Como eliminar a violência

Pensar em maneiras de eliminar a violência do mundo é muito importante, mas é essencial que esse trabalho comece na eliminação da violência interior de cada um.

637 views   |   1 shares
  • Muitas são as discussões e os estudos no sentido de buscar estratégias para diminuir a violência no mundo. Saber que existem muitas pessoas envolvidas na implantação da paz é um estímulo para que pensemos em ações pessoais para engrossar essas fileiras pacificadoras.

  • Mas, além desses importantes movimentos, existe um trabalho particular no sentido de buscar a paz que tem a ver com escolhas e decisões de cada um; é a busca de eliminar a violência em nós mesmos. Vale muito refletir:

    • Num mundo onde se vê cotidianamente atos extremos de violência é preciso muito cuidado para não se tornar insensível e desconsiderar as próprias atitudes violentas, mesmo que ínfimas. É essencial manter a atenção para distinguir qualquer aspecto violento da personalidade, a fim de direcionar esforço no trabalho de transformação.

    • Nesse empenho, além do autoconhecimento, tem papel relevante o enriquecimento moral, através da busca da espiritualização. Assim, estimular continuamente o bem interior, trabalhar pelo autoaprimoramento, fazer o bem e evitar o mal são caminhos que levam a pacificação. Toda transformação moral exige grande esforço, entretanto, a consciência dessa dificuldade não deve ser causa de desânimo, muito pelo contrário, deve representar grande estímulo, pois é um desafio a ser vencido.

    • Eliminar as pequenas atitudes inconvenientes e hábitos agressivos é uma maneira prática de evitar a tendência de agir com violência. Por isso é fundamental que se faça um exame de consciência periódico a fim de identificar falhas e desenvolver estratégias de mudança. Esse exame tem igualmente por finalidade reconhecer os avanços obtidos e motivar-se para a continuidade da tarefa de melhoria interior.

    • O envolvimento com emoções negativas, como a mágoa, alimenta a raiva que faz emergir a agressividade. Assim, desligar-se dessas emoções, em qualquer circunstância, é sempre um comportamento saudável. É importante não deixar que a raiva tome conta dos pensamentos e, por consequência, das ações. Em momentos de crise é sempre recomendável tomar distância emocional do problema; separando a emoção da razão é mais fácil encontrar solução pacífica.

    • Uma maneira de controlar a agressividade é também buscar compreender as outras pessoas e prevenir conflitos pela prática da empatia. Colocando-se no lugar do outro é possível controlar mais facilmente os ímpetos agressivos. Esse exercício proporciona ótimos resultados, mas requer grande esforço e sinceridade de ideal.

    • A verdade é que tudo isso podemos fazer no sentido de realmente dirigir a própria vida. Nada pode ser mais edificante do que a consciência da responsabilidade de nossos atos e a condução segura de nossa trajetória rumo à felicidade e realização plena.

  • Advertisement
  • Muito oportuna as palavras de Martin King: “Uma das coisas importantes da não violência é que não busca destruir a pessoa, mas transformá-la”.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Mediadora de Conflitos, educadora com MBA em Gestão Estratégica de Pessoas, apresentadora do programa Deixa Disso com dicas de relacionamentos. Dois livros publicados: “Uma fênix em Praga” e “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois”.

Website: https://www.youtube.com/user/SuelyBuriasco

Como eliminar a violência

Pensar em maneiras de eliminar a violência do mundo é muito importante, mas é essencial que esse trabalho comece na eliminação da violência interior de cada um.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr