Como escolher uma escola para meus filhos?

O que considerar ao escolher uma escola privada para seus filhos? Por que uma boa escola para alguém pode não ser uma boa escola para sua família?

447 views   |   1 shares
  • Junto com a alegria do nascimento de um bebê, muitas preocupações passam a ocupar a mente dos pais. A escolha da escola em que os filhos irão estudar é uma das dúvidas que pode tirar o sono dos pais.

  • Atualmente, pela legislação federal, o ensino obrigatório começa aos seis anos de idade. Apesar disso, 43% das crianças já frequenta a escola antes dos seis anos. No entanto, a partir de 2016, torna-se obrigatória a matrícula na escola a partir dos 4 anos.

  • Com os baixos índices de aproveitamento alcançados pelos alunos do sistema público de ensino nas últimas décadas, os pais tendem a procurar na escola privada uma melhor preparação para o futuro.

  • Com esse aumento de demanda, surgem novas escolas a todo o momento. Como, então, escolher para seu filho uma boa escola particular?

  • Faça as contas

  • Escolha uma escola que pode pagar. No anseio de escolher a melhor escola possível, muitas famílias assumem mensalidades que não podem pagar. Vale lembrar que as mensalidades não são o único custo mensal. Você ainda precisa arcar com listas de materiais, alimentação e o transporte escolar, em alguns casos. Segundo o Sindicato das Escolas Particulares do município do Rio de Janeiro, o índice de inadimplência chega a 30%. As escolas não são obrigadas a fazer a rematrícula para o ano seguinte, para alunos que estão em débito.

  • Converse com a vizinhança

  • Com certeza você conhece alguém que já tem filhos estudando nas escolas da sua região. Pergunte. Procure saber o que elas oferecem, como lidam com problemas de comportamento ou de aprendizagem. Vale a pena perguntar também como tem sido os aumentos nas mensalidades nos últimos tempos.

  • Agende uma visita

  • A maioria das escolas aceita visitas de pais interessados. Explique que quer saber mais sobre a proposta pedagógica da escola. Essa proposta é o documento oficial que diz que tipo de alunos a escola quer formar e como a escola trabalha para isso. Ande pela escola e fique de olho na limpeza de banheiros, pátios e salas de aula. Pergunte pelos recursos adicionais como quadras esportivas, bibliotecas, laboratórios e salas de informática. É importante também saber com qual regularidade esses recursos são usados. Dica: não espere encontrar uma escola como aquela em que você pode ter estudado. Filas, silêncio nas mesas durante as refeições, uniformes impecáveis e professoras com óculos de lentes grossas já não fazem parte do universo escolar há algum tempo.

  • A escola ideal para sua família

  • Advertisement
  • Uma boa escola para a família Silva pode não ser a escola ideal para a família Souza. Faça uma análise crítica sobre essa questão. Às vezes, a escola mais exigente, mais cheia de regras e mais bem pontuada nos rankings, pode não ser a melhor para sua família. Uma família liberal pode ter problemas ao matricular os filhos numa escola mais conservadora. Horários e distâncias devem ser calculados, o número de reuniões de pais e os horários em que elas são realizadas e até o excesso de atividades extras para os alunos devem ser objetos de ponderação. Escolha uma escola que seja adequada aos ideais de sua família.

  • Considere as preferências dos filhos

  • O personagem mais importante dessa escolha deve ser ouvido. Ninguém é mais interessado nessa escolha do que o aluno. É seu filho que vai permanecer horas e horas da vida nessa escola. Ele precisa, na medida do possível, gostar do ambiente. Para os pequenos, evite escolas muito distantes. Os longos trajetos fazem com que a criança chegue muito agitada à escola. Pior ainda quando as crianças precisam levantar tão cedo que acabam tendo sono na aula. A melhor escola para seu filho é aquela em que ele sente-se bem.

  • Em todo esse processo de escolha, lembre-se de que a escola é uma fase importante da vida de seu filho. Com o passar dos anos, muitas coisas estudadas na escola são esquecidas. No final de tudo, o que fica são as alegrias, as tristezas e as pessoas, que de uma forma ou de outra, nos ensinaram a viver.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Osmir P. Andrade é educador. 

Como escolher uma escola para meus filhos?

O que considerar ao escolher uma escola privada para seus filhos? Por que uma boa escola para alguém pode não ser uma boa escola para sua família?
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr