As vantagens que os animais de estimação nos trazem

Ter ou conviver com os animais pode ser mais que prazeroso. Essa interação é capaz de melhorar nossa saúde, de mandar embora parte do estresse e da depressão.

1,814 views   |   7 shares
  • Há pessoas que afirmam que a família só fica realmente completa depois que adquirem um animal de estimação. Outras cresceram cercadas por animais e acham que, sem eles, a vida ficaria vazia. Ainda há aquelas que dizem não querer um bichinho em casa seja por não terem espaço suficiente, por não terem condições financeiras ou por não se identificarem com nenhuma espécie de animal.

  • Seja qual for seu caso, saiba que dividir sua rotina com um animal traz muitas vantagens. Você não precisa comprar ou adotar um bichinho para morar com você permanentemente. Basta conviver com alguns deles por algumas horas por semana para sentir que seu modo de encarar a vida mudou – seja voluntário de um abrigo, por exemplo.

  • Pesquisas científicas demonstram haver correlação positiva entre o carinho de um animal – seja ele gato, ave, cavalo, cachorro, tartaruga, peixe ou qualquer outro – e a melhora na qualidade de vida e na saúde (física e mental) das pessoas.

  • Vou citar duas dessas pesquisas, por terem me chamado bastante a atenção e também porque não quero que você ache que este artigo ficou maçante, cheio de dados científicos. A primeira delas foi feita pela Dra. Erika Friedmann. Esse trabalho foi publicado em 1982 lá nos Estados Unidos. Faz tempo. E já relacionava a redução da ansiedade e da pressão arterial – ou seja, a diminuição do estresse – à presença de animais de companhia.

  • Ela estudou pacientes que tinham problemas cardíacos crônicos e que foram internados na UTI. A conclusão a que chegou foi a de que os donos de animais conseguiam viver até um ano a mais que os que não tinham bichos, após terem alta do hospital. Claro que se poderia afirmar que os donos de cães eram mais saudáveis, pois saíam para passear com eles. Mas o que a Dra. Friedmann viu é que os donos de gatos, furões, tartarugas e outros bichos também tinham uma vida mais longa.

  • A lição que se pode tirar dessa pesquisa é exatamente o que a Dra. Friedmann coloca em seu trabalho: ter contato com um animal faz com que o ser humano foque sua atenção em outro ser, de forma pazerosa, o que traz sentimentos de proteção e conforto a ele. Assim, a pressão arterial e a ansiedade diminuem e a pessoa fica menos estressada. E como a gente sabe, estresse é uma das principais causas de doenças cardíacas.

  • A outra pesquisa foi feita por duas alunas de enfermagem brasileiras. Elas relataram os benefícios da Terapia Assistida por Animais (TAA) em quatro instituições de saúde da cidade de São Paulo voltadas ao cuidado de crianças com diversas síndromes, com AIDS ou câncer e idosos abandonados ou sem família. Os resultados são maravilhosos.

  • Advertisement
  • Mas, antes de tudo, vou explicar o que é TAA. Trata-se de um grupo de voluntários que, com seus animais de estimação (geralmente são gatos, coelhos, tartarugas, chinchilas, hamsters, peixes, furões, aves, iguanas e cães), visitam asilos, centros de saúde mental, orfanatos, prisões, casas de apoio e hospitais. Qualquer pessoa interessada pode participar. Veja como no link: http://www.inataa.org.br/queroser.htm.

  • Voltando à pesquisa, as estudantes concluíram que falar o nome do animal ajuda bastante no desenvolvimento fonoaudiológico; que acariciar, pentear e jogar bola auxilia na coordenação motora e controla o estresse dos pacientes; que interagir com os bichos reduz a percepção e a intensidade da dor, além de melhorar a imunidade; e que o estímulo do animal aumenta a produção de endorfinas, o que reduz os sinais e os sintomas da depressão. Após o início da TAA, os enfermeiros e médicos das instituições analisadas relataram que os pacientes começaram a ficar mais alegres, mais dispostos e mais abertos à conversação.

  • Muito legal, não é mesmo? Mas não vá pensando que os animais são a cura para o câncer ou a hipertensão. Viver com um bichinho envolve, antes de qualquer coisa, muita responsabilidade. Eles são seres que precisam de carinho e cuidado. Eles têm de ser vacinados anualmente (no caso dos cães e gatos), alimentados, ter seu ambiente higienizado (eles fazem xixi e cocô e não sabem limpar!), serem levados para passear, fazer check ups de saúde de tempos em tempos e visitarem o veterinário quando ficam doentes. Pois é, eles exigem bastante. Por isso, antes de ter um companheiro pense muito bem se você pode fazê-lo. Em troca de todo esse cuidado, ele te dará amor incondicional e, de lambuja, uma saúde melhor.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Fernanda Trida é jornalista, médica veterinária, dona de casa, esposa, mãe de Marcela, com três anos, e de João, com um ano de idade.

As vantagens que os animais de estimação nos trazem

Ter ou conviver com os animais pode ser mais que prazeroso. Essa interação é capaz de melhorar nossa saúde, de mandar embora parte do estresse e da depressão.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr