Sentimentos tóxicos: Curando o eu interior

Às vezes, temos dores que parecem ser incuráveis, doem tanto que nos levam ao desespero. São esses sentimentos tóxicos que aos poucos vão nos envolvendo e tirando nossa alegria. Veja como livrar-se de sentimentos assim..

5,953 views   |   11 shares
  • Às vezes, podemos estar com inúmeros conflitos interiores, podemos estar com medo ou sentir dores interiores, dores da alma.

  • Para muitos de nós, a cura da qual necessitamos não está apenas em partes físicas. Temos consciência de que precisamos nos livrar de coisas que nos fazem mal, mas constantemente nos deparamos com tantos problemas que às vezes não parece haver soluções.

  • A necessidade da cura interior age nessas horas. Horas em que compreendemos que precisamos, necessitamos dela.

  • Então, quais são os passos para essa cura?

  • 1. Reconheça

  • A maioria de nós guarda durante muito tempo ressentimentos, mágoas, traumas, ódio, raiva, rancor e até desejo de vingança. Isso é porque somos seres naturais, temos em nossa natureza humana o defeito de não só guardar coisas boas, mas, infelizmente, as ruins também.

  • Reconhecer que precisamos melhorar essa natureza é o primeiro passo, pois sem reconhecer essa necessidade, fica complicado mudar para melhor, e a cura depende disso!

  • No site Minha vida, a psicóloga e coordenadora do Setor de Gerenciamento de Qualidade de Vida da Unifesp, Denise Diniz, fala que: "Nosso organismo não foi feito para guardar mágoas e sentimentos ruins. Tanto o corpo quanto a mente vão pesando na medida em que eles se acumulam, e uma hora a panela de pressão transborda na tentativa de aliviar o sofrimento. É um processo natural".

  • Eu digo que é importante saber que esses sentimentos negativos fazem mal a nossas vidas de uma forma tão impactante, que muitas vezes não a reconhecemos, por se tornar comum, e não conseguimos perceber os males feitos a nós mesmos.

  • 2. Toda doença tem origem emocional

  • Não é conversa fiada, é verdade. A maioria de nós adoece porque não lidamos bem com as emoções, perdas, dores e desafios, e a única forma do corpo mostrar os problemas é quando surgem as doenças e enfermidades, sejam elas permanentes ou não.

  • É importante saber que você poderá tratar a dor física com remédios, como uma dor de cabeça por exemplo, mas a causa da dor, o motivo de tê-la talvez seja o que você não esteja tratando adequadamente, por isso a cura interior é tão essencial.

  • 3. Relação entre emoções e doenças

    • As espinhas podem querer dizer que sua autoestima está baixa, ou você não está satisfeita com o seu exterior, a forma física por exemplo.

    • O envolvimento com o álcool, principalmente em casos de alcoolismo ou drogas, pode querer dizer que: você se sente excluído ou rejeitado, medo, sentimentos de fracasso e impotência.

    • As alergias podem querer dizer problemas com o que as pessoas pensam e sentem por você. Ela é de certa forma uma autodefesa do seu próprio organismo.

    • Dores de garganta constantes representam vivências dolorosas, saudade da infância ou infância turbulenta, pode ter a ver com violência doméstica ou abandono.

    • Anemia pode representar desestímulo pela vida, falta de ânimo e medo do futuro.

    • Ansiedade representa preocupação, medo do fracasso, falta de fé.

    • Bulimia pode representar falta de amor, infelicidade, insatisfação.

    • Ataques podem representar desânimo, falta de apoio e amor, sentimentos de incompreensão.

    • Compulsão alimentar pode dizer que você está insatisfeito consigo ou se sentindo desvalorizado, culpa ou medo.

    • Câncer pode representar uma mágoa antiga, dolorosa e não cicatrizada, rancor e até ódio.

  • Advertisement
  • A lista é muito grande, mas o importante é lembrar que é preciso cuidar do interior para que seu exterior também possa ficar bem.

  • 4. Analise e mude

  • Depois que você compreende como todos os sentimentos ruins têm afetado a sua vida, é hora de começar a modificar as "correntes" que te prendem e buscar o "remédio" eficaz para sua cura interior.

  • 5. Deixe a culpa de lado

  • Você cometeu algum erro? Magoou ou feriu alguém? Sente culpas dolorosas por ter tido essa atitude? Arrependeu-se e, se pudesse voltar atrás, jamais faria novamente? Então, peça perdão e esqueça. Alimentar a culpa não trará cura.

  • 6. Pare de dizer frases negativas, como

  • "Não sou capaz."; "Não consigo superar essa perda."; "Não sou e não serei feliz" ou "Não mereço ser feliz."; "Sou fracassado.", entre outras. Olhe-se no espelho e veja que há um brilho interior dentro de você, apenas precisa encontrá-lo.

  • 7. Escreva no papel quantas vezes for necessário

  • Toda vez que pensar em algo negativo, pare para anotar justamente o contrário, de uma forma positiva. Por exemplo, se você pensar que é feio, escreva que é bonito e especial.

  • 8. Evite relembrar

  • As coisas que ocorreram no passado, deixe-as lá. Evite ficar lembrando o que passou e o que o magoou. Não se alimente do que não presta!

  • 9.  Por fim, observe o que te faz mais feliz

  • e busque ter contato com essas atividades, afaste-se também de tudo e de todos que não lhe acrescentam felicidade, paz e bom-humor.

  • Lembre-se de que o maior processo de cura tem que partir de dentro para fora. E aí você verá que o seu interior foi capaz de curar o seu exterior.

  • Para ler mais um artigo que fala sobre a saúde entre mente e corpo acesse: Como manter a saúde mental

Quer histórias inspiradoras e edificantes na sua caixa de entrada?

Compartilhe com seus amigos!

Graduada em RH, acredito que nossa vida têm verdadeiro propósito, sou SUD, sei que toda dor e aflição é uma fonte de virtude e força espiritual, que nos molda e purifica.

Website: http://fernandaferrazmeuspassospelocaminho.blogspot.com.br

Sentimentos tóxicos: Curando o eu interior

Às vezes, temos dores que parecem ser incuráveis, doem tanto que nos levam ao desespero. São esses sentimentos tóxicos que aos poucos vão nos envolvendo e tirando nossa alegria. Veja como livrar-se de sentimentos assim..
Advertisement
Compartilhe conosco sua opinião
 

Agradecemos você ter se inscrito em nossa lista de e-mails. Por favor, aproveite os últimos artigos.

tumblr