Comprar à vista ou a prazo, qual a melhor opção?

Quando os preços parecem ser os mesmos naquelas ofertas de pagamentos em tantas vezes "sem juros", o que fazer?

3,879 views   |   1 shares
  • Comprar a prazo tem sido a opção, ou melhor, a única maneira para se comprar qualquer coisa que passe o valor de R$ 150,00. Na verdade, até mesmo um ferro de passar (valores de hoje) de R$ 62, 91, pode ser parcelado em 06 vezes de R$ 10,48.

  • A desculpa para esse hábito arraigado e imposto pelo capitalismo é que se ganha pouco e para ter acesso aos bens, somente comprando parcelado.

  • Além do que, isso é cômodo e impõe ao consumidor um mecanismo de sempre estar correndo atrás do prejuízo. Percebeu? Atrás e prejuízo. Ou seja, o consumidor tem que necessariamente fazer do seu trabalho um meio de obter conforto. O local de trabalho não tem que ser como uma prisão onde somos forçados a realizar árduas e incômodas tarefas para conseguir pagar aquilo que já foi comprado parcelado. Nesse sentido, o trabalho é uma luta e o único sentido para estar lá é pagar as contas.

  • Apesar das considerações acima, há vantagem na compra a prazo, por que afinal é uma opção válida. Em minha opinião pode-se comprar a prazo quando:

    • O valor do preço a prazo for igual ao valor à vista e sem juros.

    • Você não tem o valor para pagar à vista e necessita do bem/objeto/serviço impreterivelmente para uma necessidade premente, sem o qual pode resultar em prejuízo maior do que os juros. Prejuízo que pode ser material ou não. Por exemplo, comprar produtos para fins de saúde.

    • Quando, mesmo poupando, pode-se demorar tempo demais até conseguir o montante para comprar um bem essencial.

    • Quando há disciplina e planejamento ao fazer compras de tais bens, não cedendo aos apelos de marketing. Há algumas famílias com baixa renda que se aplicam nessas modalidades.

  • No entanto, há muito mais vantagens na compra à vista as quais compartilho algumas aqui:

    • A primeira vantagem é que, ao comprar um produto, ele já é seu e pronto. Não está vinculado a um contrato.

    • Não precisará se preocupar quando o salário atrasar ou eventualmente ficar desempregado. Não pagará juros por atraso de parcelas.

    • Com o dinheiro “na mão” seu poder de negociação aumenta. E poderá dar-se ao luxo (luxo, por que tal atitude é rara) de dizer que vai comprar no concorrente por que é mais barato, caso o preço que se dispõe a pagar não seja concedido.

    • Há ganho de poder de compra.

    • Os descontos sempre são bem-vindos e concedidos para clientes que pagam à vista.

    • Pagar à vista torna o cliente bem-visto no comércio.

    • A economia comprando à vista é maior.

    • Quem compra à vista não tem dívidas.

    • A capacidade de poupança e de investimentos aumenta.

    • Há aumento de autoestima pelo sentimento de conquista e independência.

  • Advertisement
  • Aí está. Faça sua opção!

  • Abraços e sucesso sempre!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Antônio Alexandre é Tecnólogo em Gestão Empresarial e trabalha como Diretor Administrativo na Weyes Technology Solutions, empresa de inovações em Tecnologia da Informação. Autor do livro "Salário e Prosperidade", é casado, pai de cinco filhos com um neto (ou neta) a caminho. Gosta do mar, nadar e passear de bicicleta na praia, além de ler e escrever.

Website: http://www.gestaosalarial.blogspot.com/

Comprar à vista ou a prazo, qual a melhor opção?

Quando os preços parecem ser os mesmos naquelas ofertas de pagamentos em tantas vezes "sem juros", o que fazer?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr