Por que os animais são agressivos com crianças?

Crianças não saberão tratar um animal com carinho se o adulto não ensinar como se faz e isso pode gerar agressão por parte do bichinho. Saiba como evitar isso.

954 views   |   2 shares
  • Essa pergunta me foi proposta recentemente e, de pronto, não sabia colocar em palavras a minha experiência com agressividade de cães e gatos (não me julgo apta a falar dos demais animais, pois meu trabalho como médica veterinária sempre foi voltado para estas duas espécies). Sendo assim, decidi parar para pensar a respeito do comportamento dos animais domésticos e as possíveis causas para ações que julgamos descabidas em determinado momento.

  • O que é agressão

  • Primeiramente, gostaria de falar sobre o que é agressão. A melhor definição que encontrei está no livro Problemas Comportamentais do Cão e do Gato, de G. Landsberg, e diz o seguinte: “Em geral, agressão se refere a comportamento ameaçador ou perigoso, direcionado a outro indivíduo ou grupo, abrangendo uma gama de sinais, desde posturas corporais sutis e expressões faciais até ataques explosivos”.

  • Insistência pode ser perigosa

  • Se um cão não gosta que retiremos dele um brinquedo, ele nos olha, coloca a pata sobre o objeto e, se insistimos na atitude, ele rosna e pode vir a morder. Um gato que não aceita ser acariciado enquanto dorme, vai acordar, nos olhar e, se continuarmos, vai nos arranhar. Ou seja, os animais nos dão vários avisos de que devemos parar de agir da forma que não querem. Se prestarmos mais atenção a esses comportamentos, seremos capazes de coexistirmos com nossos bichinhos de forma tranquila e prazerosa.

  • Proteger as crianças com informação

  • Mas e quando se trata de crianças? Elas não são capazes de compreender os sinais enviados pelos animais. Elas abraçam, beijam, pegam no colo, mordem, puxam bigodes e caudas quando bem querem. E não fazem isso por mal. Desejam apenas interagir.

  • Cabe aos adultos explicar às crianças que não podem fazer tais coisas, pois podem machucar e irritar os animais. Isso os tornará mais arredios quando crianças estiverem em seus ambientes e animal acuado é sinônimo de agressão. Esse é o modo que eles têm para dizer “NÃO”.

  • A prevenção e segurança depende dos adultos

  • Costumamos ver reportagens sobre animais dóceis que atacaram uma ou mais crianças da família, com a qual sempre conviveram. A culpa disso não é das crianças nem dos animais, mas sim dos adultos envolvidos que não sabem entender seus bichos e deixam-nos livres perto de crianças, sem supervisão alguma. Trata-se da famosa “ação e reação”, ou seja, “se você fizer algo que me deixa com medo, irritado ou inseguro, eu reagirei atacando, pois é a única forma que conheço”.

  • Advertisement
  • Proteger os animais

  • Para começar a compreender seu cão ou gato e permitir que ele tenha contato com seu filho ou qualquer outra criança, você deve ter a paciência e o amor necessários para prestar atenção ao comportamento natural do animal. Bicho é exatamente como gente. Cada um tem seus gostos, sua rotina, sua personalidade e seu estilo de vida. Entendendo isso, a agressividade não será parte da vida da sua família e seus filhos se tornarão adultos que respeitam o espaço do outro.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Fernanda Trida é jornalista, médica veterinária, dona de casa, esposa, mãe de Marcela, com três anos, e de João, com um ano de idade.

Por que os animais são agressivos com crianças?

Crianças não saberão tratar um animal com carinho se o adulto não ensinar como se faz e isso pode gerar agressão por parte do bichinho. Saiba como evitar isso.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr