Como lidar com a doença de Parkinson

A doença de Parkinson é caracterizada por uma desordem progressiva do movimento.

2,412 views   |   3 shares
  • Segundo a Wikipédia e o site Doença de Parkinson, a doença de Parkinson (ou mal de Parkinson) "é caracterizada por uma desordem progressiva do momento devido à disfunção dos neurônios secretores de dopamina nos gânglios da base que controlam e ajustam a transmissão dos comandos conscientes vindos do córtex cerebral para os músculos do corpo humano".

  • É uma doença degenerativa do sistema nervoso central, com início geralmente após os 50 anos de idade.

  • 1- Sintomas

  • A progressão dos sintomas é usualmente lenta, mas a velocidade com que ela se desenvolve é bastante variável em cada caso. Os primeiros sintomas da DP (Doença de Parkinson) tem início quase imperceptível e progridem lentamente.

  • Em geral, os sintomas mudam com o passar do tempo, a memória e o raciocínio são geralmente afetados. Os sintomas são:

    • Tremor. Geralmente a mão ou o braço treme, mas também pode afetar a perna, o pé ou o queixo. São superiores à frequência de 4-5 ciclos por segundo, parando durante o sono e diminuindo no movimento.

    • Bradicinesia. Iniciar movimentos exige um esforço extra, as expressões faciais e o balançar dos braços enquanto caminham (e até mesmo a caminhada) tornam-se mais vagarosos ou ausentes.

    • Rigidez. Acontece porque os músculos não recebem ordem para relaxar, podendo causar dores ou má postura.

    • Alteração no equilíbrio. Pela postura encurvada, a pessoa pode ter cifose ou acabar caindo.

    • Escrita. A caligrafia torna-se tremida e pequena.

    • Voz. A pessoa começa a falar mais devagar e mais baixo.

    • Artralgia. É encontrada em quase todos os pacientes com a Doença de Parkinson que desenvolveram a rigidez. Além disso, pessoas com DP tem níveis superiores de osteoporose em relação àquela detectada em uma população de igual faixa etária.

    • Sistema digestivo e urinário. Deglutição e mastigação podem estar comprometidas, já que os músculos trabalharão de forma mais lenta. Alterações urinárias (como controlar a vontade antes da urgência urinária ou ter dificuldade para iniciar a micção) e constipação intestinal (ou prisão de ventre) podem ocorrer pelo funcionamento inadequado do sistema nervoso autônomo.

    • Perda de movimentos involuntários. Determinados movimentos involuntários automáticos (como piscar, por exemplo), ficam mais lentos e vão ocorrendo menos vezes, até serem gradualmente abolidos.

    • Depressão ou déficit cognitivo. Alterações emocionais são comuns e a depressão pode ocorrer cedo na evolução da doença, até mesmo antes dos sintomas primários.

    • Alterações na memória. O raciocínio torna-se mais lento, precisando de organização espacial. Esquecimento ou “brancos” momentâneos também são bastante comuns.

  • Advertisement
  • 2- Causas e fatores de riscos

  • Segundo estudos, a doença de Parkinson acontece devido à degeneração dos neurônios, mas o motivo que leva a esta degeneração é desconhecido.

  • Os fatores que podem levar à DP são:

    • Uso exagerado e contínuo de certos medicamentos.

    • Trauma craniano repetitivo.

    • Isquemia cerebral.

    • Frequentar ambientes tóxicos.

    • Fator genético.

  • Veja também este site.

  • 3- Como lidar com a doença

  • Essa parte será dividida em dois pontos: como lidar com você mesmo e como lidar com quem tenha. A DP não é fácil para nenhum dos dois lados, mas com paciência e dedicação pode-se levar uma vida saudável e feliz. Veja:

  • a) Como lidar com a minha DP

  • Lidar com mal de Parkinson é difícil, não ter controle sobre o próprio corpo pode ser a pior parte, mas trouxemos algumas dicas para te ajudar nisso, veja:

  • - Procure por profissionais

  • É importante procurar um psicólogo, pois a DP é uma doença que leva a algum outro transtorno psiquiátrico, como a depressão. Também é aconselhável fazer fisioterapia, para melhorar as forças musculares, coordenação motora, equilíbrio, entre outras coisas.

  • - Tenha uma boa dieta

  • Procure por alimentos leves e de fácil digestão, e também alimentos que não necessitem de muita mastigação, porém lembre-se de colocar todos os nutrientes necessários.

  • - Eduque-se

  • É de extrema importância que você tenha conhecimento sobre sua doença e procure se informar sobre os possíveis tratamentos.

  • - Mantenha atividade intelectual

  • Faça coisas que precisem ser pensadas, como palavras-cruzadas, campo minado, etc.

  • b) Como lidar com familiar com DP

  • É difícil ver alguém que amamos ficar com essas necessidades, mas essa é a hora que eles precisam de nós, então siga as dicas abaixo para que eles possam viver com mais saúde.

  • - Insista

  • Se ele não quiser ir ao medico, ou se alimentar nos horários indicados, insista no que precisar, mesmo que queira deixá-lo confortável, isso é importante para a saúde dele.

  • - Cuide dos alimentos

  • Ele não vai conseguir cuidar disso sozinho, terá que comprá-los, cozinhar, ver os alimentos vencidos, essas coisas.

  • - Ajude-o nas tarefas diárias

  • Ele pode tanto esquecer quanto sentir dificuldade em fazê-las devido aos movimentos, então ele está dependente de ajuda.

  • Advertisement
  • A ajuda, compreensão e paciência são importantes para lidar com isso e levar a vida com saúde.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Tatiana tem grande paixão por escrever e pretende ajudar as pessoas com isso, ou entreter, no caso de seu blog http://inspiration-tatis.blogspot.com.br.

Como lidar com a doença de Parkinson

A doença de Parkinson é caracterizada por uma desordem progressiva do movimento.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr