Como construir competências parentais boas

Frequentemente os pais sentem-se inseguros quanto as suas habilidades para a criação dos filhos. Saiba como desenvolver boas competências parentais que serão fundamentais para desempenhar melhor nosso papel de pais.

450 views   |   shares
  • A criação de filhos representa uma tarefa desafiadora. E nos dias de hoje, com tantas influências, se os pais não tomarem os devidos cuidados poderão fracassar nesse chamado tão sublime.

  • Mas como tornar-se pais e mães que criam seus filhos de modo assertivo?

  • A primeira coisa que devemos ter em mente é que não existem pais ou mães perfeitos, mas nós podemos sim buscar tornar-nos os melhores pais que pudermos. Para isso construir boas competências parentais será fundamental.

  • No dicionário Aurélio "competência" significa "capacidade decorrente de profundo conhecimento". Esta definição já nos diz que competência é capacidade e que a adquirimos através do conhecimento. Ou seja, precisamos buscar conhecimento acerca das capacidades que precisamos desenvolver enquanto pais.

  • É claro que cada filho é único e com necessidades próprias, mas existem algumas capacidades que todos os pais deveriam desenvolver e que ajudariam no processo de criação dos filhos. Vejamos cinco dessas capacidades:

  • 1. Saber ouvir

  • Essa é uma capacidade simples, porém muitos pais a ignoram. Não ouvem seus filhos. Falam muito e escutam pouco, portanto, perdem ricas oportunidades de aproximação. Escute mais, e fale menos e observe seu relacionamento com seu filho se fortalecer.

  • 2. Priorizar o diálogo

  • Às vezes as crianças e, principalmente, os adolescentes não gostam de conversar muito com os pais, mas é preciso insistir. Se as resposta às suas perguntas forem muito gerais seja bem específico, então a conversa entre você e seu filho, aos poucos, tornar-se-á um hábito. Esta capacidade será fundamental para que você conheça quem é o seu filho e assim possa saber as necessidades individuais dele, e quais competências específicas você deve desenvolver.

  • 3. Abstenha-se de julgamentos

  • Esta é uma capacidade bastante difícil para os pais desenvolverem, deixar de julgar pode parecer deixar de ensinar, mas essa é uma afirmação falsa. Não confunda ensinamento com julgamento. Você ensina quando aponta para a falta com sugestões de melhora, você julga quando aponta para quem falhou.

  • 4. Desenvolver a paciência

  • Pais impacientes criam filhos impacientes. É preciso quebrar o ciclo da irritabilidade. E essa capacidade é desenvolvida com muito esforço, persistência e autocontrole.

  • 5. Praticar o bom humor

  • Pais demasiadamente autoritários e mal-humorados geram nos filhos sentimentos de medo e insegurança. Quase que frequentemente tornam-se adultos intolerantes. Proporcione aos seus filhos momentos de diversão e alegria. Que seu lar seja um local onde eles querem estar porque lá o ar é mais leve e as pessoas são felizes.

  • Advertisement
  • Para que essas cinco capacidades se tornem competências será preciso profundo conhecimento, e esse conhecimento advém da prática. Decida quais pontos precisam ser melhorados e trabalhe duro nesse objetivo.

  • Com boas competências parentais com certeza criaremos filhos mais confiantes, seguros, pacientes e felizes.

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Taís Bonilha da Silva, estudante de Psicologia, atua na área da Saúde Mental. Participa do Programa de Monitoria na Universidade na disciplina de Análise do Comportamento. Esposa e mãe de 2 filhos.

Como construir competências parentais boas

Frequentemente os pais sentem-se inseguros quanto as suas habilidades para a criação dos filhos. Saiba como desenvolver boas competências parentais que serão fundamentais para desempenhar melhor nosso papel de pais.
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr