Dia das Mães: Abrindo seu coração ainda em tempo

Coisas importantes a ponderar em relação às mães, e dizer a ela HOJE, se você ainda tem a sua por perto. Amanhã pode ser tarde demais.

2,780 views   |   4 shares
  • Cada vez que uma criança nasce, nasce também uma mãe. Uma conexão eterna é formada. Conforme você cresce, sua mãe está lá para cobrir-lhe à noite, torcer por você, ensinar-lhe, preparar-lhe para o mundo e ouvir quando você a chama. Ela está lá para encorajar-lhe em suas descobertas, criar e dançar a noite toda. Ela está lá para lhe animar, para construir fé. Está lá quando outros lhe abandonaram, em tempos bons e tempos difíceis, e em detalhes do seu dia a dia. A vida não vem com um manual de instruções. Vem com uma mãe.

  • Este vídeo é um excelente tributo à todas as mães do mundo. Muitos não tiveram uma mãe, ou ela não fez, por não poder ou não saber, muito do que diz o vídeo. Muitos não podem abraçar sua mãe neste dia, seja porque ela mora longe, ou porque ela não está mais presente nesta terra. Outros sentem mágoa por algo que sua mãe tenha feito ou mesmo por coisas que ela deixou de fazer.

  • Não importa. Todos nós conhecemos mulheres admiráveis que são mães e outras maravilhosas que não são mas que abençoam nossa vida como se fossem. A grande maioria das mães são boas mães, colocam seus filhos antes de si mesmas, fazem sacrifícios, estão sempre presentes de uma forma ou de outra quando eles precisam mais. A maioria dessas mulheres muitas vezes não são lembradas. Nem no Dia das Mães nem em nenhum outro.

  • Quando eu era pequena, eu brincava nos pés de minha mãe enquanto ela trabalhava em sua máquina de costura para ajudar no orçamento da casa. Eu queria estar junto dela. Depois quando cresci um pouco mais, passei alguns anos com minha avó. Ela estava lá nos anos mais críticos de minha vida. Com ela aprendi muito do que sou hoje, a resiliência e a fé ligadas ao trabalho incansável e altruísta. Depois conheci outro lado de minha mãe enquanto a ajudava a cuidar de minhas irmãs. Mais tarde a vida nos levou em direções diferentes, mas ela estava lá para ajudar a cuidar do meu filho quando eu precisei e ainda hoje, mesmo distante, ela é presente em minha vida, sempre me ensinando a ser forte, nunca desanimar e manter o amor pela vida com seu coração caridoso que não se assusta ou sequer pensa em desistir. A distância e mesmo a vida em si apagou as más lembranças e fortaleceu o amor entre mãe e filha. E, principalmente, depois que me tornei mãe, eu a entendi em muitos aspectos.

  • Nunca é tarde para tentarmos conhecer um pouco mais nossa mãe, e ver que apesar de ela ter super poderes, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, elas são pessoas normais, como nós, e estão também tentando acertar. Leve em consideração esses conselhos.

  • Advertisement
  • 1. Faça as pazes com sua mãe

  • Não importa a situação, se ela merece, se vai entender. O amor real necessita do perdão. Se você precisa perdoá-la, não demore, enquanto há tempo. Se você precisa pedir perdão, é melhor correr. O tempo não pára. Você não poderá pedir perdão num funeral.

  • 2. Os espelhos estão em toda a parte

  • Quanto mais os anos passam, mais você perceberá que você tem muito de sua mãe. E essa descoberta pode fortalecer e curar suas más lembranças, portanto aproveite as oportunidades para conhecê-la melhor e de quebra, conhecer a si mesmo.

  • 3. Você não pode se divorciar de sua mãe

  • Pelo fato de que você a ama ou não, aprenda a abraçá-la como ela é, pois ela cuidou de você da forma que você veio ao mundo.

  • 4. Agradeça

  • Simples. Lembre-se das muitas fraldas, das refeições, dos dias de escola, das canções de feliz aniversário, das roupas e tantas coisas que ela lhe proveu. Quando ela ficar velhinha e você precisar cuidar dela, isso não será um fardo, mas sua oportunidade de fazer o mesmo que ela fez, ou de demonstrar sua gratidão e amor.

  • 5. Ame-a e diga isso a ela

  • Ninguém é perfeito, inclusive você. Ame sua mãe pois sua relação com ela é que o fará entender sua conexão com a vida, e consequentemente sua felicidade. A forma como nos relacionamos com nossas mães determina como trabalhamos, amamos, casamos e como somos mães, além de como vivemos.

  • 6. Siga os bons exemplos

  • Se sua relação com sua mãe é boa e completa, com os mal-entendidos resolvidos, com as palavras de amor ditas, com a compreensão mútua, entendendo o estilo e condições de vida de cada uma, quando chegar a hora de ela partir desta vida, ou você, o sentimento de honrar sua mãe, mesmo com todos os seus defeitos e os dela, lhe fortalecerá ao invés de lhe debilitar. Este é o momento de cada um de nós colocar em prática o que de melhor nossas mães nos ensinaram.

  • Os asilos estão lotados de mães que são esquecidas por seus filhos. Em muitas camas de hospitais muitas mães esperam por alguém que nunca virá. É o telefone que nunca toca, o carteiro que nunca vem, o email que nunca chega, a visita que tarda, a voz que ela nunca ouve. Há muitas formas de esquecermos de nossas boas mães, mas a pior delas é cair no esquecimento dos bons ensinamentos e não seguir seus bons exemplos, mesmo que sejam poucos.

  • Muitos homens na história do mundo, deixaram as más escolhas e suas consequências de lado e mudaram suas vidas para melhor quando lembraram de suas mães.

  • Advertisement
  • Jesus Cristo abençoou sua mãe (João 19) antes de entregar seu Espírito por todos nós. O Senhor também ensinou, "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá." (Êxodo 20:12)

  • "Não podemos esquecer nossa mãe e lembrarmos de Deus. Também não podemos esquecer de Deus e lembrarmos de nossa mãe. Por que? Porque estas duas pessoas sagradas, Deus e Mãe, são parceiros na criação, em amor, sacrifício, serviço, e são como um." (Thomas Monson)

  • Neste Dia das Mães, procure sua mãe, abra seu coração e demonstre seu amor. Abençoe sua vida. Abençoe-a com o seu amor, perdão e gratidão. Ame-a acima de tudo. Somente o fato de você experimentar a incondicionalidade do amor trará ao seu coração o entendimento do que uma mãe significa.

  • Leia também: 10 coisas que demonstram que você foi uma ótima mãe hoje

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

C. A. Ayres é mãe, esposa, escritora e fotógrafa, pós-graduada em Jornalismo, Psicologia/Psicanálise. Visite seu website.

Website: http://caayres.com/

Dia das Mães: Abrindo seu coração ainda em tempo

Coisas importantes a ponderar em relação às mães, e dizer a ela HOJE, se você ainda tem a sua por perto. Amanhã pode ser tarde demais.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr