Usando a tecnologia positivamente na família

Quando a tecnologia é boa e quando é má para você? Veja neste artigo como o uso da tecnologia pode influenciar sua vida, emoções e decisões.

2,870 views   |   7 shares
  • A tecnologia tem sido uma grande aliada para a saúde mental do homem, através dela conseguimos aprender novos idiomas, aprender sobre as diversas culturas existentes, encontramos amigos que dividem dos mesmos hábitos que os nossos e podemos compartilhar muitas novidades pela internet, por meio de e-mails e das redes sociais. Mas a tecnologia também pode trazer sérios riscos à saúde mental, espiritual e emocional de quem a utiliza; se não a usar de maneira benéfica, esta mesma pode trazer muitas amarguras e ser uma verdadeira inimiga da família humana.

  • Hoje em dia todos dependemos da internet para trabalhar. Até mesmo as pequenas empresas necessitam de sistemas atualizados de informática para ajudar a melhorar o negócio, desde a conseguir manter o equilíbrio do gerenciamento interno, como para atender às necessidades dos clientes. Mas e quando é demais ou quando é que sabemos que estamos nos prejudicando com os assuntos diversificados da internet?

  • Falamos a respeito de negócios, mas a tecnologia cresce em todos os segmentos, inclusive dentro do lar. Devemos lembrar que o bom uso da tecnologia traz variados benefícios, mas quando utilizado de maneira errada prejudica por completo a toda família.

  • "Hábitos simples, constantes e bons resultam numa vida repleta de bênçãos.” (Richard G. Scott)

  • Então, como utilizar a tecnologia positivamente na família de modo que ela traga felicidade?

  • O que faz bem.

  • Podemos utilizar a tecnologia para nosso bem e para o bem das outras pessoas. Existe muito conteúdo interessante que pode nos ajudar no dia a dia, sites educativos e temas que abordam o desenvolvimento saudável pessoal e profissional. Nosso site familia.com.br é uma demonstração de conteúdo sadio e produtivo que tanto tem ajudado as famílias a se fortalecerem e desenvolverem os mais nobres sentimentos umas pelas outras.

  • Trazer paz.

  • O que vemos, ouvimos e lemos tem um efeito dentro de nós que pode ser positivo ou negativo. Nosso cérebro é como uma grande esponja, que tudo absorve. Quando vemos algo ruim, isso se fixa em nossa mente e com o tempo pode levar a vícios e hábitos. Os pensamentos sofrem com esses “estímulos” e trazem consequências desastrosas em nossas vidas.

  • As imagens ruins, como pornografia por exemplo, podem invadir nossa mente em segundos, numa reunião de negócios ou numa atividade familiar. Quanto mais você motiva sua mente para ver, ouvir ou ler algo do gênero, as garras dessas informações estará firmada dentro de você e assim terá mais dificuldades para vencer o que é impuro e solidificar sua vida com amor, ternura, bondade e pureza.

  • Advertisement
  • Vigiar e controlar

  • Um mandamento eficaz para todas as nossas atitudes é a que o Senhor no dá quando diz: Vigiai e orai. Esse vigiar e orar significa controlar nossos hábitos também. Não somos empurrados a nada, mas podemos ser induzidos e influenciados. Existe uma história bem conhecida sobre dois cães que um homem alimentava. Um era bom, dócil e amável; outro era violento, arisco e nervoso. Quanto mais o homem alimentava os cães, mais estes ficavam gratos ao seu dono. Porém, a corda em que estavam presos com o tempo se desgastou por estarem bem gordos, então entraram em conflito e numa briga feroz. Houveram mordidas e arranhões, ferozmente brigavam pela vida, O CÃO BOM CONTRA O CÃO MAU. No fim perguntaram: “Quem foi que ganhou, o bom ou o mau?” E o dono disse: “Ganhou aquele que eu mais alimentei.”

  • Não é que tenhamos cães dentro de nós, mas possuímos um espírito moldável e adaptável. Se alimentarmos nosso ser com boas coisas, é claro que nos tornaremos pessoas melhores, mais sensíveis, bondosas e honráveis em tudo o que fizermos. E nossas imperfeições humanas serão vencidas pelo que há de melhor em nossa personalidade. Já se alimentarmos nossa alma com coisas ruins, será o contrário, o que é certo acharemos errado e o errado acharemos que é correto. O mal tem poder de fazer isso, nos confundir e nos fazer perder o que há de melhor em nós, por isso é tão essencial termos boa nutrição espiritual e intelectual, seja onde for, e o conteúdo da internet está incluído nisto.

  • Centralizar o conteúdo com bons propósitos

  • Pense em como pode mudar sua vida para melhor, alimentando-se de bons conteúdos e praticando-os no seu dia a dia.

  • Mensagens que edificam

  • As mensagens que edificam só têm bem a nos fazer, nos inspira, nos emociona e sempre nos deixa aquele desejo nobre de fazer o certo. Conseguimos facilmente sentir o Espírito do Senhor nas entrelinhas e desejamos compartilhar a mensagem com outros, pois sabemos que é o correto a fazer e que essas boas mensagens pode trazer paz para uma alma cansada.

  • Não justifique nem seja egoísta

  • As coisas do mal gostam quando justificamos nossas faltas e imperfeições e deseja que tenhamos o hábito de sermos egoístas, só pensando em nós, gosta quando dizemos que amanhã faremos, amanhã melhoraremos e esse amanhã nunca chega. Muitas vezes quando alguém vê determinado assunto, esquece da família, dos filhos, do cônjuge que tanto o honra e ama, esquece que o maior bem é a sua família e que nada no mundo pode substituir esse sincero amor.

  • Advertisement
  • Lembrar sempre da família

  • Devemos sim nos preencher com assuntos que nos façam lembrar de nossa família, do amor que devemos ter por ela e assuntos que nos ajudam a praticar essas qualidades que beneficiam a todos. Quando perceber que um conteúdo lhe afasta de sua própria família, é hora de desligar.

  • Uma bênção ou um obstáculo?

  • Se em algum momento você estiver vendo um conteúdo ou informação que provoque reações chamadas “antifamília”, evite-os a todo custo, desligue a tv, o rádio, mude o canal, apague o e-mail, feche a página, mas não torne a informação uma maldição na sua vida. Toda experiência digna, inclusive na internet, pode ser uma bênção em nossas vidas, pode nos proporcionar uma grande alegria e um amor puro e verdadeiro a nossos familiares e também aos conhecidos. Quando desfrutamos de boas músicas, sem palavrões, quando vemos boas imagens, sem o modismo da pouca roupa ou o estímulo aos vícios como o cigarro e a bebida, produzimos em nós um desejo genuíno de não fazer parte daquilo, porque nossos valores superam ao modismo do mundo e a má conduta que muito encontramos por aí.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Nos ajude a divulgar a mensagem...

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

Usando a tecnologia positivamente na família

Quando a tecnologia é boa e quando é má para você? Veja neste artigo como o uso da tecnologia pode influenciar sua vida, emoções e decisões.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr