Como ensinar seu filho sobre as guerras ao redor do mundo

Se a paz é semeada em sua família, seu filho será capaz de semeá-la no mundo.

806 views   |   shares
  • Este é um tema muito interessante, pois a violência está em todo lugar e deixamo-la entrar em nossa casa por meio da televisão, dos jornais e da internet. Antes, aprendíamos sobre as guerras nas aulas de história. Elas pareciam ser algo meio fantasioso, quase inexistente. Hoje, as crianças têm esse contato muito mais cedo e, muitas vezes, de forma desastrosa.

  • A responsabilidade dos pais em ensinar

  • Atualmente, cabe muito mais aos pais que aos mestres instruírem as crianças acerca da violência das guerras. Não há necessidade de fazê-las aprender sobre A Guerra dos 100 Anos, ou A Guerra do Peloponeso especificamente. O que importa é transmitir a elas o conceito por trás de eventos como esses.

  • Cada família pensa de uma forma e tem um jeito único de conversar com seus filhos. Sejam vocês mesmos sempre que precisarem explicar alguma coisa a eles. Assim, passarão mais confiança e segurança às crianças. Elas conseguirão entender melhor e interiorizar as informações, absorvendo as causas e consequências.

  • Ensinando usando exemplos do nível de idade dos filhos

  • Para falar sobre guerras, os pais podem começar a dissertar sobre o que vem a ser uma batalha. Expliquem que são dois grupos de pessoas que estão brigando por algum motivo (vocês podem dar exemplos). Não deixem de dizer que armas são utilizadas e que as guerras não são justas e resultam em mortes e traumas. Esclareçam-no sobre violência. Falem que ela só existirá em nós se deixarmos e se acreditarmos que ela é a melhor forma de solucionar um problema.

  • Assuntos como este não devem ser levantados pelos pais. Vocês devem esperar que seus filhos perguntem para só então conversarem com eles sobre guerra. Como se trata de um tópico, infelizmente, inesgotável, já que a humanidade vive guerreando, não tentem explicar tudo de uma só vez. Sempre que as crianças se interessarem, vocês podem complementar o que haviam dito anteriormente.

  • Lembrem-se de que cada idade precisa de um tipo diferente de diálogo e que este é um assunto muito delicado. Tentem sempre usar palavras que sejam de fácil entendimento para a criança e mostrem a ela que a compreensão e o amor ao próximo são muito importantes e que um dia serão mais fortes que toda e qualquer divergência humana.

  • Advertisement
  • Se vocês estiverem lidando com filhos pré-adolescentes e não mais crianças, este é o assunto mais propício para começar a ensiná-los sobre as diferenças entre as pessoas, principalmente com relação ao pensamento e à criação de cada um. É nesta fase que seu filho estará começando a desenvolver ideias próprias. E os pais são os principais responsáveis por direcioná-los por um caminho adequado ao convívio humano pacífico.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Fernanda Trida é jornalista, médica veterinária, dona de casa, esposa, mãe de Marcela, com três anos, e de João, com um ano de idade.

Como ensinar seu filho sobre as guerras ao redor do mundo

Se a paz é semeada em sua família, seu filho será capaz de semeá-la no mundo.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr