A relação vai mal? Transforme-a!

Alguns questionamentos podem auxiliar cônjuges a transformar uma relação insatisfatória em feliz novamente.

1,587 views   |   4 shares
  • Todo tipo de relação passa por períodos difíceis pelos quais as emoções se desequilibram e os conflitos tendem a se evidenciar. A relação matrimonial não foge a essa regra e é perfeitamente natural que em determinados momentos passe por dificuldades. Quando ouço pessoas reclamando de seus casamentos não me furto de pensar que muitas vezes, conscientemente ou não, os cônjuges agem como agentes complicadores da vida em comum.

  • Proponho alguns questionamentos para você que considera que seu casamento está em dificuldades:

  • O que adianta lamentar-se?

  • Reclamar de seu casamento para os outros dificilmente terá por resultado algo positivo, afinal, além de você estar expondo uma situação íntima, ainda corre o risco de ouvir palavras que provoquem maior desânimo. Infelizmente, nem sempre as pessoas buscam as mensagens certas nesses momentos e acabam aumentando as suas preocupações.

  • Bom lembrar que as palavras possuem vibrações, assim, quando você comenta algo com negatividade, aumenta o seu mal-estar em relação à questão, o que pode ampliar muito o problema. Assim, diante de uma dificuldade o melhor é evitar reclamações e se algum comentário for necessário que seja acrescido de palavras positivas.

  • Melhor mesmo não seria agir?

  • A ação diante de qualquer dificuldade é a melhor medida; se você deixar as coisas acontecendo à revelia elas só se complicarão mais. A responsabilidade de mudanças é daqueles que sentem essa necessidade, assim, se não está bom promova ações no sentido de mudar. Não caia na tentação de fingir que nada está acontecendo; enfrente os problemas no sentido de encontrar soluções.

  • Tem uma frase do Dr. Lair Ribeiro que elucida muito bem a questão: “Intenção sem ação é ilusão. Ouse fazer, e o poder lhe será dado”.

  • Por que esperar que a ação venha do outro?

  • Quando as coisas não vão bem é muito comum querer responsabilizar o outro; fuja desse padrão e assuma as próprias responsabilidades. Se você errou, peça desculpas; se o cônjuge errou, perdoe, afinal, quem de nós é infalível? Quando o que se deseja é viver ao lado de alguém que se ama pequenas concessões são importantes, afinal, ser feliz é mais importante que ter razão. Seja você, pois, o agente pacificador de seu lar, diante dessa postura otimista e verdadeira você tem grande chances de encontrar em seu cônjuge uma parceria que os livrará desse mau momento e os conduzirá a uma nova fase de satisfação mútua.

  • Então o que fazer?

  • O diálogo franco e sincero é sempre a melhor opção para dissolver conflitos, buscar o entendimento e transformar a relação. Converse com seu cônjuge, diga a ele de sua insatisfação; mas cuidado com o tom, não deixe que pareça reclamação ou cobrança. Fale de sentimento e coloque muita sinceridade nisso. Olhe nos olhos da pessoa que você ama e diga que você está sofrendo, que essa situação tem perturbado a sua vida.

  • Advertisement
  • Não tenha receio de manifestar seus sentimentos; dispa-se do orgulho exacerbado, remova mágoas destruidoras e seja simplesmente você!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

A relação vai mal? Transforme-a!

Alguns questionamentos podem auxiliar cônjuges a transformar uma relação insatisfatória em feliz novamente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr