Para todas as "Madrastas Más"

Retratadas como bruxas nos contos infantis, as madrastas têm que criar uma visão positiva de sua própria posição na família. VEJA 10 dicas que ajudam.

2,035 views   |   5 shares
  • O seu título de "madrasta" deixou-a sentindo-se um pouco deslocada no Dia das Mães? Infelizmente, às vezes as madrastas são retratadas de uma maneira desagradável, mas existem meios de combater os estereótipos e reivindicar o feriado como uma celebração da ótima mãe – biológica ou não – que você realmente é.

  • A maioria das madrastas que eu conheço não cresceram pensando: “Um dia eu vou ser uma madrasta. Mal posso esperar." No entanto, eu me tornei uma madrasta de três crianças e minha irmã – valente como ela só – casou-se com um homem que é o pai viúvo de seis adoráveis crianças. E a realidade é, minha irmã e eu temos amigas que cresceram e se tornaram madrastas também. Se você é uma madrasta ou conhece alguém que é, aqui estão algumas sugestões para aproveitar ao máximo essa vida familiar adotada.

  • 1. Faça de seu casamento sua prioridade

  • Tenha a certeza de que, uma família misturada não pode ser mais forte do que o casamento que a trouxe junto. O mais complicado, no entanto, é que, casar já tendo uma família, pode fazer com que seu relacionamento conjugal deslize para segundo plano se você não priorizá-lo. No entanto, você deve isso ao seu marido e a você e não deve deixar seus filhos fazerem isso acontecer. Você pode dar ao seu casamento a melhor chance possível se você e seu cônjuge escolherem dar a seu casamento dois fundamentos importantes: uma boa comunicação e uma noite a sós para saírem juntos regularmente.

  • Quando se trata de comunicação, faça o seu melhor para compartilhar tempo de conversação sem interrupções todos os dias, talvez no início da manhã antes das crianças acordarem ou depois de ir para a cama à noite. Faça tudo que puder para ter uma noite juntos, a cada semana, se possível - uma noite em que você e seu marido podem ser apenas um casal e tenham tempo para se concentrar exclusivamente em vocês dois.

  • 2. Conheça seus enteados

  • Se seus enteados vivem com você ou não, faça a sua parte para conhecê-los. Se você fizer isso, vai aprender rapidamente que há muitas coisas adoráveis sobre eles. Um dos melhores presentes que você pode dar a seu enteado é um ouvido atento. Há poucas coisas que se possa afirmar mais sobre as crianças do que o fato de que querem se sentir ouvidas.

  • Então, seja uma boa ouvinte, mas também esteja atenta. O que eles não gostam e o que não gostam, tanto sobre comida, quanto passatempos, filmes, e assim por diante. Quem são seus amigos? Quando é que eles parecem mais felizes? Quando é que eles parecem estar para baixo? Preste atenção e você vai encontrar maneiras de se conectar com eles na conversa, nos presentes que lhes dão, e nas atividades que você compartilha com eles.

  • Advertisement
  • 3. Criar uma visão positiva sobre ser madrasta

  • De todas as madrastas em filmes e livros, quantas foram retratadas como uma força positiva na vida de seus enteados? Muito poucas, eu acho. Em outras palavras, literatura e cinema já as mostrava como a bruxa malvada da família misturada muito antes de você se tornar uma. Se você estiver buscando uma visão positiva de sua posição, você vai ter que criá-la você mesma.

  • Escreva o seu próprio conto de fadas positivo sobre as madrastas, retrate-a como alguém que está alimentando, amando e que faz uma diferença positiva. Você não pode escrever as funções dos outros, mas você pode escrever seu próprio papel e fazer o seu melhor para realizá-lo. Faça isso para o seu marido e para si mesma, mas também para as madrastas em todos os lugares que estão buscando uma visão positiva de sua posição.

  • 4. Apoie seus enteados em seu relacionamento com o pai

  • Muitas vezes, quando um pai se casa novamente, seus filhos percebem a nova madrasta como uma ameaça à sua relação com ele. Essa é a última coisa que as crianças precisam se preocupar quando seu mundo já foi abalado pelo divórcio dos pais ou pela morte de sua mãe.

  • Como uma madrasta, você pode fazer muito para aliviar essas preocupações, expressando e demonstrando apoio na relação das crianças com o pai. Procure oportunidades para fazer comentários simples, mas reconfortantes, como, "Eu vejo que você e seu pai amam histórias de mistério. Acho isso maravilhoso." Tire um tempo para ter uma conversa séria com seus enteados e assegurar-lhes que você vai fazer o que puder para apoiá-los no relacionamento com seu pai. E mais que tudo, incentive o seu marido a passar algum tempo individualmente com cada filho. Toda a família vai se beneficiar.

  • 5. Fale bem da mãe deles

  • Em uma situação ideal de família misturada, esta deve ser uma coisa fácil de fazer, mas raramente as famílias misturadas estão em uma situação ideal... Então, se você está tentada a falar mal da ex-mulher do seu marido na frente dos filhos dela, pare antes de começar. Isso só servirá para afastar as crianças de você e causar contratempos em seus esforços para criar um senso de família.

  • Em vez disso, discuta as suas preocupações e frustrações com o seu marido em particular (mas tenha o cuidado de verificar se não está usando essa discussão para falar mal da ex dele). E, se possível, junto com o seu marido comunique-se diretamente com a mãe dos seus enteados. Quando a ex-mulher de seu marido fizer ou disser algo positivo, não se esqueça de comentar isso com as crianças. Se você reconhece o lugar dela como mãe de seus enteados, estes estarão mais propensos a abrir espaço para você em seus corações.

  • Advertisement
  • 6. Espere respeito e revise suas expectativas

  • A maioria das madrastas entram em sua nova família com expectativas exageradas de que irão rapidamente tornar-se uma grande família feliz. É bom querer isso e trabalhar para isso, mas podemos estar nos preparando para uma grande decepção e angústia, se esperamos que isso aconteça de acordo com nosso próprio calendário.

  • Dito isto, acredito que cada uma de nós, como madrastas, deve esperar respeito na maneira como nossos enteados falam conosco e nos tratam. No entanto, ter a expectativa não significa que será assim, mas, no entanto, é uma expectativa razoável e tanto a madrasta quanto seu marido devem incentivar seus filhos a fazê-lo. Esteja preparado para deixar de lado ou revisar suas expectativas quando se trata de sua vida familiar misturada. Quando você se concentrar mais em dar amor e aceitação do que naquilo que espera, será mais provável receber o amor e aceitação que você razoavelmente deseja.

  • 7. (Quase) Nunca leve para o lado pessoal

  • Quando as crianças estão sofrendo, a madrasta pode ser um alvo fácil. Afinal, ela estar a menos tempo na família serve como um lembrete para as crianças que os pais não voltarão a ficar juntos.

  • Quando um enteado diz algo que fere seus sentimentos, faça a si mesma algumas perguntas: Eu disse ou fiz algo errado? Eu deveria estar fazendo alguma coisa de maneira diferente? Se você responder não a essas duas perguntas, reconheça que o seu enteado pode estar apenas expressando sua própria dor sobre suas circunstâncias familiares de forma inadequada. Se você meditar sobre os comentários deles e perceber que eles têm razão, peça desculpas e considere que mudanças você pode fazer no futuro.

  • 8. Valorize seus pontos fortes e talentos originais

  • Assim como toda mãe traz pontos fortes e talentos especiais para a vida familiar, o mesmo acontece com a madrasta. Quais os pontos fortes e talentos originais que você pode usar para nutrir sua casa e a vida familiar?

  • Você ama ler? Leia em voz alta para o seu pequeno enteado ou converse com ele sobre seus livros favoritos. Você gosta de cozinhar? Descubra alguns dos pratos favoritos de seus enteados e prepare-os como uma surpresa especial. Tire um tempo diariamente para fazer um inventário dos dons e pontos fortes que você acrescenta e determinar, de formas muito específicas, como você pode usar a sua natureza única para tecer uma rede de amor e unidade em sua família.

  • 9. Busque interagir com outras madrastas

  • Advertisement
  • Ninguém pode saber exatamente o que você vive, ou como é sua situação, mas outras madrastas podem ter uma ideia. Discuta as decepções e dificuldades, mas não se debruce sobre o negativo. Participar em discussões positivas irá aliviar a sua carga e dar-lhe ânimo. Comprometa-se a edificar e apoiar as madrastas que você conhece. Você pode fazer isso através de uma escuta atenta e um ouvido compassivo. Quando apropriado, compartilhe o que funcionou para você em sua família adotiva e aprenda com as experiências de outras. Quando as madrastas se reúnem, buscando o que é melhor para suas famílias, podem fazer muito para beneficiar umas às outras.

  • 10. Seja gentil consigo mesma

  • Ser uma madrasta pode ser difícil, às vezes até mesmo ferir seus sentimentos. Eu sei de um monte de madrastas que dão tudo o que têm, mas às vezes essas mesmas madrastas deixam de dar a si mesmas o que tanto se esforçam em dar a seus enteados: bondade genuína. Seja gentil com você mesma. Continue trabalhando nas coisas que você pode fazer para melhorar como madrasta, mas não se esqueça de dar reconhecimento a si mesma, do bem que você está fazendo quando, por exemplo, você faz uma festa de aniversário especialmente elaborada para sua enteada.

  • Se você for como a maioria das madrastas que eu conheço, talvez a melhor coisa que você pode fazer por si mesma é aprender a perdoar-se quando cometer erros e dar-se permissão para deixar esses erros para trás. Lembre-se, quanto mais gentil você for consigo mesma, mais gentil você será para seus enteados.

  • Traduzido e adaptado por Stael Metzger do original For all the "evil stepmothers", de Debra Sansing Woods.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Para todas as "Madrastas Más"

Retratadas como bruxas nos contos infantis, as madrastas têm que criar uma visão positiva de sua própria posição na família. VEJA 10 dicas que ajudam.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr