5 ações de casais que conseguiram sobreviver ao câncer juntos

A descoberta de um câncer em um dos cônjuges pode ter um impacto imenso na relação. O medo da perda pode afastar ou silenciar um dos parceiros, justamente quando o outro mais precisa.

2,124 views   |   shares
  • O diagnóstico

  • Pela abrangência e impacto, pode-se dizer que o câncer é uma doença que atinge toda a família. Todos, de uma forma ou outra, se sentem atingidos por ele. É um momento difícil, mesmo para as famílias que têm um histórico de integração, diálogo e confiança uns nos outros.

  • Neste momento difícil a pessoa atingida pela doença pode sentir-se com raiva, frustrada ou amedrontada. Geralmente pensa: “Por que eu?”

  • O cônjuge deve saber que essa raiva não é contra ele, mas contra a doença.

  • 1. Conhecer a doença

    • Procurem informar-se o máximo.

    • Conversem com o médico.

    • Sigam à risca o tratamento indicado.

  • 2. Ter expectativas positivas

  • Tudo que um cônjuge assustado, nervoso ou sentindo-se mal não precisa é de alguém que demonstre falta de esperança ou desespero diante da doença.

    • Não o sobrecarregue com perguntas ou comentários do tipo: “Nossa, e agora? Quem vai cuidar da casa e das crianças?” ou “Puxa vida, agora vou ter que arranjar um emprego.”

    • Mostre que você está do lado do seu companheiro. Demonstre isso com palavras encorajadoras como: “Não se preocupe, estamos juntos e isso é o que importa.” Ou “Eu te amo e tudo vai dar certo.” Abraços, toques e atitudes complementam o apoio.

    • Não se retraia por não saber o que dizer. Um toque amoroso pode dizer muito.

  • 3. O relacionamento íntimo

  • O câncer pode afetar o relacionamento íntimo de várias maneiras. Tanto nos aspectos físicos como psicológicos. É preciso muita compreensão e sensibilidade para lidar com essas situações.

    • Diga a ele/ ela que independente de qualquer situação você o ama e estará ao seu lado.

    • Continue com a mesma atenção e afeto de antes ou aumente.

  • 4. A sensação de abandono

  • Muitos casais sentem que os amigos e parentes se afastaram, quando muitas vezes eles não sabem o que fazer para ajudar. Caso precisem de ajuda, falem.

    • Busquem os avós ou tios que possam cuidar das crianças, ou ajudar com a casa.

    • Busque os membros de sua igreja se você frequenta alguma.

    • Principalmente, busque Deus ou força espiritual de acordo com sua crença. Muitas pessoas se sentem injustiçadas e se voltam contra Aquele que mais pode ajudar.

    • Evite a amargura e a descrença.

    • A fé é decisiva na cura e a medicina já aceita esse papel da crença no processo de sanar doenças.

    • Procurem sair, divertir-se e rir muito juntos. Isso aumenta as defesas do organismo. O riso é um grande remédio.

  • Advertisement
  • 5. Como o relacionamento pode sobreviver diante de situações tão difíceis?

  • A história de Angelo e Jennifer:

  • Em 2008, Jennifer e Angelo receberam um diagnóstico: Jennifer estava com câncer de mama. O casal uniu forças para combater a doença. E juntos, mostraram ao mundo a luta pela vida e a força dessa união. Em seu blog eles contam como suportaram juntos.

  • — "Respire fundo" virou nosso mantra. A ansiedade costumava aparecer sem avisar e nós percebemos que aquilo não era um sonho.

  • Jenn (como Angelo a chamava) conta que a dor era quase insuportável. Em meio a lágrimas, segurava forte o braço de seu marido e dizia que só conseguiria suportar o sofrimento se Angelo fixasse os olhos no olhar dela.

  • Angelo relembra: — Nós nos amamos com cada fragmento das nossas almas. Jen me ensinou a amar, a ouvir, a doar e a acreditar nos outros e em mim.

  • Jennifer venceu ainda em 2008 o câncer, mas dois anos depois novos exames mostraram que houve metástases (células cancerosas se espalharam pelo corpo dela). O câncer atingiu os ossos de sua pelvis, o fígado e o cérebro de Jenn. Para combater os tumores, Jen teve que passar por diversas sessões de quimioterapia. Ela sofria uma dor crônica, advinda dos efeitos colaterais de sua medicação. Tanta dor e sofrimento afetou o relacionamento íntimo.

  • A luta de Jen contra o câncer virou um ensaio fotojornalístico, um documentário sobre "o desafio, a dificuldade, medo, tristeza e solidão" na batalha mais importante da vida dos dois. As imagens do dia a dia de Jen foram publicadas na internet. O projeto foi chamado de A batalha que nós não escolhemos: a luta da minha mulher contra o câncer de mama. A intenção do casal era mostrar a luta de Jennifer e incentivar homens e mulheres a realizarem a prevenção.

  • A luta de Jenn durou quatro anos. Jennifer morreu aos 40 anos em 2011. Em sua lápide, está escrito: "Eu amei tudo isso".

  • O que sobreviveu nessa relação infelizmente não foi Jennifer, mas o amor que apoiou a ambos durante todo o processo.

  • Desde o adeus dela, Angelo tem recebido muito incentivo e elogios dos internautas do mundo inteiro, comovidos com a luta de sua mulher e a história de amor dos dois. (artigo jornalístico do Portal R7)

  • Advertisement
  • Angelo é um exemplo para todos os cônjuges que enfrentam o câncer. Ele também torce para que todos fiquem mais conscientes sobre o sofrimento dos outros e saibam que, às vezes, não é preciso saber o que dizer.

  • — Às vezes, basta dizer: "Eu te amo".

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe o resultado com seus amigos...

Stael Ferreira Pedrosa é escritora free-lancer, tradutora, desenhista e artesã, ama literatura clássica brasileira e filmes de ficção científica. É mãe de dois filhos que ela considera serem a sua vida.

Website: http://tedandoumaideia.blogspot.com.br/

5 ações de casais que conseguiram sobreviver ao câncer juntos

A descoberta de um câncer em um dos cônjuges pode ter um impacto imenso na relação. O medo da perda pode afastar ou silenciar um dos parceiros, justamente quando o outro mais precisa.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr