7 dicas para se reestabelecer do abandono

Foi abandonada? Aprenda 7 dicas para saber o que fazer, sacudir, levantar a poeira e recomeçar uma vida ainda melhor.

16,366 views   |   70 shares
  • “Tem dias que só a tristeza bate, já não sei o que fazer nem o que pensar... Foi tanta desconsideração! Simplesmente parecia que eu não era suficiente para ele, o problema é que não estou conseguindo caminhar sozinha... A dor me consome a cada dia, e meus dias não são os mesmos... As velhas lembranças perseguem-me e só quero ficar deitada, porque não tenho mais estímulo... A verdade é que... Faltam-me forças.”

  • Seus dias têm sido assim: dores de cabeça, insônia, palpitação cardíaca, choro descontrolado, ansiedade, medo de ficar sozinha, desamparada, pensamentos suicidas, falta de apetite e prazer com a vida, vontade de ficar sozinha, desânimo total?

  • Bem, esses são sintomas de uma possível depressão. É claro que não é fácil lidar com um abandono, seja quantos anos de casados tenham se passado, casamento é casamento e jamais deveria ser exterminado sob quaisquer circunstâncias.

  • Mas, se infelizmente acontecer isso, a questão é: vai se deixar vencer pela dor ou vai superar com força e garra?

  • Você não tem que se deixar levar pela tristeza ou a dor, parece fácil falar não é? Mas se você nada fizer por você mesma, quem mais o fará? Você deve ser realista em relação aos acontecimentos, colocar os pés no chão e dizer com firmeza: seguirei em frente, mesmo que sozinha!

  • 1. Não se deixe abater

  • Não adianta sofrer por alguém que não teve a coragem de lhe dizer sem ao menos tentar resolver os problemas: “Olha, não dá mais... Sinto muito, mas...”.

  • Se essa pessoa não lhe deu explicações razoáveis e compreensíveis, não merece seus “cabelos brancos” de preocupação. Não se deixe abater, seja mais forte que a dor insistente que continua a lhe dizer que a culpa foi sua. Reflita, que se você foi abandonada, a culpa não é sua, mesmo que a outra pessoa diga que foi. Seja realista consigo mesma e avalie que um casamento é um alicerce de crescimento e adaptações, não de: “Cansei, vou embora!”.

  • Não deixe que pessoas ou o seu ex dominem sua razão lógica de pensar e sentir que tudo o que você fez foi insuficiente. As coisas não funcionam desta forma. Sempre há dois lados a serem reparados, ainda que um dos lados não admita.

  • 2. Pense positivo

  • Com o que você tem alimentado sua mente? Com coisas ruins ou boas? Isso fará grande diferença na forma com que você conseguirá lidar com os problemas do abandono e recuperar e investir em sua autovalorização e autoestima.

  • Quanto mais pensar negativo de si mesma, mas estar se menosprezando e ocultando seu valor. Você tem valor, saiba disso. Não são as pessoas que ditam o valor que você tem, e sim você. Valorize-se, pense positivo sobre si mesma e sobre tudo à sua volta.

  • Advertisement
  • 3. Preencha seu tempo

  • Da mesma forma que você deve pensar positivo, deve também preencher seu tempo com coisas salutares. Não se permita ficar sozinha por muito tempo, dê a volta por cima e saia, vá se divertir com os amigos e familiares, evite ficar murmurando e falando do que poderia ter sido feito. Algumas reflexões podem e devem ser feitas, mas não ao ponto de virar tortura emocional e psicológica.

  • Mude o figurino, faça uma viagem, faça uma reforma geral na sua vida e na sua casa. Se tiver muitas coisas que lhe relembrem o passado, os momentos que vivenciou com seu ex-cônjuge, livre-se dessas coisas. Faça uma doação ou devolva à pessoa. Preencha sua vida de afazeres: novos cursos, novas amizades, novos passeios, novos conhecimentos. Não deixe uma brecha sequer para se “atormentar” pela dor do abandono.

  • 4. Trace um novo caminho

  • Ler bons livros ajuda! Se relacionar com novas pessoas também. Explore as opções, deixe-se aberta para conhecer os outros universos à sua volta. Religião é uma opção segura de apoio e conforto; busque conhecer uma nova doutrina, quem sabe. Esteja aberta ao novo.

  • 5. Valorize-se

  • Ficar deitada na cama escondida de tudo e de todos, sentindo vergonha de si mesma, não ajudará. Precisa VIVER! Valorize-se, não se subestime nem se aprisione em algo ou com algum sentimento que não deve ser seu. Presenteie-se. Comemore por sua vida, por mais distante que a FELICIDADE pareça estar, ela está mais perto do que imagina.

  • Não é a forma como os problemas chegam, mas a forma como lidamos com ele. Pense nisso!

  • 6. Perdoe

  • É verdade. Será preciso perdoar. Enquanto você não perdoar, também não conseguirá seguir em frente de forma exuberante e feliz. O perdão cura, lava a alma e é o melhor remédio. Quando se sentir preparada, converse novamente sobre o assunto, não para criar brigas, mas para tirar qualquer mágoa do coração, também não vá conversar com o intuito de mendigar amor. Ninguém precisa disso! Amor sincero é correspondido e gratuito.

  • 7. Não corra atrás

  • Quanto mais você espelhar desespero, mais decepção terá. Precisa ter amor próprio. Não fique correndo atrás de seu ex-marido ou ex-mulher, não se exponha e fique choramingando ao telefone. Nunca conseguirá atingir o coração de alguém assim. Você precisa é erguer a cabeça e demonstrar força para superar e, acima de tudo, ser realmente forte, para seu próprio bem e saúde mental e emocional.

  • Se a pessoa quiser conversar, tudo bem, desde que haja honestidade. Tudo em pratos limpos. Mas se não, se lhe abandonou e não existe mais carinho, afeição e diálogo: “BOLA PARA FRENTE, PORQUE ATRÁS VEM GENTE!”.

  • Advertisement
  • Talvez, sim, um dia, você encontre um verdadeiro amor; é possível, completamente possível. Veja o que aconteceu como experiência para sua vida, aprenda com ela e observe melhor da próxima vez.

  • Esqueça-se das mágoas e do passado que não lhe fazem feliz e observe: "O futuro é tão brilhante quanto a sua fé." (Thomas Monson)

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

7 dicas para se reestabelecer do abandono

Foi abandonada? Aprenda 7 dicas para saber o que fazer, sacudir, levantar a poeira e recomeçar uma vida ainda melhor.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr