Ciclo da vida: Fortalecendo laços com as filhas que se tornam mães

Atitudes básicas podem facilitar muito a relação da mãe com a filha adulta e sua família, dessa forma dificuldades podem ser transformadas em acolhimento e afeto.

1,796 views   |   shares
  • O relacionamento entre mães e filhas adultas muitas vezes é pautado por conflitos intensos onde o sentimento de disputa se aflora até mesmo de forma inconsciente. A coexistência de extremos: a cumplicidade e o conflito, a separação e a aproximação, a diferenciação e as semelhanças são encontros e desencontros que se desenvolvem desde o início da relação e se ampliam na fase adulta quando a filha passa também a ser mãe.

  • Por isso é preciso que haja muito cuidado no sentido de harmonizar as diferenças e ampliar a compreensão de ambas as partes, visando o estreitamento dos laços amorosos e a continuidade afetiva nas gerações. Algumas dicas podem ser úteis para a construção de um bom relacionamento entre você, sua filha e netos:

  • 1- Entenda de uma vez por todas que sua filha cresceu e, mesmo que doa, ela não precisa de você em tempo integral. Permita que ela realize suas tarefas ao seu modo, principalmente ao que tange aos filhos dela. Claro que você pode opinar, mas espere ser chamada a isso. Tenha em mente que apesar da proximidade da relação de vocês, cada uma tem identidade própria e necessitam conquistar seus espaços de realização individual.

  • 2- Jamais interfira na família de sua filha, muito menos julgando ou impondo o seu modo de pensar. Cobranças, pressões, exigências e culpa são venenos poderosos; sua filha pode não corresponder a suas expectativas, até porque ela não tem essa obrigação; ela é o que pode ser e deve ser compreendida assim. Dessa forma você estará inspirando sua filha a agir do mesmo modo que você e, então, terão conquistado uma relação saudável e feliz.

  • 3- Não se esqueça de que a casa da sua filha não é sua, ali você é uma visita íntima, mas ainda assim, um hóspede. Não mude rotinas, não assuma a casa, cozinha e cuidado com as crianças; busque ser útil no que lhe for solicitado e nunca se exceda em críticas. Se achar necessário orientar a sua filha, faça-o de forma sutil e em particular.

  • 4 - Seja o ombro amigo de todos, sem distinção. E diante de conflitos entre filha e genro nem pense em tomar partido, seja o mais imparcial possível. Para um bom convívio com a família de sua filha é bem possível que você tenha que aprender a lidar com algumas frustrações, mas certamente valerá a pena cultivar tolerância e paciência.

  • 5- O bom relacionamento entre você, sua filha, genro e netos garantirá a alegria com que você será recebida no seio familiar. Pessoas que inspiram amor e concórdia só encontram a solidão dos justos no momento precioso da reflexão. Por mais que sua filha pareça agir diferente de você a sua amizade será sentida e transmitida da mesma forma para os filhos dela.

  • Advertisement
  • É assim que o amor e a compreensão que você planta hoje florescerão na posteridade abrangendo muitas e muitas gerações.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Ciclo da vida: Fortalecendo laços com as filhas que se tornam mães

Atitudes básicas podem facilitar muito a relação da mãe com a filha adulta e sua família, dessa forma dificuldades podem ser transformadas em acolhimento e afeto.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr