidade em passar as horas necessárias, deixando a criança entretida e ativa quando necessário ou mais calma quando tiver que descansar.

  • É importante definir a atividade de acordo com a idade da criança, o bebê se entretém de maneiras diferentes de crianças de dois a quatro anos, assim como essas são diferentes das de cinco a oito anos, e assim por diante.

  • Crianças de três e quatro anos de idade em diante têm uma coisa similar, elas gostam de expectativa, programações, planejamento, até mesmo sequência de atividades. Uma sugestão é definir programações por dia, por semana ou até mesmo por período. Por exemplo:

  • Semanas temáticas

  • aproveitando datas comemorativas como a páscoa, podem ser preparadas atividades sequênciais com a expectativa de terminar com uma grande atividade. Durante os dias da semana, as crianças podem preparar a decoração de páscoa, pintar ovos, contar histórias, assistir a filmes, fazer culinária com chocolate, fantasias, máscaras, surpresa para os pais, avós, tios, vizinhos, etc. E a grande expectativa pode ser a “Caça ao Tesouro” no fim da semana. Outros temas podem ser explorados, existem calendários na internet com todas as datas comemorativas e o cuidador pode escolher uma interessante e trabalhar atividades com esses temas. Acesse: Arte e educação, e veja quanta oportunidade pode ser aproveitada.

  • Por dia

  • definido o tema da semana, é preciso definir a atividade ou atividades do dia, por exemplo: num dos dias, pode-se preparar atividade de pintura com lápis, giz, tinta com pincel ou a dedo. Em outro dia, recorte e colagem, jogos de mesa, jogos cooperativos ou competitivos, dia de contagem de histórias com leitura, teatro, fantoches, filmes sobre o tema.

  • Uma sugestão importante

  • é ideal definir uma rotina, o que não significa repetição de atividades, mas rotina fisiológica como, horário para lanchar, horário para higiene, horário para descanso, tempo livre, etc. Quanto menor a idade da criança mais ela precisa de uma rotina estabelecida para que se acostume com a atividade e não fique confusa a ponto de causar irritação e negar-se a participar.

  • Advertisement
  • Programação por período

  • se o cuidador ficar com a criança por um ou dois períodos, é importante que ele se programe para que as atividades possam ter início e fim dentro desse período. Deve-se evitar começar uma atividade e parar no meio e propor o término para outro dia, por exemplo. Isso pode causar desinteresse e desmotivação pela atividade por parte da criança por dar a impressão de que a atividade está sendo repetida, a criança não entende que é a continuação.

  • A criança precisa ser estimulada, mesmo que todos os dias a programação contemple a hora da pintura, a imagem deve ser nova, a proposta do material utilizado na pintura deve ser outro para não dar impressão de repetição.

  • A criança, independente da idade, deve perceber que tem atenção total do cuidador, isso fará com que se crie um vínculo de amizade que fará com que o relacionamento seja tranquilo e que a criança aceite com mais facilidade as propostas que serão apresentadas.

  • Principalmente, para crianças a partir de quatro e cinco anos, fazer acordo entre as partes é uma técnica muito eficiente, a criança sente que tem parte da responsabilidade no relacionamento. Esses acordos devem contemplar benefícios e consequências do tipo:

    • Se a criança cumprir completamente a tarefa programada, ela poderá optar pela atividade do horário livre.

    • Crianças de sete anos em diante gostam de fazer parte da preparação da programação, será muito bom preparar a programação ouvindo as sugestões que a criança der, não quer dizer que será necessário atender a todas as propostas, mas caso não seja possível atender, nunca deixe de explicar à criança o motivo de não poder aceitar sua proposta.

  • Para evitar a negação a alguma atividade proposta pela criança com idade a partir de sete anos, o cuidador poderá conduzir a preparação da programação de forma que a criança sinta que está fazendo escolhas e que suas opiniões estão sendo aceitas, mas, na verdade, o cuidador traz propostas não completamente prontas, deixando somente alguns detalhes para finalizar e assim aceitar a proposta da criança. Por exemplo: o momento dos jogos, o cuidador poderá dar sugestões possíveis e deixar que a criança escolha o jogo de sua preferência.

  • Não se esqueça de que criatividade e flexibilidade são essenciais nesta função, pois em muitos momentos, você terá a programação prontinha, mas pode haver um imprevisto e a programação terá que ser alterada, como no caso de chover no dia em que se preparou uma atividade com jogos no exterior do local, ou ter uma programação em que a criança terá que se movimentar bastante, mas neste dia ela está adoentada.

  • Advertisement
  • Busque informações sobre atividades, existem vários sites e revistas sobre o tema, mas o mais importante mesmo é o cuidador se informar sobre o comportamento infantil, só assim ele saberá como lidar e o que preparar para cada idade, personalidade e ambiente em que o trabalho será desenvolvido.

  • Dicas de sites sobre o tema:

  • Cantinho educativo;
  • Dicas de atividades para crianças;

  • Cantinho do educador infantil;

  • Desenhos para colorir.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Graduada em Administração de Empresas com MBA em Empreendedorismo. Casada mãe de 6 filhos, avó de 2 netos. Atua profissionalmente como Analista Instrutora da Educação Empreendedora no SEBRAE - SP. Como hobby gosta de artesanato, música e leitu

Coisas divertidas para fazer com crianças que você toma conta

Criança precisa ser estimulada e perceber que está tendo atenção, assim ela normalmente se distrai facilmente desde que essas duas ações estejam presentes e quando o cuidador tem a sensibilidade de preparar atividades.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr