O que é diabetes gestacional?

Assim como a diabetes comum, a diabetes gestacional causa níveis elevados de açúcar no sangue e, como em qualquer tipo de diabetes, é preciso controlar a quantidade de açúcar no sangue. Entretanto, os sintomas...

1,081 views   |   1 shares
  • Minha irmã é uma pessoa muito saudável. Saudável do tipo que caminha ou vai de bicicleta até o trabalho todos os dias. Ela treina para corridas de bicicleta e surfa regularmente. Estava super animada com a chegada de seu primeiro bebê. Tinha pesquisado qual era o melhor berço e a melhor cadeira de automóvel para o pequeno. Passava horas lendo sobre o que esperar com a chegada do bebê e como lidar com o recém-nascido e as mudanças que vêm com a chegada dele. No entanto, ela não estava preparada para receber a notícia de que tinha adquirido diabetes gestacional. A notícia foi um choque para ela. De uma hora para outra, ela teve de se preocupar com a saúde de ambos: a dela e a do bebê. Assim como tantas outras pessoas, ela queria saber: “O que é diabetes gestacional? O que vai acontecer com o meu bebê? Por que eu tenho isso? Qual é o tratamento?”

  • O que é diabetes gestacional?

  • Assim como a diabetes comum, a diabetes gestacional causa níveis elevados de açúcar no sangue e, como em qualquer tipo de diabetes, é preciso controlar a quantidade de açúcar circulante. Os sintomas da diabetes gestacional nem sempre são fáceis de reconhecer. Felizmente, esse tipo de diabetes não permanece depois do término da gravidez. Os níveis de açúcar no sangue retornam ao normal pouco após o nascimento do bebê.

  • Acredita-se que a diabetes gestacional seja causada, em parte, por hormônios liberados durante a gravidez. Esses hormônios dificultam a produção ou utilização da quantidade necessária de insulina pelo corpo da mãe. Isso ocorre em mulheres que nunca tiveram diabetes, mas que, durante a gravidez, têm elevados níveis de açúcar no sangue. Esse problema afeta aproximadamente 18 por cento de todas as grávidas. Além de afetar a mãe, afeta também a saúde do bebê.

  • Como a gravidez gestacional afeta o bebê?

  • A diabetes gestacional acomete a mãe no final da gravidez, por isso, ela não causa os defeitos de nascimento que podem ocorrer no bebê de uma mãe que já sofria de diabetes antes de engravidar. A grande quantidade de açúcar que passa da mãe para o bebê pode fornecer a ele muito mais energia do que seu organismo necessita, fazendo com que esta energia extra leve-o a crescer mais do que o normal. Esses bebês podem ter danos no rosto e nos ombros durante o nascimento, nascimento prematuro, problemas respiratórios, baixo nível de açúcar no sangue (devido ao fato de seu corpo produzir uma grande quantidade de insulina), icterícia, maior risco de obesidade infantil e um alto risco de desenvolver a diabetes tipo 2 mais tarde.

  • Advertisement
  • Fatores de risco

  • Qualquer grávida pode desenvolver a diabetes gestacional, mas há alguns fatores que aumentam esse risco. As mulheres que apresentam um maior risco de desenvolver esse tipo de diabetes são as que estão acima dos 25 anos de idade, têm histórico pessoal ou familiar de qualquer tipo de diabetes, tiverem dado à luz a um bebê com mais de quatro quilos, tiveram um bebê natimorto sem qualquer explicação ou são muito obesas. As mulheres que não são da raça branca também têm risco maior de desenvolver esse tipo de diabetes. Algumas das consequências para a mãe são um maior risco de apresentar pressão alta durante a gravidez, uma maior possibilidade de desenvolver a diabetes gestacional em outra gravidez e um maior risco de desenvolver a diabetes tipo 2.

  • Tratamento

  • O controle da diabetes gestacional é normalmente feito por meio de dieta e exercícios. Um médico ou uma nutricionista pode ajudar a grávida a preparar uma dieta que mantenha baixo o nível de açúcar no sangue. Um plano de atividades físicas também pode ser preparado para ajudar a gestante a reduzir os níveis de açúcar. Normalmente, é necessário realizar testes diários de glicose para verificar se o nível de açúcar está próximo ao de uma grávida que não tem diabetes gestacional. Em alguns casos, o médico pode também prescrever a administração de insulina para ajudar a controlar a glicemia. A insulina só deve ser tomada se for prescrita por um médico. Se você já teve diabetes gestacional, é bom fazer exames de sangue periódicos para verificar o nível de açúcar, pois há um risco maior de você desenvolver a diabetes tipo 2.

  • A melhor maneira de cuidar da diabetes gestacional é ter uma atitude proativa. Fale com seu médico a respeito dos fatores de risco e faça os exames. Siga as recomendações médicas. Se a diabetes for diagnosticada, siga o tratamento prescrito pelo médico para assegurar o melhor resultado para você e para o bebê.

  • Traduzido e adaptado por wagner Vitor do original What exactly is Gestational Diabetes?, de Michelle Schultz.

  • Advertisement

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe agora...

Michelle Schultz é professora do Ensino Fundamental, graduada em Psicologia e Sociologia, mãe de dois filhos e gosta de esportes e atividades com os filhos.

O que é diabetes gestacional?

Assim como a diabetes comum, a diabetes gestacional causa níveis elevados de açúcar no sangue e, como em qualquer tipo de diabetes, é preciso controlar a quantidade de açúcar no sangue. Entretanto, os sintomas...
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr