Como encontrar um animal de estimação para a família

Escolher um animal de estimação pode ser muito divertido, mas deve ser algo feito com responsabilidade. Se sua família quer um bichinho, saiba qual é o ideal para vocês seguindo estas dicas.

309 views   |   shares
  • Geralmente, é por insistência de nossos filhos que adquirimos animais de estimação. Quem nunca ouviu “Mamãe, papai! Eu quero um filhote! Por favor!!!”? Se você gosta de animais, a tendência é que compre ou adote um na primeira oportunidade. Mas antes de fazer isso, seria bom analisar alguns pontos importantes.

  • 1. Que espécie animal você e sua família gostariam de ter?

  • Os peixes interagem pouco com o ambiente à sua volta, pois permanecem no mesmo lugar sempre. Os cães são amigáveis e protetores, mas não é qualquer raça que serve para qualquer família, principalmente quando há crianças. Os gatinhos são muito leais, mas independentes. As tartarugas terrestres (jabutis) são bem tímidas e gostam de ter seu espaço. Os furões são brincalhões e arteiros. Hamsters são dóceis, mas devem ficar confinados para não fugirem. As aves podem ser falantes, cantoras ou quietinhas, mas adoram um ombro amigo.

  • 2. Vocês têm espaço suficiente para criar um animal?

  • Se você mora em um apartamento, não pense em ter uma tartaruga, pois ela precisa do verde. Se sua residência é pequena e a família quer um cão, procure por um de pequeno porte. Os peixes e hamsters podem viver em qualquer local, desde que tenham uma “casinha” de tamanho adequado. Os gatos se adaptam bem a todas as situações, mas adoram passear pela vizinhança e às vezes não sabem voltar para casa. Os furões também se adaptam facilmente, desde que tenham muitas atividades para se distrair. Já as aves precisam de bastante espaço para não ficarem estressadas e não adoecerem.

  • 3. Vocês têm condições financeiras para ter um bicho?

  • Todos os animais exigem gastos. Alimento, visitas ao veterinário e vacinação (para algumas espécies) são o básico. Pense também que deverá deixar alguém cuidando do seu bichinho ou hospedá-lo num hotel quando for viajar – não são todos os lugares que aceitam todas as espécies de animais. No caso de cães e gatos, há serviços de banho e tosa oferecidos por pet shops. Além disso, assim como nós, os animais podem adoecer de repente e precisarem de cuidados médicos, que não são baratos. Saiba que a família precisa de uma reserva financeira para tudo isso.

  • 4. Vocês já pesquisaram sobre o animal que desejam adquirir?

  • Pessoalmente, não indico que se comprem animais. Se puder, opte pela adoção. Infelizmente são muitas as pessoas que adquirem um bicho e o abandonam por qualquer motivo. Os Centros de Zoonoses das cidades (a maioria tem site) estão lotados de animais que precisam de um lar. Além deles, há ONGs que resgatam animais maltratados ou abandonados, recuperando-os e os colocam para adoção. Existe uma página muito interessante no Facebook sobre adoção de animais (http://www.facebook.com/groups/229201313846296/), que vale a pena ser visitada. Mas, se sua família optou por comprar um animal, certifique-se de que o local de origem é regulamentado pelo poder público e de que o animal está livre de doenças genéticas e hereditárias. Se você tem dúvidas, consulte um veterinário e peça a sua ajuda.

  • Advertisement
  • 5. Vocês têm condições de dar tudo o que um animal necessita, como alimentação regrada, água sempre limpa e fresca e limpeza do ambiente?

  • Pesquise sobre as nececessidades da espécie animal que está adquirindo. Descubra o que eles comem, quantas vezes ao dia devem se alimentar, se e como devem passear na rua, se precisam de vacinas e vermífugos, quais as doenças que podem ter, como deve ser o ambiente para que possam viver sem estresse e como deve ser a interação da família com esse animal.

  • 6. Vocês sabem que os animais também ficam doentes e precisam de cuidados médicos?

  • O ideal, antes de adquirir um animalzinho, é conversar com um médico veterinário especialista na espécie que você deseja. Assim como os médicos humanos, a veterinária também é segmentada. Esse profissional é quem poderá guiar sua família para a melhor escolha possível. Pergunte sobre doenças, check ups e quaisquer dúvidas que vocês tenham. Não sintam vergonha em não ter esse conhecimento. Pode ter certeza que o veterinário fica satisfeito em ver pessoas preocupadas em cuidar bem de um bichinho.

  • Como você pode ver, há muito no que pensar antes de adotar ou comprar um animalzinho. Afinal, eles não são brinquedos ou sequer presentes de aniversário ou Natal, como muitos pensam. Eles têm sentimentos, exigem cuidados e precisam de atenção e muito amor. Saiba que cada espécie animal vive por um período diferente. Tartarugas e papagaios podem viver por quase uma centena de anos. Os cães podem chegar aos 18 ou 20 anos, dependendo da raça. Os gatinhos vivem por até 25 anos. Eles viverão com sua família por um longo período. Não esqueça disso e faça um animalzinho muito feliz!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Fernanda Trida é jornalista, médica veterinária, dona de casa, esposa, mãe de Marcela, com três anos, e de João, com um ano de idade.

Como encontrar um animal de estimação para a família

Escolher um animal de estimação pode ser muito divertido, mas deve ser algo feito com responsabilidade. Se sua família quer um bichinho, saiba qual é o ideal para vocês seguindo estas dicas.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr