6 dicas para montar um bom currículo

Um bom currículo pode fazer a diferença e ajudar a entrar no mercado de trabalho. Veja como prepará-lo.

442 views   |   shares
  • Um currículo bem preparado pode fazer a diferença entre estar desempregado ou garantir a colocação em uma entrevista de emprego. Ele é a sua apresentação inicial ao mercado de trabalho e, se bem confeccionado, poderá causar uma boa primeira impressão ao avaliador, o que lhe garantirá, ao menos, que possa participar de uma entrevista e mostrar pessoalmente suas qualificações.

  • Os profissionais que avaliam os currículos para encaminhá-los a uma entrevista não levam mais do que dez segundos, por este motivo um currículo bem feito é importante para lhe garantir uma oportunidade.

  • Mas como preparar um bom currículo? O que deve ser mencionado e o que não deve? Por onde começo?

  • Tenha em mente que tudo que apresentar em seu currículo deve ser verdadeiro e estar escrito de forma clara e, principalmente, sem erros gramaticais. Com isso em mente segue algumas dicas para preparar esse documento tão importante:

    1. Comece montando o cabeçalho. Nele você colocará seu nome (primeiro nome e último sobrenome), e logo abaixo seus contatos, apenas telefones, endereço e e-mail. Não se deve colocar fotos.

    2. O próximo passo chama-se “Sumário Executivo”, ele fica logo abaixo do cabeçalho e deverá abranger o que melhor aconteceu em sua carreira, tais como, as melhores empresas, os números alcançados através de suas ações, os percentuais obtidos, a quantidade de pessoas que comandou, os anos de experiência na função. Todas essas informações divididas em tópicos, uma linha para cada item. A propósito, é melhor desenvolver todo o currículo em tópicos ou “ bullets” como são conhecidos neste meio, nunca em prosa.

    3. O item a seguir intitula-se “Experiências Profissionais”. Comece a nomear das empresas mais recentes para as mais antigas. Coloque o nome da empresa e logo ao lado entre parênteses o período que permaneceu nelas, apenas mês e ano de entrada e mês e ano de saída. Na linha abaixo, a função exercida e o que desempenhava naquela função determinada. Se na mesma empresa você desempenhou mais de uma função, faça isso para cada uma delas.

    4. “Experiências Acadêmicas” é o próximo subtítulo. Aqui você deve mencionar o seu grau de escolaridade, do mais recente ao mais antigo. Apenas as graduações, pós-graduações, cursos técnicos e de especialização. Informe o nome do curso, da universidade e o período que se dedicou a eles.

    5. Um tópico importante que vem logo abaixo das experiências acadêmicas é “Idiomas”. Nele você deverá colocar sua língua nativa e todas as outras que tem conhecimento. Mencione para cada uma delas se sua leitura e escrita é básica, intermediária, avançada ou fluente.

    6. O subtítulo seguinte é “Trabalho Voluntário e Interesses”. Coloque aqui todo tipo de trabalho voluntário que já realizou, além de mencionar também os cursos extracurriculares tais como os de informática e os diversos. Informe também seus interesses pessoais, por exemplo: cursos de mergulho, paraquedismo, etc. Isso fará com que o avaliador de seu currículo possa conhecê-lo um pouco melhor.

  • Advertisement
  • Um currículo é um documento “vivo”, porque ele poderá ser sempre atualizado a cada novo curso ou experiência. Monte seu currículo e boa sorte!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Renata Finholdt é formada na área de Recursos Humanos com enfâse em treinamentos.

6 dicas para montar um bom currículo

Um bom currículo pode fazer a diferença e ajudar a entrar no mercado de trabalho. Veja como prepará-lo.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr