Livrando-se da obsessão de engravidar

Deixe-se tocar pelas mãos divinas e acredite que tudo pode ser da maneira como sonhou, sem ansiedade, sem desespero.

5,533 views   |   6 shares
  • As mulheres em geral têm o desejo de ser mãe em algum momento de sua vida, pois nascemos com esta missão, a de trazer ao mundo os filhos espirituais de Deus. No entanto, esse instinto de ser mãe para algumas se torna um sofrimento.

  • Entendendo o significado de ser mãe

  • Conheci uma mulher de trinta e cinco anos que estava com seu filho de quatro anos muito enfermo. O sofrimento dela era tão intenso que me comoveu profundamente e pude até sentir um pouco do seu sofrimento. Em nossa conversa, ela me disse que se fosse para perder seu filho preferiria nunca tê-lo tido.

  • Entendi que ela não renegava a existência de seu filho ou murmurava por estar passando por tanto sofrimento. Mas me dizia em outras palavras que preferia não ter sido mãe a sofrer a dor de perder seu filho. Só que ela lutou bravamente por sua recuperação e, quando ele se recuperou, ela me falou: ”Se não fosse mãe, nunca poderia ter entendido o que é sofrer por amor e se doar por alguém.”

  • Essa atitude desesperada nos mostra o quanto significa ser mãe para algumas mulheres. Já outras não pensam no assunto com tanta seriedade, mas acredito ser praticamente impossível encontrar uma mulher que nunca em algum momento de sua vida não teve o desejo de ser mãe e poder dar amor a seu filho.

  • Porém, para algumas, o processo é fácil; para outras nem tanto. Mas uma coisa é certa! Para quem quer muito um filho nem um esforço será grande demais. Seja em tratamentos e procedimentos médicos ou até mesmo a opção da adoção.

  • Quando o desejo de ser mãe torna-se obsessão

  • Como vimos, o desejo de ser mãe é natural, mesmo que alguns achem ser apenas pressão cultural e não algo implícito da natureza da mulher. O fato é que a maioria das mulheres tem esse desejo como missão e às vezes torna-se doentio e obsessivo.

  • Segundo a doutora Silvana Chedid (especialista em fertilização), “Mulheres que adiam a maternidade para quando estiverem com a vida profissional ou pessoal mais definida são as que mais sofrem os efeitos da pressão psicológica quando decidem engravidar e acabam adiando ainda mais a realização de seus sonhos.”

  • Ainda considerando os estudos da Dra. Silvana, o fato de uma mulher querer engravidar e nas primeiras tentativas não conseguir faz com que a dificuldade se torne ainda maior, pois a psique dessa mulher determina seu estado corporal.

  • Advertisement
  • O que fazer para se livrar da obsessão

  • Há muitos casos de mulheres que só conseguiram engravidar após deixar a mente livre da obsessão de ser mãe. É comum relatos de mulheres que optaram pela adoção e enquanto estavam envolvidas na criação do filho adotivo engravidaram.

  • A melhor sugestão, se você passa pela frustração, dor e ansiedade por engravidar, é procurar por ajuda psicológica e assim tratar primeiro a mente, depois fazer tratamentos de fertilização.

  • Normalmente, as pessoas fazem o contrário e com isso sofrem com o fato de não conseguir engravidar, culpam-se e as consequências são ainda mais dolorosas.

  • Qualquer recurso que traga mais tranquilidade e segurança à mulher vai ser de extrema importância durante o processo de tentativas de engravidar. O apoio do marido e familiares é fundamental. Só o fato de evitar cobranças e insinuações de impotência pode fazer milagres nesses casos.

  • Mara Chan (jovem poeta) diz que “Ser Mãe... é se deixar tocar pela mão de Deus.”

  • Então, deixe-se tocar pelas mãos divinas e acredite que tudo pode ser da maneira como sonhou, sem ansiedade, sem desespero. E o principal: acredite na centelha da vida que trouxemos dentro de nós enquanto filhas de Deus! E conseguirá realizar o sonho da maternidade, independente se seu filho nascer do seu ventre ou do seu coração.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos e familiares..

Graduada em Administração de Empresas com MBA em Empreendedorismo. Casada mãe de 6 filhos, avó de 2 netos. Atua profissionalmente como Analista Instrutora da Educação Empreendedora no SEBRAE - SP. Como hobby gosta de artesanato, música e leitu

Livrando-se da obsessão de engravidar

Deixe-se tocar pelas mãos divinas e acredite que tudo pode ser da maneira como sonhou, sem ansiedade, sem desespero.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr