Como fazer a busca por seu pai biológico

Saiba o que a lei diz e mais 13 dicas sobre como começar a buscar por um pai biológico e ausente.

55,172 views   |   804 shares
  • Todos nós temos necessidade de ter uma família, de nos sentirmos amados. E se não conhecemos nosso pai biológico, é um vazio que cedo ou tarde procuraremos preencher, por isso a vontade de buscar essa pessoa tão especial e importante em nossas vidas.

  • Para isso, se pudermos ter uma conversa honesta com a mãe para termos informações e buscar detalhes, todos que ela possa lembrar referentes ao pai biológico:

    1. Nome completo, data de nascimento e local.

    2. Se ela tem fotos dele, cartas, algum número de telefone.

    3. Data de nascimento, quantos anos o pai biológico tinha quando ela engravidou, assim pode-se saber qual a idade atual dele. Exemplo: Ele tinha 20 anos na sua concepção e hoje você tem 15, então se soma a idade dele que é igual a 35 anos. Assim, com essa informação, fica mais fácil localizar.

    4. Se hoje, hipoteticamente, ele tem 35 anos, subtrair do ano em vigor. Exemplo: 2013, subtrai 35 é igual: 1978. Seria o ano de nascimento dele.

    5. Nome dos avós e local de nascimento, nome da cidade onde nasceu, endereço, se houver.

    6. Se houver possibilidade de falar com alguém que conheceu seu pai biológico, buscar o máximo de informações, como: local de nascimento, data, nome correto dos pais, irmãos.

    7. Nome e endereço de amigos ou parentes do pai biológico.

    8. Fazer uma pesquisa nos cartórios onde seu pai biológico nasceu que emitem certidões de nascimento; fazer uma pesquisa com esses dados para encontrá-lo.

    9. Pesquisa em guias de telefones, caso tenha dados.

    10. Pode buscar em sites de relacionamentos, porém, nem sempre as informações são verídicas, o que pode causar frustrações.

    11. Pode usar meios de comunicação, como rádio, televisão e a própria Internet, através de programas confiáveis e que não coloquem em risco sua privacidade.

    12. Existem serviços profissionais, mas que se tornam muito caros.

    13. Há sites que buscam muito por pessoas na Internet, fazer buscas nesses sites.

  • Munido dessas informações, poderá também acessar este site que é um programa que existe à disposição pessoas que trabalham sem fins lucrativos e que lhe ajudarão com todo respeito e atenção. Assim, você não só terá dados e conhecimento do seu pai biológico como também de muitos antepassados.

  • Sabe-se que as buscas geram expectativas, ansiedades e frustrações. Por isso existe através da constituição Federal do Brasil o direito em saber paternidade. Veja a lei 8.560 de 29 de dezembro de 1992.

  • Advertisement
  • Para isso, pode-se então usar o meio judicial, no entanto, necessita contratação de advogado. Se não houver recursos, pode buscar assistência social de seu bairro, ou através da assistência social da Prefeitura que lhe encaminhará para vara de família, e assim, munidos das informações descritas neste artigo referentes ao pai biológico, o mesmo é localizado e nesse processo será realizado exame de DNA para comprovar paternidade biológica, que garante os direitos do filho ou filha. E também os direitos do pai quanto aos filhos. Isso consta não só como direito e sim como uma lei no Brasil.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Clique abaixo para compartilhar

Izabel Torquato é graduada em Comércio Exterior e Processamento de Dados pela UFPR- CEFET e mora em Curitiba, Paraná.

Como fazer a busca por seu pai biológico

Saiba o que a lei diz e mais 13 dicas sobre como começar a buscar por um pai biológico e ausente.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr