Perdoando e permitindo segundas chances

"O perdão realmente é libertador. Quando conseguimos perdoar alguém do fundo do nosso coração, toda aquela mágoa, o ressentimento e sentimentos negativos vão embora.

1,023 views   |   1 shares
  • Jesus já nos orientava que é preciso perdoar“setenta vezes sete”. Isso já é uma demonstração da importância do perdão para o cristão. Porém, Ele nos recomendou perdoar não apenas 490 vezes, mas setenta vezes sete cada ofensa. Baseados nessa orientação divina, vamos refletir e entender por que é tão importante perdoar e permitir segundas chances.

  • O milagre do perdão

  • O perdão é um bem para o coração de quem dá e de quem recebe. Feliz daquele que passa por cima do seu orgulho e consegue ir além das ofensas e colocar o amor em primeiro lugar. Falar de perdão não é tarefa fácil, pois colide com nossa essência humana ainda cheia de instintos e tão desejosa de sentimentos. Ainda somos aprendizes na escola do amor. Por isso o perdão ainda é palavra bonita, mas de aplicação nem sempre fácil.

  • O que é perdoar?

  • Mas o que é perdoar? Algumas pessoas dizem que é esquecer, outras já afirmam que é simplesmente “deixar de lado” a ofensa. Mas o que se sabe é que não é tão natural conviver com um agressor assim. Jesus também nos recomenda amar os nossos inimigos. Também coisa difícil de fazer. Mas esse “amar” não quer dizer que vamos conviver com o agressor da mesma forma que convivemos com nossos entes queridos. Claro que seria muito bom, mas ainda estamos no caminho das lições, como já foi dito. Então, esse amor pelos inimigos se refere a não “desejar o seu mal” e a orar por eles. Da mesma forma acontece com o perdão. Se não conseguimos ainda esquecer completamente a ofensa, é necessário que reflitamos no amor que Jesus nos ensinou e peçamos em oração a capacidade de sublimar nosso orgulho e perdoar a ofensa do outro. A perdoar porque ele (o nosso ofensor) ainda não tem o entendimento do amor cristão. Quando nós acreditamos no perdão, ele se faz presente na nossa vida. Devemos evitar alimentar a raiva, pois ela destrói as possibilidades de perdão. Já a oração e a vontade de perdoar prepara um terreno fértil para que o perdão se instale.

  • O bem que fazemos aos outros, fazemos também a nós mesmos

  • Quem deseja perdoar e permitir para si e para os outros segundas chances é abençoado pela vida. Porque a vontade é o passo inicial para a prática. Portanto, se você já consegue perdoar com mais facilidade, continue neste caminho de luz. Mas se ainda são grandes as dificuldades para perdoar, vá com calma, mas nunca deixe de tentar. O perdão vem quando decidimos colocar o amor acima de coisas como o orgulho, a vaidade, a cólera e os interesses exteriores. Quem perdoa tem mais chances de ser feliz e de conhecer a paz tão desejada.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Se gostou, compartilhe o artigo...

Lidiane Franqui é autora e criadora do Blog Lidiane Franqui e autora do livro "Ser feliz é possível". Ama escrever e acredita que a felicidade é construção de cada um.

 

Website: http://www.lidianefranqui.com

Perdoando e permitindo segundas chances

"O perdão realmente é libertador. Quando conseguimos perdoar alguém do fundo do nosso coração, toda aquela mágoa, o ressentimento e sentimentos negativos vão embora.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr