Tenha um Natal inesquecível mesmo quando o orçamento é limitado

O dinheiro é importante para que possamos sobreviver, mas as pessoas são mais que isso: elas são nosso combustível diário.

2,601 views   |   1 shares
  • Quando a época de Natal se aproxima, começam os bombardeios. Novos produtos chegam às prateleiras do supermercado, como um creme de leite mais light ainda, um perú maior ainda ou uma sobremesa que promete ser a sensação da festa. Novos brinquedos invadem os intervalos publicitários dos canais de TV infantis e fazem com que nossos filhos queiram mais coisas que podem sequer segurar. Nós mesmos ficamos meio perdidos, como se tivessem nos colocado dentro de uma jaula com um monte de novas invenções prestes a sermos devorados por elas. E o pior de tudo isso: sem o dinheiro necessário para fazer as vontades de todos (principalmente as nossas).

  • Então, nos resta apenas manter a calma e o orçamento em dia. Para tanto, o Natal não precisa ficar comprometido. Ele pode, ainda assim, ser inesquecível. Afinal, desde quando Natal tem que ser sinônimo de gastar muito dinheiro? Algumas dicas para que a organização e o Natal andem juntos em vez de baterem de frente:

  • 1. Faça as contas

  • Se a ceia de Natal vai ser na sua casa, você precisa saber receber bem seus convidados, mas sem gastar muito. Isso é possível. Primeiro, faça uma lista. Opte por convidar somente os parentes e amigos mais íntimos, pois você terá mais liberdade para fazer uma reunião informal e mais em conta. O bufê pode ser organizado por toda a família: basta cada um levar um prato. A decoração pode ser bem simples. Uma árvore de Natal (se sua mãe ou sogra tiver uma, peça emprestada) com os devidos enfeites, uma bela toalha de mesa, algumas velas decoradas e pronto.

  • 2. Os presentes

  • Feitas as contas e divididos os gastos com a família e os demais convidados, sobrou um pouco mais para presentes melhores para as crianças. Você e seu marido são dois adultos que sabem entender que não precisam trocar presentes se não puderem arcar com eles, não é mesmo? Mas as crianças vivem em um mundo capitalista em que todo dia ouvem dizer que Natal é época de ganhar brinquedo. Você não precisa dar a eles exatamente o que desejam. Podem dar algo mais em conta ou ainda, se a situação estiver apertada demais e os avós se propuserem a ajudar, peçam que dividam os custos dos presentes.

  • Quanto aos demais familiares e amigos, que tal uma brancadeira como um amigo secreto com um valor bem baixinho, só para simbolizar a data? Pronto. Resolvido. Todos ganham presentes e vocês se divertem com o jogo.

  • 3. As pessoas

  • Lembrem-se sempre que o Natal é o aniversário do nascimento de Jesus Cristo e não o aniversário da fundação de uma grande empresa capitalista. Então, vamos comemorar pelos motivos certos e não pelos errados. Fiquemos felizes pelas pessoas que estão ao nosso lado nesta data tão especial e não pelas coisas que gostaríamos de ter nesse dia.

  • Advertisement
  • Feliz Natal!

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Leia o artigo, viva os ensinamentos e compartilhe!

Fernanda Trida é jornalista, médica veterinária, dona de casa, esposa, mãe de Marcela, com três anos, e de João, com um ano de idade.

Tenha um Natal inesquecível mesmo quando o orçamento é limitado

O dinheiro é importante para que possamos sobreviver, mas as pessoas são mais que isso: elas são nosso combustível diário.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr