Pergunte ao terapeuta: Como celebrar o Dia das Mães após o divórcio?

Com a aproximação do Dia das Mães, talvez seja difícil para mães sozinhas celebrarem essa data sentindo que falta uma parte de sua família. O que fazer para sentir-se melhor nesse dia tão especial.

925 views   |   2 shares
  • Pergunta

  • Meu marido e eu estamos separados há 10 meses e caminhando para o divórcio. O Dia das Mães está bem próximo e este será o primeiro ano em que não o comemoraremos juntos. Eu imaginei que feriados e aniversários seriam difíceis, mas por alguma razão essa data está apresentando desafios ainda maiores para mim.

  • Meu marido sempre foi quem planejou o Dia das Mães - providenciava cartões e presentes para as crianças me darem, fazia reservas e lidava com as coisas em casa para que eu pudesse ter o dia de folga. Esse sempre foi um dia que celebramos só em família, sem parentes e amigos, que sempre participam em outros feriados e celebrações. Em outras palavras, sua ausência vai mudar tudo para as crianças e para mim. Eu me sinto deficiente em celebrar esse dia de uma forma que não pareça vazio e tampouco um lembrete de tudo que a nossa família perdeu.

  • Eu sei que posso providenciar meios de fazer isso e planejar algo que as crianças gostem e que possamos fazer juntos. O problema é que eu quero desligar a TV, não atender ao telefone e esconder-me do mundo para não ver as famílias felizes partilhando este dia.

  • Você pode me oferecer algum conselho sobre como viver este dia de uma forma que seja mais positiva e que me permita estar verdadeiramente presente para os meus filhos? Todas as dicas ou sugestões serão muito bem-vindas.

    • Mãe recém-separada.
  • Querida Mãe recém-separada,

  • O primeiro ano de uma perda é muito difícil - e o fim de um casamento é uma grande perda, sem dúvida. Este dia é especialmente desafiador por todas as razões já declaradas e por tudo que representa para você - uma grande parte de sua autodefinição e como você acredita que os outros a veem e se identificam com você. Quando deixou de ser um cônjuge e passou a ser mãe sozinha, o seu papel na família e sua identidade na comunidade maior foram alterados e agora você está encarregada de descobrir como crescer com sucesso em sua nova realidade. O que poderia ser mais significativo para essa tarefa do que o Dia das Mães, que celebra o amor de um casal, e o fruto de sua união?

  • Comece por limpar a lousa do passado

  • Pense em como você pode comemorar este dia de uma forma totalmente nova, mas significativa e divertida. Reúna seus filhos para uma conversa e peça-lhes informações sobre o que eles gostariam de fazer. Deixe-os saber que você está realmente aberta para suas sugestões e que, juntos, a sua nova família vai seguir em frente. Sugira algumas atividades que você sabe que eles gostariam de fazer. Seja criativa e saia do paradigma. Algumas ideias a considerar poderiam incluir uma atividade externa, como um dia de viagem para a praia, rio, ou parque de diversões, um piquenique, passeio de barco ou visitar um zoológico. Algo que os faria ficar fora da casa, que permita muito movimento e uma mudança contínua de cenário pode ser o que todos precisam. Evitar as lembranças muitas vezes dolorosas, fugir dos rituais e locais de celebração do passado, são uma boa ideia este ano.

  • Advertisement
  • Considere uma celebração conjunta

  • Se você tem amigos que são pais sozinhos de ambos os sexos, considere a ideia de celebrarem juntos. Para as crianças, normalmente mais é melhor e, desta forma, você teria o apoio de outros adultos que estão lidando com a mesma situação que você. Aposto que, se você sentar e pensar sobre isso, pode fazer uma lista de pessoas que já passaram pelo mesmo que você e conseguiram superar com sucesso. Cercar-se de amigos ajuda a lembrá-la de que você não está sozinha e que a vida continua.

  • Lembre-se, este é um processo

  • Levará algum tempo para se acostumar com sua nova vida e encontrar novas maneiras de celebrar datas e eventos especiais juntos como uma família. Será uma situação diferente - não pior - e, talvez, com o tempo, muito mais feliz do que a sua antiga vida.

  • Traduzido e adaptado por Stael Metzger do original Ask a therapist: How to celebrate Mother's Day as a divorced parent, de Toni Coleman.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Toni Coleman é psicoterapeuta licenciada, expert em relações amorosas e autora, trabalhando com publicações, TV e programas de rádio. Toni escreve para HopeAfterDivorce.org, FamilyShare e LAFamily.

Website: http://HopeAfterDivorce.org

Pergunte ao terapeuta: Como celebrar o Dia das Mães após o divórcio?

Com a aproximação do Dia das Mães, talvez seja difícil para mães sozinhas celebrarem essa data sentindo que falta uma parte de sua família. O que fazer para sentir-se melhor nesse dia tão especial.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr