Como conseguir que seu filho pratique música sem começar uma briga

Meu filho tem quase onze anos. Estou quase chegando aos quarenta. Tenho uma visão mais ampla da vida do que meus filhos, e é por isso que exijo que ele e meus outros filhos pratiquem música diariamente. Muitas vezes é uma luta.

909 views   |   shares
  • Recentemente um senhor mais velho ouviu dois de meus filhos tocando piano. Ele demonstrou interesse na habilidade das crianças e depois de algumas amabilidades, disse algo muito comum de se ouvir nessas circunstâncias: “Eu me arrependo muito de não ter continuado a praticar piano como minha mãe queria”.

  • Meu filho não ficou nem um pouco motivado com o comentário do simpático senhor. Em vez disso, olhou para mim e retrucou: “Nunca vou me arrepender se nunca mais tiver de tocar piano de novo”.

  • Meu filho tem quase onze anos. Estou quase chegando aos quarenta. Tenho uma visão mais ampla da vida do que meus filhos, e é por isso que exijo que ele e meus outros filhos pratiquem música diariamente. Muitas vezes é uma luta fazer com que nossos filhos pratiquem sem brigar, mas acredite se quiser, ultimamente as coisas com relação à prática de música em minha família estão ficando mais calmas.

  • Acho que essas razões podem ser úteis:

  • 1. Esteja disposta a ceder

  • Entenda ou decida por que é importante para você que seu filho estude música. É provável que o motivo seja diferente para cada filho. Para um, pode ser um meio de aprender autodisciplina. Para outro, pode ser seguir a tradição familiar ou, ainda, desenvolver seu talento natural. Talvez o motivo seja permitir que façam uma atividade extracurricular de que gostam se aceitarem praticar música. Qualquer que seja o motivo, isso ajudará a determinar o nível de intensidade e prioridade das aulas de música e do treino.

  • 2. Ofereça incentivos

  • A possibilidade de conseguir uma bolsa escolar em função da música ou poder um dia marchar com a banda do colégio não é a meta (ou se torna realidade) de cada criança envolvida com música. Determine o que faz seu filho ter o desejo de praticar. É provável que a satisfação de uma peça musical bem executada, a alegria de um professor de música ou a felicidade dos pais não seja suficiente. Ofereça dinheiro! Diga que eles devem praticar música se quiserem fazer outra atividade extracurricular que eles adoram, ou imponha uma penalidade caso uma lição musical não seja praticada. Mais uma vez, pense em como o envolvimento de seus filhos com a música pode ter uma influência benéfica e incentive de acordo. Depois de algum tempo, você pode reduzir os incentivos quando seu filho começar a gostar mais de estudar música. (Aconteceu com um de meus filhos. Com o outro, ainda preciso continuar com os incentivos).

  • 3. Tenha a mente aberta

  • Meu marido e eu lutamos por quase dois anos com um de nossos filhos para que ele tocasse piano. As aulas eram um pesadelo e praticar música fazia com que ele chorasse e brigasse. Ainda assim, sentíamos realmente que esse filho precisava estudar música. Depois de dois anos de aula, permitimos que ele parasse de estudar música. Mas ainda exigimos que ele toque piano todos os dias se quiser participar das atividades. Ele pratica no próprio ritmo, toca o que deseja, pelo tempo que quiser.

  • Advertisement
  • 4. Ajude-os a ver as recompensas de seus esforços

  • Quem não gosta de elogios? Encontre oportunidades para que seus filhos se apresentem para outras pessoas. Mesmo a versão mais básica de “Brilha, Brilha Estrelinha” pode angariar alguns sorrisos da “plateia”. Prepare recitais ou apresentações para acompanhar familiares e amigos. Leve as crianças para que toquem em um lar de idosos ou em uma festa da família. Além de aumentar a autoconfiança delas, isso as ajudará a sentir que as intermináveis horas de prática levaram a algum resultado. Procure gravar as práticas das crianças em algum momento e depois gravá-las novamente alguns meses mais tarde. Ouvir e ver o próprio progresso pode ser bem motivador para as crianças.

  • A maneira como você vai conseguir que seus filhos pratiquem música sem precisar brigar pode ser diferente de como eu faço isso, mas os princípios básicos são os mesmos. Os resultados podem variar. Alguns de nossos filhos podem um dia chegar a tocar no Teatro Municipal, outros podem acompanhar um coral, outros podem aparecer na TV e outros podem nunca mais pôr as mãos em um instrumento musical depois que saírem de casa.

  • Mas, no final das contas, podemos ao menos dizer que tentamos.

  • _Traduzido e adaptado por Wagner Vitor do original How to get your child to practice music without a fight, de Tiffany Sowby

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Através da escrita e discurso público como Treinadora certificada para o projeto Power of Moms, Tiffany é comprometida em ajudar as mães a encontrarem alegria e contentamento na maternidade.

Como conseguir que seu filho pratique música sem começar uma briga

Meu filho tem quase onze anos. Estou quase chegando aos quarenta. Tenho uma visão mais ampla da vida do que meus filhos, e é por isso que exijo que ele e meus outros filhos pratiquem música diariamente. Muitas vezes é uma luta.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr