E a verdade vos libertará

Às vezes, é difícil encarar a verdade dos fatos, mas sem a verdade não haveria firmeza, bom julgamento e racionalidade. Mas o que acontece quando não reconhecemos a verdade? Neste artigo, você descobrirá.

624 views   |   shares
  • Existem várias verdades, verdades universais tais como a de que o mundo é redondo não é apenas verdade, mas um fato. E há verdades que nós mesmos acreditamos que sejam fatos, mas que não são necessariamente provados. E, finalmente, há várias verdades e teorias descritas por numerosos filósofos. A verdade é algo em que confiamos, algo que nos ajuda a gerenciar melhor a nossa existência humana. Sem a verdade não haveria firmeza, bom julgamento e racionalidade. É o que desejamos e precisamos. Mas o que acontece quando não reconhecemos ou não queremos aceitar a verdade?

  • Vivemos em uma sociedade onde é normal nos compararmos a outros. Muitas vezes, o nosso subconsciente se agarra ao volante, aos controles e nos convence de que deveríamos ser como ele ou ela e que seríamos verdadeiramente felizes se o fossemos. Agora, há algo que eu sei muito bem. As mães deveriam ser de um determinado jeito, certo? Elas fazem as coisas certas e agem de determinadas maneiras. Elas devem ser as mulheres poderosas que cuidam de si e da família. Nunca deixam nada fora do lugar, e caramba! Ela é a melhor padeira e cozinheira do bairro ou pelo menos sua família acha que sim. Ela não vacila sob pressão e sua força é sólida e imutável. Sim, assim é como as mulheres deveriam ser, pois são a cola que mantém as famílias unidas e muitas vezes colocam o ambiente de trabalho em harmonia, pois as mulheres realmente têm feito deste mundo um lugar melhor. Creio que isso seja uma verdade.

  • Mas onde está sua capa de conforto quando sua confiança é abalada e onde está seu espaço pessoal entre as tempestades da vida? Ela é o abrigo a proteger todos os outros da tempestade durante todo o tempo, enquanto vai se encharcando e ficando com muito frio. Mas, não eu. De jeito nenhum. Então, quando meu cardiologista me disse que minhas palpitações cardíacas exageradas eram provavelmente devido ao estresse, quase ri na cara dele. Sou a mãe de dois dos melhores filhos do planeta (pelo menos penso assim), apoiei meu marido através de dois acampamentos militares, fiz uma longa caminhada vigorosa através da escola de odontologia e sobrevivi a duas gestações muito difíceis, em que uma me deixou hospitalizada várias vezes e em repouso no leito. Cozinho todos os dias para a minha família, a roupa está sempre lavada e dobrada e minha casa é quase impecável, sirvo ao próximo sempre que precisam de mim ou quando sou chamada e os meus filhos estão sempre limpos e apresentáveis. Devo ser a supermulher, certo? Posso conquistar tudo. Ou talvez não.

  • Advertisement
  • Meu cardiologista fez vários testes e eu estava certa de que ele iria dizer que nasci com um defeito no coração, e definitivamente precisaria de cirurgia cardíaca para corrigir os batimentos irregulares do coração que muitas vezes me mantiveram acordada durante a noite. Mas ele não o fez. Ele olhou fixamente para mim e não pareceu surpreso quando disse, "Você tem um problema de estresse. Estresse é o que está fazendo com que o seu coração deseje saltar para fora de seu peito." Como assim? Eu sou uma super-heroína, faço tudo por minha família e o que você está dizendo é que isso está fazendo o meu coração querer pular para fora do meu peito? Na verdade, parecia que ele estava tentando fugir da minha, assim chamada, vida estressante. Eu não tinha pensado nisso antes e, francamente, não estava acreditando nessa ideia.

  • Algumas noites mais tarde, finalmente decidi dar algum crédito às palavras do médico. Avaliei os últimos seis anos de minha vida e fiquei atordoada. Rompi em prantos e percebi que ele estava certo! Minha família e eu havíamos passado por muitas dificuldades e eu estava apenas à beira do afogamento após nadar na superfície da água por muito tempo. Como eu poderia não ter reconhecido isso? Descobri que as minhas bênçãos na vida são o que me mantiveram à tona e haviam mascarado a minha realidade. Eu sabia que tinha recebido muitas, então como poderia reclamar mesmo que por um segundo? A verdade havia me libertado. Chorei muito e me deixei finalmente levar pelos sentimentos de frustração que meu corpo estava tentando me fazer sentir. Aceitei a mensagem que meu coração estava me mandando, que era para eu abrandar, respirar fundo e não levar as coisas tão a sério.

  • As expectativas que colocamos sobre nós mesmas, como mulheres, são imensas e, muitas vezes, não paramos para reconhecer as mensagens que nossos corpos estão nos enviando. Nós não podemos ser sempre o abrigo para as tempestades. Às vezes, também necessitamos de abrigo e temos que admitir que precisamos fazer uma pausa na vida e reservar algum tempo para nós. Todas as coisas que estavam me causando estresse podiam esperar. Nada era realmente tão urgente, mas de alguma forma eu me convenci de que não estaria cumprindo com meus deveres de esposa e mãe, se não conseguisse realizar certas coisas no dia, mas a verdade é que eu estava ficando doente e todos à minha volta acabariam por sofrer se eu não reconhecesse isso. Portanto, agora que aceitei a verdade, mudei algumas coisas e finalmente estou sentindo um pouco de liberdade. Aqui estão algumas dicas que me ajudaram.

  • Advertisement
  • 1. Tive que parar de me comparar com os outros

  • O que eles fazem e realizam não é necessariamente o que é melhor para mim e minha família.

  • 2. Tenho que fazer algumas pausas

  • Minha roupa na lavanderia pode ser dobrada depois. Preciso tirar um momento para mim e se isso significa fechar meus olhos para meditar ou ler um livro por 30 minutos, então tudo bem. Devo fazer isso.

  • 3. Preciso aceitar e pedir a ajuda de meu esposo

  • Fico muito enrolada em relação às funções masculinas x funções femininas que esqueço que criar filhos significa trabalho dobrado e eu não devia jamais me sentir culpada por pedir ajuda ao pai de meus filhos.

  • 4. Vamos relaxar!

  • Não se esqueça de como se divertir. Uau! Eu costumava me divertir e de repente a vida ficou muito séria e complicada demais para diversões. Esqueça isso. Seja uma palhaça e se divirta fazendo isso. Você é o melhor exemplo para seus filhos de como viver e lidar com a vida. Se você for uma grande bola de estresse, como eu era, adivinhem o que acontecerá? Seus filhos aprenderão a lidar com o estresse da mesma forma que você.

  • 5. Ouça o seu corpo

  • Ele conhece você! Sabe quando você está fazendo demais. Ele anseia por exercício e relaxamento. Encontre alguma forma de exercício e transforme-o em um hobby, mas não deixe que ele se transforme em outra forma de estresse! Ele a ajudará a aliviar o estresse e a manter-se saudável. Finalmente, ame-se, ouça o seu corpo e cuide dele. Ninguém quer acordar de repente e perceber que tudo o que fez foi tentar viver a vida em um único dia. Para cada dia basta o seu mal. Nada como um dia após o outro, e uma noite no meio. Aprecie e viva os momentos, gaste-o com seus filhos, ria com o seu marido e deixe a roupa na lavanderia. Ela vai estar lá para ser dobrada amanhã.

  • _Traduzido e adaptado por Ana Maria Castellano do original And the Truth Shall Set You Free! de Savannah Foisy

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe em um segundo!

Savannah Foisy é mãe de dois filhos, possui bacharelado em Psicologia, ama ler e praticar ioga. Sua meta é mudar a sociedade através de mudar para melhor uma mãe por vez.

E a verdade vos libertará

Às vezes, é difícil encarar a verdade dos fatos, mas sem a verdade não haveria firmeza, bom julgamento e racionalidade. Mas o que acontece quando não reconhecemos a verdade? Neste artigo, você descobrirá.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr